Destaques, Natal

Grupos prioritários ainda podem se vacinar contra influenza em Natal

A campanha nacional de vacinação contra a Influenza encerrou-se na última sexta-feira (22), no entanto, a vacina segue disponível nas unidades de saúde de Natal – enquanto durarem os estoques, e exclusivamente para as pessoas que integram os grupos prioritários.

Fazem parte desse público-alvo definido pelo Ministério da Saúde: gestantes; puérperas (mulheres até 45 após o parto); idosos; crianças entre 6 meses e menores de cinco anos; trabalhadores da saúde; indígenas; professores; população privada de liberdade; profissionais do sistema prisional; e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais (DCNTs).

Até o momento, 198.515 mil pessoas já foram imunizadas na capital potiguar, sendo os idosos (77.351), DCNTs (39.039), crianças (32.462) e trabalhadores da saúde (28.993) os grupos com maior quantidade de registros.

Para receber a dose da vacina é preciso apresentar documento de identificação com foto; cartão de vacinação (caso não tenha, um novo será feito na unidade); se for necessário, documento que ateste fazer parte do grupo de risco, como receituário ou comprovante médico no caso de portadores de doenças crônicas não transmissíveis.

Read More...

Destaques, Natal

Mais de 141 mil pessoas já foram imunizadas na campanha contra influenza em Natal

Em Natal, pouco mais de 141 mil pessoas já foram imunizadas na Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza, segundo dados do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O número corresponde a cerca de 66% da meta, que é vacinar 212 mil natalenses que fazem parte dos grupos prioritários.

Os idosos seguem como o grupo que mais tem procurado atendimento, com 59.943 vacinados, seguidos por: portadores de doenças crônicas não transmissíveis (25.824); crianças entre 6 meses e menores de cinco anos (22.699); e trabalhadores da saúde (18.834).

Lembrando que a Campanha segue até o dia 1º de junho e é exclusiva para quem faz parte dos grupos de risco definidos pelo Ministério da Saúde, que ainda contempla: gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), indígenas, professores, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Para receber a dose da vacina é preciso apresentar documento de identificação com foto; cartão de vacinação (caso não tenha, um novo será feito na unidade); se for necessário, documento que ateste fazer parte do grupo de risco, como receituário ou comprovante médico no caso de portadores de doenças crônicas não transmissíveis.

Read More...

Parnamirim

Parnamirim se prepara para o Dia D de vacinação contra Influenza

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Saúde (Sesad), está se preparando para o Dia D de vacinação contra a Influenza, que acontece no próximo sábado (12), em todo o país. Na cidade Trampolim da Vitória, serão mais de 300 profissionais da saúde atuando nas 30 Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

De acordo com Nicélia Guedes, responsável técnica da imunização, o Governo do Estado repassará até esta quinta-feira (10) um novo lote de vacinas para abastecer todos os postos.

Segundo a responsável pela imunização, a meta é vacinar 47. 293 pessoas, entre os grupos prioritários, até o final da campanha em 1º de junho.

São pertencentes aos grupos prioritários: gestantes, crianças menores de cinco anos (de seis meses a menos cinco anos), professores, profissionais da saúde, portadores de doenças crônicas, mulheres no período pós-parto (Até 45 dias após o parto) e idosos.

Na última sexta-feira (4), o município recebeu da Sesap, a quantidade de 6 mil doses da vacina. Até a manhã desta segunda-feira (7), 22 postos da cidade já haviam sido reabastecidos.

Read More...

Natal

Campanha de Vacinação contra Influenza segue até próxima sexta

A Campanha de Vacinação contra a Influenza realizada pela Secretaria Municipal de Saúde da capital segue até a próxima sexta-feira, dia 26 de maio. Até o momento, 105.696 pessoas foram imunizadas na capital potiguar – que conta com 74 salas de vacinação, espalhadas nos cinco distritos sanitários da cidade.

A campanha contra a Influenza é destinada aos grupos prioritários: pessoas a partir de 60 anos; crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; mulheres até 45 dias após o parto; pessoas privadas de liberdade; funcionários do sistema prisional; povos indígenas; profissionais da saúde; portadores de doenças crônicas e não transmissíveis; e os professores das redes públicas e privadas.

Segundo dados do Setor de Vigilância Epidemiológica foram imunizados 105.696 pessoas, sendo idosos 48.577, que corresponde a 56,89%; gestantes 3.858 (43,36%); puérperas 669 (45,76%); trabalhadores em saúde 11.707 (41,44%); crianças 17.591 (35,60%); comorbidades (portadores de doenças crônicas) 18.676 (60,02%); e, 4.289 professores vacinados até a última sexta-feira (19).

A chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica, Aline Bezerra, faz um apelo à população. “Solicitamos aos grupos aos quem tem direito a vacinação, grupos prioritários, que procurem uma unidade de saúde mais próxima de sua residência para tomar a vacina e ficar imunizado contra a Influenza. Ela é gratuita e muito eficaz”.

O que é preciso?

Para receber a vacina é necessário estar munido do cartão de vacinação e, no caso dos idosos, também da carteira de identidade. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais precisam levar, também, uma prescrição médica, especificando o motivo da indicação da vacina. Já os professores das escolas públicas e privadas que estão em sala de aula devem levar algum documento que comprove a atividade.

Contraindicações

Apesar da vacina ser de suma importância para prevenir a gripe, algumas pessoas precisam ficar atentas porque há contraindicações. Indivíduos com histórico de reação alérgica grave a proteína do ovo, crianças menores de seis meses e quem está com doenças febris agudas não devem receber a vacina.

Read More...

Destaques, Natal

Dia D da Campanha de Vacinação contra influenza acontece neste sábado

A Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza está na reta final em todo o Brasil e neste sábado (13), acontece o Dia D. Em Natal, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) montou um esquema especial para atender a população.

Das 8h às 17h, 58 salas de vacinas estarão em pleno funcionamento com 1.230 profissionais da saúde municipal atuando. Ou seja, todas as unidades de saúde da capital potiguar estarão abertas para receber a população.

Lembrando que o usuário pode buscar atendimento em qualquer área, sem a necessidade de procurar a unidade em que é assistido normalmente. “Se a pessoa quiser ser atendida em uma unidade próxima ao trabalho ou próxima ao local onde o filho estudo, pode, não precisa ser a unidade da região em que ela mora”, afirmou Juliana Araújo, chefe do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS).

Até agora, 66.744 pessoas já foram imunizadas na capital potiguar durante a campanha. A meta é conseguir – até o dia 26 de maio – aplicar 204.516 doses e alcançar a cobertura de 90% de cada grupo elegível.

Podem ser imunizados durante a campanha os seguintes grupos específicos: pessoas a partir de 60 anos; crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; mulheres até 45 dias após o parto; pessoas privadas de liberdade; funcionários do sistema prisional; povos indígenas; profissionais da saúde; portadores de doenças crônicas e não transmissíveis; e os professores das redes públicas e privadas.

Read More...