Esporte, Futebol, Futebol Nacional

Vasco completa 119 anos e ao invés de bolo corta a cabeça do técnico

Nesta segunda-feira o time da colina completa 119 anos, mas a fase do Vasco preocupa tanto o torcedor que não teremos nenhuma festa. O time está a um ponto da zona de rebaixamento, o que nos últimos anos se tornou comum para os cruz-maltinos. A equipe já passou três vezes pela segunda divisão, sendo que nas duas últimas passagens o clube teve problemas e quase ficou por lá.

Com todo esse cenário negativo hoje não teremos bolo, aliás ao invés que velas quem foi acesso foi o treinador Milton Mendes, que colecionou polêmicas com alguns jogadores como o principal atleta do time Nene. Por isso e por maus resultados foi demitido. Mas o problema está longe do técnico, o Vasco tem outras questões que levam o clube a beira do seu quarto rebaixamento.

Problemas na diretoria

Esse é o maior problema da equipe desde que Eurico Mirando assumiu a presidência, o polêmico dirigente  que colecionou títulos nos anos 90 não tem mais Romário e Edmundo, aliás jogadores dessa época ainda cobram o Vasco na justiça, essas dívidas comprometeram muito o futebol do time.

Sem dinheiro o Vasco aposta em refugos, jogadores veteranos e meninos da base. Na verdade parece que Eurico Miranda não sabe muito como administrar o futebol nos dias atuais. Ao invés de abrir o clube em busca de idéias ele se fecha cada vez mais e deixa os céus de São Januário nublado e cinza.

Erros no elenco

Em 2016 o Vasco teve um final de ano horrível e quase ficou na série B, o time precisava ser praticamente refeito, ao invés de mandar todo mundo embora, Eurico manteve muitos veteranos como Nene, Rodrigo e Andrezinho e ainda trouxe Luis Fabiano. Isso fez a média de idade do time aumentar muito e taticamente foi péssimo para equipe onde ninguém voltava para marcar.

Durante a temporada, Milton Mendes que assumiu o bonde no meio do caminho, mandou alguns destes veteranos embora como Rodrigo, Andrezinho e Julio dos Santos, e ainda promoveu muitos meninos da base. Tudo isso no meio da temporada o que comprometeu muito a organização de uma equipe competitiva.

Trocas de treinador

O Vasco começou a temporada com Cristóvão Borges, mas apesar da história e da moral que ele tinha com Eurico Miranda os resultados não mantiveram o treinador, que aliás não vinha de bons trabalhos, ou seja já era de se imaginar que não daria muito certo.

Afim de promover mudanças veio Milton Mendes, Mendes tem outro perfil, mais disciplinador, mandou muita gente embora. O time evoluiu, porém o estilo do treinador gerava insatisfação no elenco. Depois de acumular maus resultados Mendes não resistiu e o Vasco corre atrás de seu terceiro treinador na temporada.

Saudades de São Januário

Em seu melhor momento na temporada, o Vasco sofreu um duro golpe. A equipe que havia conseguido seus melhores resultados em São Januário sofreu uma punição após confusões dentro e fora de campo na derrota para o Flamengo.

A derrota naquela partida foi o pior dos problemas, já que sem São Januário o time foi forçado a jogar em Volta Redonda onde colecionou maus resultados. Longe de casa o cenário não será animador para equipe.

Os melhores foram embora

No ano passado poucos jogadores se salvaram, entre eles estão o zagueiro Luan e o volante Douglas Luiz, ambos foram vendidos. O melhor zagueiro do elenco foi para o Palmeiras, já o volante que dava ritmo ao meio campo foi para o Manchester City. Se as coisas não eram animadores imagine sem os dois melhores.

O fato é o Vasco tem um time muito fraco, até o final deste textos não tinha técnico, está impossibilitado de jogar em seu estádio. Se o Vasco não cair é para comemorar muito e aprender mais uma vez que esse erros acima não podem se repetir.

 

Read More...

Esporte

Com time em péssima situação, Eurico Miranda corre risco de sofrer impeachment no Vasco

Segundo apurou o portal Lance!, a situação administrativa do Vasco Da Gama não anda nada boa. Em último lugar no Campeonato Brasileiro com apenas 13 pontos e com 7 derrotas consecutivas, o presidente Eurico Miranda pode estar com um pé fora de São Januário. A oposição aponta irregularidades na eleição que consagrou presidente do clube no ano passado.

O mandatário, por sua vez, aposta todas as suas fichas na Copa do Brasil e já admite a possibilidade do clube disputar a série B do nacional no ano que vem.

A situação na colina vai de mal a pior. Não podia ser diferente.

Read More...

Esporte

Crise: Vasco diz a Justiça que pode fechar as portas

Matéria publicada nesta sexta-feira (31) pelo site da ESPN, aponta que o Vasco pode fechar as portas devido às inúmeras dívidas que formam uma ‘bola de neve’ financeira, na visão do clube. A situação foi confessada a Justiça em ação movida pelos agentes do atacante Paolo Guerrero, da Think Ball.

Em documento apresentado à Justiça, o cruzmaltino aponta que ‘a situação se agrava a cada dia, tornando cada vez mais difícil a continuidade do clube’, além de enfatizar que o risco de prejuízo irreparável e inegável.

Segundo a publicação, só em débitos trabalhistas o Vasco precisa endereçar 30% de sua receita total, graças a acordos feitos no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, em um Plano Especial de Execução de dívidas que também foi feito com Fluminense e Botafogo. Mais consideráveis fatias do dinheiro que entra em caixa são endereçadas a outros credores.

Ainda de acordo com o site, o clube paga atualmente parcelas de R$ 575 mil à Justiça carioca por mês por conta de acordos trabalhistas – a partir de outubro, a quantia subirá para R$ 600 mil. No total, a dívida em vigor com o Tribunal Regional do Rio de Janeiro está em R$ 31,45 milhões e só será finalizada em setembro de 2019, isso se o clube consiga pagar em dia.

Leia a matéria completa na íntegra aqui.

Read More...