Terceira fase da campanha contra gripe começa na próxima segunda em Natal

Terceira fase da campanha contra gripe começa na próxima segunda em Natal

Terceira fase da campanha contra gripe começa na próxima segunda em Natal

Rafael Nicácio maio 9, 2020 Destaques

A terceira fase da Campanha Nacional Contra a Gripe acontece da próxima segunda-feira, 11 de maio, a 06 de junho dividido em duas etapas. Pessoas com deficiência, professores da rede pública e privada, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias), e pessoas de 55 anos a 59 anos de idade serão o público alvo desta nova fase da vacinação contra influenza, vacina que protege dos vírus causadores de gripes como influenza A(H1N1), A(H3N2) e Influenza B.

Para evitar aglomerações, o público alvo será dividido em dois grupos nesta etapa da vacinação, sendo:

11/05 à 17/05 exclusivo para crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas (mulher em período pós-parto) até 45 dias

18/05 à 06/06 exclusivo para pessoas de 55 anos a 59 anos de idade e professores da rede pública e privada.

Nesta etapa da campanha, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Natal) disponibilizará doses que serão distribuídas nas 63 salas de vacinação das Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Vaneska Gadelha, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis da SMS-Natal, alerta que “imunizar essa população é garantir imunidade às gerações futuras. Vale ressaltar que o cartão de vacina é algo indispensável no momento da vacinação, principalmente por essa terceira fase se tratar de crianças, gestantes e puérperas. Devemos ter uma atenção especial para este público”.

SOBRE A CAMPANHA DE INFLUENZA 2020

A primeira fase da campanha de Influenza foi destinada ao público idoso, a partir de 60 anos e aos profissionais da saúde. Natal conseguiu atingir a meta em apenas cinco dias vacinando 90% do público idoso.

Na segunda etapa da campanha contra influenza, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 15 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade foram o público-alvo.

Até o final da campanha, o município estima atingir 250 mil pessoas em 2020.

Outros artigos