Famosos

Atriz Eva Wilma morre aos 87 anos de idade

Ela tratava um câncer de ovário

A atriz Eva Wilma morreu na noite deste sábado (15), aos 87 anos, no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. Ademais, ela estava internada desde o dia 15 de abril e tratava um câncer no ovário. A doença se disseminou e levou a uma insuficiência respiratória. O câncer foi descoberto no último dia 7 de maio.

Antes disso, Eva Wilma passou 21 dias internada no começo de 2021 para tratamento de uma pneumonia. Quando teve alta, gravou um vídeo agradecendo o carinho dos fãs. “Olá. Raramente eu estou aqui para conversar assim diretamente com vocês. Eu quero agradecer muito. A toda equipe do Villa Nova Star. Os médicos maravilhosos. E agradecer a vocês todos que me mandaram mensagens encorajadoras e muito bonitas. E me ajudaram muito. Eu tenho certeza. De todo o meu coração: Obrigada! Obrigada e obrigada! E vamos juntos”, disse na ocasião.

Carreira de Eva Wilma

Eva Wilma Riefle Buckup era natural da cidade de São Paulo, local onde nasceu em 14 de dezembro de 1933. Então, começou a carreira artística aos 19 anos no Ballet do IV Centenário de São Paulo. Contudo, abandonou a dança quando recebeu convite para integrar o Teatro de Arena e o programa “Alô Doçura”, da TV Tupi.

Além da atuação, Eva Wilma foi ligada a diversos tipos de arte, como canto, piano e violão. Mas a atriz fez história em várias novelas na TV. Uma delas foi a primeira versão de “Mulheres de Areia” (1973), na qual deu vida às gêmeas Ruth e Raquel. Fez ainda a vilã Altiva, de “A Indomada”, papel que rendeu vários prêmios.

“Roda de Fogo (1986), “O Rei do Gado” (1996), “Começar de Novo” (2004), “Fina Estampa” (2011) foram outras obras nas quais Eva Wilma se destacou. Sua última novela completa foi “Verdades Secretas” (2015) quando viveu Dina Fábia, a mãe alcoólatra de Anthony (Reinaldo Gianechini). Contudo, participou de alguns capítulos de “O Tempo Não Para” (2018).

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo