Educação

Projeto criado pelo Google abre inscrições e oferta bolsas para pesquisa

Estão abertas as inscrições para a 7º edição do Latin American Research Award (LARA). O projeto criado pelo Google, em 2013, tem o propósito de impulsionar a inovação e premiar projetos que propõem a resolução de problemas do dia a dia através da tecnologia. Podem participar estudantes de mestrado, doutorado e orientadores de universidades da América Latina que fazem pesquisa de ponta em Ciência da Computação, Engenharia e áreas similares.

O LARA já beneficiou mais de 70 projetos e neste ano o prêmio está avaliado em dois milhões de reais. Cada pesquisa deve envolver apenas um professor e um aluno e para os classificados, as bolsas terão duração de um ano, com a possibilidade de renovação por até dois anos, para estudantes de mestrado e, três anos, para estudantes de doutorado.

As inscrições estão abertas até o dia 29 de julho e podem ser realizada neste endereço eletrônico. Na página também pode ser encontrado as pesquisas que já foram beneficiadas com a bolsa. Confira agora os campos de pesquisa que podem ser contemplados:

  • Geo/Maps
  • Interação entre humanos e computadores
  • Recuperação, extração e organização de informações (incluindo gráficos de semântica)
  • Internet das Coisas (incluindo cidades inteligentes)
  • Machine learning (aprendizado de máquinas) e data mining (mineração de dados)
  • Dispositivos móveis
  • Processamento natural de línguas
  • Interfaces físicas e experiências imersivas
  • Privacidade
  • Outros tópicos relacionados a pesquisas na web

Read More...

Destaques, Negócios

Empresa planeja construir 10 “cidades inteligentes” no Brasil até 2022

De olho no Brasil como um mercado amplo para a implantação de cidades inteligentes sociais, a empresa ítalo-britânica Planet pretende construir 10 megaprojetos no Brasil até 2022.

O cenário no país proporciona espaço para isso: levantamento da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta 7,78 milhões de déficit em unidades habitacionais em 2017. Estamos entre os cinco países com maior déficit habitacional no planeta.

Com o conceito ‘Viver, além de morar’, a cidade é projetada e desenvolvida com o know-how desenvolvido pela Planet, que une soluções inteligentes em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

“O projeto oferece equilíbrio entre áreas verdes, núcleos residenciais, comerciais e empresariais e mobilidade inteligente. Nossas cidades são projetadas para serem inclusivas, autônomas e vibrantes, por isso implementamos uma série de atividades como biblioteca, cinema, cursos gratuitos e redes online, que incentivam a economia compartilhada e um novo jeito de viver em comunidade”, explica Susanna Marchionni, CEO da Planet no Brasil.

Natal/RN: Nova Smart City

A primeira cidade inteligente social do mundo foi inaugurada em janeiro, nas proximidades de Fortaleza (CE), e já conta com moradores.

Recentemente o Grupo Planet iniciou as obras para o segundo local, na cidade de São Gonçalo do Amarante (RN), próximo à Natal. O projeto recebe o nome de Smart City Natal e deverá abrigar 15 mil pessoas. Segundo Susanna Marchionni, co-fundadora da empresa, o objetivo é iniciar a construção de mais duas cidades inteligentes ainda em 2019.

A empresa projeta “um novo jeito de viver”: conectado, sustentável e colaborativo, com mais qualidade de vida aos seus moradores. 

Planejados de forma inteligente, os lotes da Smart City Natal variam de 200 a 755 metros quadrados. Ao todo, são 1074 lotes, divididos em 934 lotes residenciais e 140 lotes comerciais. A região da Smart City Natal também está situada em uma posição estratégica, sendo o ponto do Brasil mais próximo da Europa e um dos mais próximos da América do Norte. 

A Smart City Natal segue o sucesso de Smart City Laguna, que está sendo desenvolvida no Ceará e conquistou ampla cobertura de imprensa e vendas recordes. Com área total de 170 hectares, Natal iniciou a construção da primeira fase em março de 2019 e até o final do ano deverá receber os primeiros habitantes. Os lotes custam a partir de R$ 299 a parcela.

“Minha Casa, Minha Vida”: sustentabilidade acessível

Com planejamento cuidadoso, estratégias para sustentabilidade e tecnologia avançada, os projetos da empresa ítalo-britânica têm como um dos principais alvos o segmento da população no perfil do “Minha Casa, Minha Vida”. É o oposto das construções similares já realizadas no Brasil, que miram os mais ricos.

Investimento
Ao todo, serão investidos R$ 140 milhões. Para desenvolver a Smart City Natal, o Grupo Planet firmou parceria com a Habitax, empresa de urbanismo com forte presença no Nordeste do Brasil. 

Planet App
O Planet App é o painel de controle da Cidade Inteligente. Os moradores podem baixar gratuitamente o aplicativo nas versões Android ou iOS. Após o cadastro, os usuários têm acesso a todos os serviços da cidade, além de contato com outros moradores, participação em projetos e atividades sociais. 

Uma das funcionalidades-chave é o botão SOS que, quando clicado, aciona os números de emergência pré-definidos pelo morador (parentes ou amigos), permitindo o chamado de socorro imediato, por meio da geolocalização. O aplicativo também mostra, em tempo real, o andamento das obras e o videomonitoramento das áreas comuns da Cidade Inteligente.

O que é uma cidade inteligente social? 
A cidade inteligente social é um conceito desenvolvido pela Planet Smart City que une soluções inteligentes e inovadoras em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

Ela é social porque tem foco no bem-estar das pessoas e no desenvolvimento de um ambiente inclusivo, harmonioso e colaborativo. A cidade inteligente social é desenvolvida de forma otimizada e, graças à tecnologia desenvolvida pela Planet, pode oferecer preços acessíveis. 

O Hub de Inovação é o coração social da cidade e oferece um local no qual os moradores e a comunidade do entorno têm acesso à biblioteca, cinema, cursos gratuitos e outras atividades sociais. O intuito é que a cidade seja vista como um parque tecnológico que atraia investimentos e gere retornos econômicos para moradores e investidores.

Sobre a PLANET Smart City 
O Grupo PLANET é formado por empresas italianas, britânicas e brasileiras e inovou criando o conceito de cidade inteligente social e que desenvolve soluções tecnológicas para o crescimento econômico e sustentável das cidades inteligentes. Responsável por idealizar o projeto piloto Smart City Laguna, a primeira Cidade Inteligente Social do Mundo, que está sendo construída no município de São Gonçalo do Amarante, no Ceará/Brasil. Seus fundadores possuem 25 anos de experiência no mercado imobiliário e na construção civil, nacional e internacional.

Read More...

Destaques, Educação

Confira os cursos de tecnologia disponíveis com a nota do Enem

Hoje em dia não conseguimos imaginar a vida sem tecnologia. Dos celulares e tablets aos games e, o mais recente conceito de ‘internet das coisas’, que vem, cada dia, se inserindo no cotidiano das pessoas. Não apenas fazer uso, mas quando o assunto é tecnologia existem aqueles que gostam de trabalhar diretamente com esse produto da ciência e engenharia.

Para quem ainda não escolheu uma profissão ou quer mudar de área e se identifica com o ramo tecnológico pode utilizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingressar em uma universidade. Afinal, a área de tecnologia está em alta no mercado e existem diversos cursos que possibilitam atuar nesse setor que está bastante aquecido.

Separamos alguns cursos de TI, confira abaixo:

Engenharia de Software

O engenheiro de software é preparado durante a graduação para projetar e desenvolver programas, aplicativos e softwares em geral. A duração média do curso é de cinco anos. Entre as possibilidades, esses profissionais podem atuar no suporte e gerenciamento de redes de computadores em empresas de portes variados.

 Análise de Desenvolvimento de Sistemas

Possui titulação tecnológica e durante a faculdade os estudantes são preparados para analisar, desenvolver, projetar e implementar sistemas computacionais de informação, bem como desenvolver habilidades para trabalhar em diversos ramos da Informática, seja criando, implementando ou desenvolvendo softwares e soluções tecnológicas para o mercado.

Ciências da Computação 

Durante os quatro anos na faculdade, o estudante é preparado para desenvolver, implantar e manter sistemas visando atender aos objetivos estabelecidos quanto à qualidade, custos, prazos e benefícios. A grade curricular de Ciências da Computação na maioria das faculdades que ofertam o curso é composta por disciplinas como algoritmos e programação de computadores, inteligência artificial e administração e negócios.

Jogos Digitais

O curso é voltado para a criação de jogos e é ofertado nas modalidades tecnólogo e bacharelado. Durante a faculdade os estudantes passam por diversas matérias ligadas à criação de programas e ambientes de jogos, dominando ferramentas de informática e das diversas plataformas da criação de ambientes em 2D e 3D e da modelagem.

Read More...

Destaques, Tecnologia

Facebook anuncia criação da Libra, sua própria criptomoeda

(ANSA) – A empresa norte-americana Facebook anunciou oficialmente nesta terça-feira (18) a criação de sua própria criptomoeda, a Libra, que servirá para transações e será integrada em suas plataformas digitais, como WhatsApp e Messenger, além de um aplicativo independente. A ideia do CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, é “simplificar o mais possível as transações financeiras para todas as pessoas do mundo, onde quer que vivam, tenham ou não uma conta bancária”.

“Com o Libra nós aspiramos tornar mais fácil para todos enviar e receber dinheiro, assim como usar nossos aplicativos para compartilhar instantaneamente mensagens e fotos”, escreveu em uma publicação na rede social. O novo projeto, que deve ficar disponível a partir de 2020, promete um sistema seguro de pagamento com base no blockchain, tecnologia que registra todas as operações virtuais mundo afora.

“Dinheiro móvel aumenta a segurança e isso é, particularmente, importante para as pessoas que não têm acesso a bancos tradicionais. Há cerca de um bilhão de pessoas que não têm conta bancária, mas têm um telefone celular”, acrescentou Zuckerberg.

A gigante tecnológica ainda apresentou a participação de cerca de 30 empresas, como Visa, Mastercard, PayPal, Uber, Spotify e a operadora de telefonia Vodafone. De acordo com o Facebook, estes parceiros vão contribuir para a criação de um sistema “seguro, escalável e de credibilidade confiável”.

Além disso, a empresa anunciou a subsidiária independente Calibra, que fornecerá serviços para enviar, gastar e armazenar a Libra por meio de uma carteira digital que estará disponível no WhatsApp, no Messenger e em um aplicativo independente, e “será regulada como outros provedores de serviços de pagamento”.

“Com o tempo, esperamos oferecer mais serviços a pessoas e negócios, como pagar contas com um botão, comprar café escaneando um código ou usando o transporte público local sem ter que carregar dinheiro ou cartão”, explicou Zuckerberg.

A empresa ressaltou que promete adotar medidas para proteger a privacidade de todos os usuários da sua carteira digital. “A não ser em casos específicos, a Calibra não dividirá informações de conta ou dados financeiros com o Facebook Inc. ou nenhum outro terceiro sem o consentimento do cliente”, finalizou.

Read More...

Destaques, Educação

Mulheres podem realizar curso gratuito de programação

A plataforma Girls 4 Tech disponibiliza um curso gratuito de programação para mulheres. A iniciativa facilita o acesso do público feminino ao mercado da tecnologia, além de promover a educação e empoderamento feminino no campo da tecnologia. O projeto, que foi lançado em 2018, inicialmente era na modalidade presencial, devido a necessidade de ampliar o seu alcance, foi implementado no ensino a distância. O curso Girls 4 Tech é feito por mulheres, totalmente gratuito, traz linguagem acessível e não exige nenhum conhecimento prévio.

Curso online gratuito de programação para mulheres

O curso conta com vídeo-aulas ministradas por desenvolvedoras da EBANX. A formação é dividida em três módulos e é complementada pelos materiais de apoio, fóruns e avaliações. Para receber o certificado é necessário concluir o curso em até 60 dias.

De modo geral, a grade curricular é composta por disciplinas que visam o aprimoramento técnico sobre HTML e CSS, além de compreender a aplicação da tecnologia no dia a dia. A inscrição no curso acontece por meio de um cadastro online. Interessados devem informar alguns dados pessoais e de contato como nome completo, cidade, e-mail, etc. Acesse o site do Girls 4 Tech e realize a sua inscrição para ter acesso a sua formação.

Bolsa de estudo para Tecnologia da Informação

Quem quiser se aprofundar ainda mais pode aproveitar também para fazer uma especialização na área da Tecnologia da Informação, com uma bolsa de estudo do Educa Mais Brasil. No site do programa, parceiro do Portal N10, é possível pesquisar os cursos disponíveis. A inscrição é gratuita.

Read More...