TJRN

O presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador João Rebouças, divulgou nesta sexta-feira (17) o edital do processo seletivo simplificado para provimento de 33 cargos de servidores temporários do quadro de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Poder Judiciário potiguar.

Este é o primeiro certame lançado pelo TJRN na área de TI e tem o objetivo de reforçar a equipe técnica que sustenta o sistema PJe, conforme orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O desembargador João Rebouças explicou que a seleção é temporária porque o TJ precisa amadurecer a ideia para criar uma estrutura própria, em consonância com o CNJ, com capacitação e o número ideal de técnicos para atuação na área de TI. “Junto com o nosso setor de tecnologia vamos definir isso durante os próximos dois anos. Vamos obter essa experiência para essa definição. É um momento importante porque estamos fortalecendo as dimensões do Tribunal para prestar um melhor atendimento ao cidadão”.

Inscrições

As inscrições poderão a partir das 8h do dia 27 de janeiro até às 23h59 do dia 4 de fevereiro, exclusivamente pelo site da Comperve (www.comperve.ufrn.br), banca responsável pela seleção.

O prazo de validade da seleção será de dois anos, prorrogável por igual período, conforme conveniência do TJRN.

A taxa de inscrição para o cargo de nível médio será de R$ 80,00 e para os cargos de nível superior, será de R$ 100,00.

Cargos

Para os cargos que exigem nível superior, as vagas são distribuídas entre os cargos de analista de suporte pleno – infraestrutura (6 vagas); coordenador técnico de atendimento e suporte (1 vaga); analista de suporte pleno – banco de dados (6 vagas); analista de sistemas sênior (5 vagas); e administrador de sites (web master) com 3 vagas.

Já para o nível médio (com requisito de nível médio completo), são ofertadas 12 vagas para o cargo de técnico de suporte sênior.

Do total das 33 vagas, o edital prevê a reserva de quatro vagas para pessoas com deficiência, sendo uma vaga para cada um dos seguintes cargos: analista de suporte pleno – infraestrutura; técnico de suporte sênior; analista de suporte pleno – banco de dados; e analista de sistemas sênior.

A remuneração dos cargos varia entre R$ 2.676,61 e R$ 5.520,16. Além da remuneração, os aprovados terão direito a auxílio-alimentação (atualmente de R$ 1.400) e auxílio-saúde (o qual varia de R$ 800 a R$ 1.200, dependendo da idade do beneficiário).

Seleção

A seleção para os cargos consistirá na realização de provas de conhecimentos básicos e específicos, mediante aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, e de prova de análise profissional específica, de caráter classificatório.

A prova objetiva de múltipla escolha será composta de 50 questões, sendo 10 questões de Língua Portuguesa; 10 questões sobre Lei de Organização Judiciária e 30 questões de conhecimentos específicos. As provas serão aplicadas no dia 1º de março, no município de Natal, em local a ser definido.

Serão classificados para a segunda etapa, de análise profissional específica, os candidatos que obtiverem, pelo menos, 50% de acertos das questões válidas da prova objetiva de múltipla escolha.

A prova de análise profissional específica tem caráter classificatório e será realizada por meio da comprovação de experiência profissional específica. Nesta fase, para todos os cargos, haverá duas categorias: experiência profissional específica na área de Tecnologia da Informação e Comunicação; e experiência profissional específica em ferramentas judiciais.

Clique aqui e confira o Edital completo.


Se você quer ficar por dentro das novidades de concurso público e processo seletivo no Rio Grande do Norte, participe do nosso grupo no Facebook (clique aqui). Quer bolsa de estudo com até 70% de DESCONTO? Clique aqui e saiba mais!

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.