Famosos

Carlos Alberto de Nóbrega rasga o verbo e detona horário que tem no SBT: “Nojento”

Humorista mostrou insatisfação com horário de "A Praça é Nossa"

Carlos Alberto de Nóbrega rasgou o verbo e decidiu detonar o horário de exibição do humorístico “A Praça é Nossa“, no SBT. O humorista classificou o espaço como “nojento”.

A afirmação foi dada durante uma entrevista ao canal do YouTube do humorista Rafinha Bastos. “O público quer rir, ainda mais nesse horário nojento que eu tenho: 23h30. Isso é uma coisa de uma crueldade que não tem tamanho”, disparou o apresentador.

Em seguida, Rafinha Bastos questionou se o horário não era bom para ajudar as pessoas em casa a relaxar antes de dormir. “Se você parar pra pensar, é o horário que a turma tá querendo relaxar também. Não é bom por causa disso?”, pontuou.

Então, Carlos Alberto de Nóbrega respondeu qual horário e dia acredita ser ideal para a exibição de “A Praça é Nossa”. “Meu público é muito povão. O programa era sábado 22h, era o grande horário. Tive [programa nesse horário por] anos, mais de 10 anos. Ainda dava 30, dava 20 e tantos de audiência. Era uma loucura”, relembrou.

Contudo, o humorista ponderou que o dia e horário é mais fraco comercialmente. “Não dá muita grana, não tem merchan porque no dia seguinte, o domingo, é só supermercado, o comércio, shopping”, completou.

Carlos Alberto de Nóbrega chora com homenagem de Silvio Santos

Carlos Alberto de Nóbrega caiu no choro na noite do último domingo (11) ao rever a homenagem que recebeu de Silvio Santos no quadro “Em Nome do Amor”. O “Programa Silvio Santos” reprisou a participação e o humorista não conteve as lágrimas.

“Obrigado, Silvio. Passou um filme da minha vida por felizes momentos em que eu assistia a homenagem. São 67 anos de uma estória de dois amigos que ficará para nos anais da televisão”, disse o comandante de “A Praça é Nossa”.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo