Destaques, Tecnologia

Ataque hacker expõe mais de 770 milhões de e-mails

Um pesquisador de segurança digital revelou a maior invasão de dados da história, o que se sobrepõe a qualquer outra ação similar cometida até agora. Esse roubo de dados expôs mais de 770 milhões de emails e 21 milhões de senhas exclusivas .

A interceptação, apelidada de “Collection #1”, contém 2.692.828.238 linhas de dados brutos de milhares de fontes diversas em potencial, de acordo com o especialista Troy Hunt.

No total, existem 1.160.253.228 combinações exclusivas de e-mails e senhas contidos em mais de 12.000 arquivos separados, que constituem 87 GB de dados de texto bruto.

Hackers-2

O ‘hack’ é considerado o maior roubo de dados na história, e o número de pessoas afetadas é superado apenas por dois incidentes do Yahoo em 2013 e 2014. “Ele se parece com um conjunto de locais totalmente aleatórias para maximizar a quantidade de credenciais para alcance de ‘hackers’ ”, disse Hunt à Wired. “Não há padrões óbvios, apenas uma exposição ao máximo”.

Os dados incluem senhas criptografadas anteriormente que foram forçadas e convertidas em texto bruto, e os arquivos mais antigos datam de 2008. As informações não foram liberadas para venda, mas foram simplesmente enviadas para a nuvem MEGA e depois para um fórum popular. de ‘hacking’.

Como resultado desse vazamento, há um alto risco de casos do chamado ‘preenchimento de credenciais’ , um ataque cibernético que consiste em usar um programa malicioso para inserir automaticamente várias combinações de e-mail/senha em uma tentativa de inserir a conta pessoal de uma ou outra pessoa.

A boa notícia é que a coleção não parece conter dados de cartões bancários ou números de seguridade social. Hunt recomenda checar o serviço “Have I Been Pwned” para saber se seu e-mail foi vítima de “hacking”.

Se encontrarmos nosso e-mail na lista, o que é muito provável, o especialista recomenda usar um gerenciador de senhas ou mesmo recorrer ao método rudimentar, mas eficaz, de escrever nossas senhas no papel. “Pode ser contrário ao pensamento tradicional, mas escrever senhas únicas em um livro e mantê-las dentro de uma casa fisicamente fechada é melhor do que reutilizar a mesma senha em toda a Internet”, escreveu Hunt em seu blog.

Read More...

Destaques, Dicas de Saúde

Hilab: Exames rápidos com laudos agora na rede Pague Menos

A Hi Technologies, empresa que desenvolve soluções tecnológicas para o setor de saúde, anuncia parceria com a rede de farmácias Pague Menos. O serviço Hilab utiliza um dispositivo inovador que cabe na palma da mão e permite obter resultados de exames mais rapidamente do que os métodos tradicionais, está disponível em unidades espalhadas por seis cidades brasileiras. O serviço visa oferecer uma nova experiência para os consumidores, agilizando o diagnóstico de exames laboratoriais e, consequentemente, do tratamento adequado.

Exames de: perfil Lipídico, TSH e Beta HCG com resultados em poucos minutos estão disponíveis em 12 unidades da rede Pague Menos distribuídas por Brasília, Campo Grande, Fortaleza, Mossoró, Natal e Piracicaba. Agora, clientes Pague Menos dessas cidades, poderão monitorar seus níveis de colesterol e triglicerídeos com mais praticidade e conforto e as mulheres em busca do teste de gravidez poderão ter resultado com laudo pronto para levar ao médico, já que o exame BETA hGC Hilab é realizado no sangue ao invés da urina como nos testes convencionais de farmácia. De forma quase indolor, o serviço Hilab associa a internet das coisas e inteligência artificial para acelerar a entrega de resultados laboratoriais.

Com apenas algumas gotas de sangue do dedo, é possível realizar exames como: TSH, exame que detecta o hipotiroidismo, Beta-hCG, utilizado para detecção de gravidez, e o de Perfil Lipídico, um grupo de exames de colesterol e suas frações pedidos frequentemente em conjunto (LDL, HDL, VLDL, não HDL, triglicerídeos) para avaliar o risco de doenças cardíacas.

Para o CEO da Hi Technologies, Marcus Figueredo, o momento é de comemorar. “Estamos felizes com a parceria. Ela permite a chegada de laboratórios remotos em regiões ainda carentes de tecnologias que oferecem serviços de qualidade a preços acessíveis”, comenta. Segundo Marcus, o apoio das farmácias confirma uma necessidade real da população de poder fazer o monitoramento e acompanhamento dos tratamentos médicos com mais agilidade e comodidade.

A VP comercial da Pague Menos, Patriciana Rodrigues destaca “essa sinergia com a Hi Technologies permitiu a ampliação dos serviços farmacêuticos realizados por nossos farmacêuticos nas salas do Clinic Farma. A partir da tecnologia da empresa, conseguiremos proporcionar mais facilidade e mais cuidado com a saúde dos nossos clientes em todo Brasil”.

Como funciona?

O sangue é coletado, inserido no dispositivo onde o resultado é “digitalizado” e transmitido instantaneamente via internet para a equipe de biomédicos da Hi Technologies, que realizam a análise e validação do material – processo dura de 5 a 10 minutos. Em seguida, o laudo com o resultado é enviado ao e-mail do paciente, mas também pode ser impresso na própria farmácia ou encontrado no site do Hilab.

A opção é uma solução também para os pacientes que têm medo de seringa, pois o sangue é coletado da ponta do dedo, fazendo com que o processo seja menos invasivo. Outra facilidade é que o paciente não precisa estar em jejum ou apresentar guia médica. Basta realizar um cadastro online, para que o paciente seja reconhecido pelo sistema e aceite os termos de uso do laboratório remoto.

SERVIÇO – RIO GRANDE DO NORTE

Mossoró – RN

Mossoró Av. Santos Dumont, 278

Natal – RN

Candelaria Av. Prudente de Morais, 6368

Read More...

Destaques, Tecnologia

Programador: conheça o profissional ligado à Tecnologia da Informação

Imagine a seguinte cena: o despertador toca às 6h e às 6h15 você desliga o modo soneca para começar a se arrumar para o trabalho. Minutos depois, o relógio já marca 7h e então você desce de elevador até o térreo ou a garagem. No caminho, se depara com sinaleiras se estiver na pista ou aguarda pacientemente o metrô chegar ao seu destino enquanto acessa o smartphone para checar o Whatsapp, o Instagram ou o Facebook. Já no trabalho, utiliza as digitais para destravar a porta biométrica, bate o ponto eletrônico e liga o computador para dar início a mais uma jornada diária.

O ponto comum entre as situações parece ser apenas a retratação de mais um dia de trabalho para milhares de pessoas, mas a semelhança reside também em outra questão: a importância da programação para o nosso cotidiano. Nesta quinta-feira, 13 de setembro, é comemorado o Dia do Programador, uma homenagem ao profissional que aplica conhecimentos de tecnologia da informação para gerar resultados esperados e facilitar o dia a dia das pessoas.

“A programação é o que você deseja que o computador faça para você. É pegar um conjunto de informações e produzir um resultado esperado. Isso pode acontecer em qualquer plataforma: desde um smartphone até um computador de mesa (desktop)”, destaca Antônio Lázaro Ribeiro dos Santos, de 42 anos, graduado em Matemática e em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Em contato com a área desde os 15 anos, quando fez o curso técnico em Processamento de Dados, o profissional já acumula diversas pós-graduações no currículo: Engenharia de Sistemas, Sistemas de Telecomunicações, além de Análise de Dados com Business Intelligence e Big Data.

A primeira homenagem oficial feita ao programador data de 13 de setembro de 2009, quando o então presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, escolheu o 256º dia do ano para decretar o feriado profissional. Por este motivo, em anos bissextos, o Dia do Programador é comemorado em 12 de setembro. A escolha não foi por acaso: 256 representa a quantidade de valores diferentes que podem ser representados em um byte, uma unidade de informação digital equivalente a oito bits.

Outro ponto curioso: o sistema de hexadecimal, muito utilizado na programação, é formado por 16 algarismos, entre números e letras, os quais permitem ao todo 256 combinações diferentes. Os números hexadecimais são regidos pela lei do sistema posicional: cada dígito tem função própria no sistema e é importante para a realização de cálculos, conversões entre outras funções.

Há aproximadamente dois anos e meio, Antônio Lázaro atua como Analista de Sistemas no Educa Mais Brasil e já integrou equipes de diversos projetos. Atualmente lida com sistemas comercias e promove a integração com centrais telefônicas. Ao analisar a própria trajetória, ressalta que o que mais chama a atenção são as possibilidades de se fazer. “Evoluímos para um estado em que podemos tomar decisões a partir da análise de dados; montamos uma planilha de resultados e fazemos projeções. Isso permite, por exemplo, saber o que será necessário comprar no supermercado no próximo mês ou torna possível criar um software para atender áreas específicas como finanças, saúde, contábil e muitas outras”, sinaliza.

Para transformar informações e alcançar resultados desejados, é utilizada uma (ou mais) linguagem de programação: Java, JavaScript, C#, Python, Delphi, PHP, SQL, Swift, Kotlin e diversas outras. “Existem linguagens que são interpretadas e outras que são compiladas, mas todas chegam ao mesmo lugar. A diferença está na produtividade e na performance, que podem trazer resultados mais rápidos. Hoje, muitas coisas são hospedadas na nuvem e tudo está voltado para a internet”, complementa Antônio.

Softwares: programação, desenvolvimento e engenharia

Entre diversas necessidades existentes no momento de criar e desenvolver softwares ou sistemas, é preciso compor equipes com profissionais habilitados para exercer funções diferentes e complementares na área de computação. Programadores, desenvolvedores, analistas, engenheiros e gestores são apenas alguns dos profissionais presentes nas equipes. Apesar de estarem envolvidos na execução do projeto, qual o papel de cada um?

O programador mantém contato direto com a estruturação do software: é o responsável por escrever o código de forma organizada e entregá-lo em funcionamento. Em geral, possui atuação individual, precisa conhecer ao menos uma linguagem e escolher a forma mais adequada de escrever o código para o perfeito funcionamento do sistema.

O desenvolvedor também pode atuar com programação, mas é responsável por verificar a execução do projeto e interagir com outros membros da equipe, profissionais de setores diversos da empresa, além de clientes e patrocinadores. Conhecer a parte técnica é importante sobretudo para tomar as decisões adequadas quando necessário.

O engenheiro de software pode programar e desenvolver, mas precisa também ser capaz de verificar a qualidade do software, o nível de confiabilidade e a capacidade de ser utilizado de forma sustentável pelo cliente. É necessário também conectar os requisitos do projeto com a codificação e a manutenção do código, o design do sistema e os testes.

Graduações

Em 16 de novembro de 2016, o Ministério da Educação (MEC) instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação na área da Computação por meio da Resolução nº 5 da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (Resolução CNE/CES nº 5/2016). O documento trouxe as principais orientações acerca dos cursos de graduação nas formas de licenciatura em Computação e de bacharelado em Ciência da Computação, em Sistemas de Informação, em Engenharia de Computação e em Engenharia de Software.

Também em 2016, o MEC lançou a terceira edição do Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, com graduações ligadas ao eixo de Informação e Comunicação. No documento, constam 14 formações tecnológicas ligadas à infraestrutura, aos processos de comunicação além do processamento de dados e informações. Estão inclusas: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Banco de dados, Defesa Cibernética, Gestão da Tecnologia da Informação, Jogos Digitais, Redes de Computadores e Segurança da Informação.

Read More...

Brasil, Destaques

Uber quer lançar táxis voadores no Brasil

(ANSA) – A multinacional Uber pretende expandir o seu projeto de táxis voadores para além das fronteiras norte-americanas, levando-o para outros cinco países: Brasil, França, Índia, Japão e Austrália.

Esses são os mercados que a empresa está considerando para o pojeto “Air”, que prometeu lançar em Los Angeles e em Dallas a partir de 2020.

O anúncio chegou durante um evento no Japão sobre transporte aéreo, em que tantas outras companhias estão desenvolvendo projetos de carros voadores, como a Boeing e a Airbus.

O Uber Air tem a intenção de lançar voos demonstrativos nos próximos dois anos e um serviço de táxis voadores a pagamento até 2023.

A companhia anunciou também que estenderá a experimentação para drones de entrega no próprio serviço Uber Eats.

A notícia, reportada pelo site “The Verge”, chega em um momento no qual a empresa norte-americana busca diversificar as suas modalidades de transporte usando bicicletas e scooters elétricas.

Além disso, na última segunda-feira (27), a fabricante japonesa Toyota anunciou um investimento na Uber de U$ 500 mil, como parte de um acordo para que um carro autônomo, sem motorista, seja desenvolvido em conjunto entre as empresas.

Read More...

Destaques, Tecnologia

Está ficando mais fácil aprender sobre Bitcoin e Blockchain em português

A Bit2Me é a principal empresa espanhola de Bitcoin e oferece seus serviços em vários países ao redor do mundo.

Após uma expansão de sua equipe de trabalho, a Bit2Me já possui 100% de serviços em português para facilitar a compra e venda de criptomoedas para usuários em Portugal e no Brasil.

Com o Bit2Me, agora os cidadãos portugueses e brasileiros podem comprar bitcoins (BTC), éteres (ETH), Dash e até Bitcoin Cash (BCH) de uma forma muito simples, rápida e segura. Eles podem fazer isso em apenas um momento através de uma transferência bancária ou com um cartão de crédito / débito.

Além disso, também podem vender seus bitcoins em poucos segundos, depois podem solicitar uma transferência em euros para sua conta bancária.

E tudo isso com 100% de suporte em português.

Depois de incluir o Ethereum, o Bit2Me se esforça para adicionar outras criptomoedas com projetos valiosos e interessantes.

Para comprar Bitcoin, Dash, Ethereum ou Bitcoin Cash com seu cartão de crédito / débito ou transferência bancária (até 20.000 euros por dia), basta criar sua conta gratuita aqui.

Bit2Me, um serviço que existe desde 2015

Desde 2015, a Bit2Me é pioneira na prestação de serviços baseados na tecnologia Bitcoin e Blockchain. Sendo a primeira empresa no mundo a converter facilmente bitcoins em euros, conectando uma rede de mais de 10.000 ATMs em toda a Espanha.

Um serviço que se destaca pela transparência, pelo contato próximo com os clientes e pela seriedade do seu trabalho.Por mais de três anos, a Bit2Me forneceu serviços de compra e venda de criptomoedas a dezenas de milhares de clientes em todo o mundo.

Como resultado de tudo isso, o volume do ano passado do Bit2Me cresceu mais de 50 vezes em relação ao volume de 2016.

Guia de Bitcoin

Mais e mais pessoas, empresas e organizações estão interessadas em aprender sobre o Bitcoin e a tecnologia que o suporta, Blockchain.

Devido ao enorme interesse que foi produzido, o Bit2Me pensou naquelas pessoas que querem aumentar seus conhecimentos e criou um dos guias mais completos que existem sobre Bitcoin e Blockchain, agora totalmente em português.

A seção Academy estará disponível em breve em português , onde mais conteúdo de qualidade e valor será oferecido à comunidade crypto.

Read More...