Destaques, Saúde

Hormônio do sono pode ser um aliado no combate ao câncer de próstata

Novembro é mundialmente conhecido como o mês oficial de conscientização e prevenção do câncer de próstata, e a campanha Novembro Azul reforça a atenção para os riscos da doença e o incentivo para os exames de rotina. De acordo com o Ministério da Saúde, o câncer de próstata ocupa a segunda posição no ranking das doenças mais comuns entre os homens, atrás apenas do câncer de pele.

Além dos exames e cuidados recomendados, manter um sono regular também pode ajudar no combate deste tipo de câncer. A melatonina, conhecida como o hormônio regulador do sono, tem potencial de retardar o crescimento dos tumores. A substância age no controle da formação de novos vasos sanguíneos, a partir da vasculatura já existente do tumor, processo chamado de angiogênese.

Segundo Renata Federighi, Consultora do Sono da Duoflex, a melatonina é produzida naturalmente em resposta à falta de iluminação, responsável por avisar o organismo que está na hora de dormir. “É fundamental que os indivíduos durmam sem a interferência da luz para não atrapalhar sua produção e prejudicar a saúde”, explica.

Durante a noite, as células precisam repousar completamente para não perder a eficiência e sofrer mutações, que podem ser as causas para o aparecimento de um câncer. “As poucas horas de sono também prejudicam o sistema imunológico e favorecem quadros inflamatórios, deixando o corpo mais vulnerável a tumores”, complementa Renata.

Um estudo feito pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, observou que níveis satisfatórios de melatonina reduziriam o risco de câncer de próstata. Foram avaliados 928 homens, nos que apresentaram altos índices do hormônio, a probabilidade de desenvolver a doença se mostrou 75% menor.

A especialista dá algumas dicas para um sono de qualidade e para que ocorra um reparo correto das funções do organismo. “É importante se atentar à postura, usar um travesseiro que ofereça conforto e sustentação para a cabeça e que alinhe a coluna, manter o ambiente arejado e o mais silencioso e escuro possível, alimentar-se de forma leve e saudável e evitar atividades estimulantes antes de dormir”, finaliza a consultora do sono da Duoflex.

Read More...

Destaques, Dicas de Saúde

4 sinais que podem indicar que você possui câncer de próstata

Assim como a grande maioria dos homens, você provavelmente não sabe por que tem esse órgão chamado “próstata” em seu corpo. Você pode não ter muita ideia de quais medidas pode tomar para cuidar disso. E certamente você veio aqui porque (como qualquer mortal) teme em apenas pensar sobre o fato de sofrer de câncer.

Para começar, você deve saber que a próstata é uma glândula localizada acima da bexiga que desempenha um papel importante na produção de sêmen (sim, o fluido que transporta o esperma).

E quanto ao câncer que afeta essa glândula? De acordo com o renomado urologista Roger Kirby, do Hospital King Edward VII na Inglaterra, esse tipo de câncer pode ser curado muito facilmente se for detectado no tempo certo. Por esta razão, todos os homens devem estar atentos para detectar qualquer um dos principais sintomas listados abaixo …

Você urina muito mais do que antes

KASPARS GRINVALDS VIA SHUTTERSTOCK

Se você perceber que ultimamente vem precisando visitar o banheiro com muito mais frequência, é provável que sua próstata esteja falhando. Se além disso, você tem dificuldade em liberar a urina, é hora de fazer um exame urgente com um especialista. O câncer de próstata frequentemente pressiona a uretra e desencadeia esses sinais.

Se você quer ficar longe desta condição, você pode consumir tomates , pois sua pele contém licopeno, uma substância ideal para evitar esse problema. Estima-se que pode reduzir o risco em até 20%.

Dor nas costas e no quadril

MOOSHNY VIA SHUTTERSTOCK

Às vezes, a dor muscular não é devido à idade, mas sim à expansão das células cancerosas da próstata até os ossos. Isso causa dor intensa nas costas e no quadril.

Portanto, se você está muito dolorido e não foi à academia durante o ano, é melhor consultar um especialista para encontrar a explicação e tirar suas dúvidas.

Inchaço nas pernas

Foto: komposita/Pixabay

Se suas pernas estão pesando e suas calças estão causando a sensação de mais apertadas do que o normal, pode não ser porque você ganhou músculo ou massa gorda. O câncer de próstata pode causar a linfa (um fluido transparente que atravessa os vasos linfáticos) e causar inchaço e dor nas pernas .

Para lutar contra células cancerosas, é aconselhável consumir omega-3, que você pode encontrar em alimentos como peixe e nozes.

Dor e queimadura

Foto: Derneuemann/Pixabay

Muitos homens sofrem de dor severa no auge da próstata e, em vez de tomar as precauções necessárias, esperam que ela alivie por si só. Mas eles não devem: Dr. Kirby afirma que isso pode ser uma dor neuropática, que ocorre quando o câncer ataca os nervos e os ossos do corpo.

Um fator que pode desencadear câncer de próstata é o estresse, um vício muito comum em nossa sociedade, cuja verdadeira nocividade é percebida por poucos.

Nossa recomendação? Preste atenção a estes sinais e cuide da próstata: ninguém pode fazê-lo melhor do que você.

Read More...

Dicas de Saúde

Próstata: 5 informações que todo homem com mais de 45 anos deve saber

Com o decorrer do tempo, o homem deve ficar atento com a sua saúde. O que pouca gente sabe é que – por volta dos 45 anos – a próstata aumenta de tamanho naturalmente, sem necessariamente se tornar um tumor maligno. Conhecido como hiperplasia benigna da próstata (HBP), a condição atinge cerca de 14 milhões de brasileiros, segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia, e não está relacionado ao câncer de próstata.

Segundo o urologista Anuar Mitre, Membro do Núcleo Avançado de Urologia do Hospital Sírio-Libanês, diferente do câncer, a HBP está relacionada ao inchaço da glândula que obstrui parcial ou totalmente a uretra, manifestando alguns sintomas que merecem atenção e muitas vezes passam despercebidos na rotina dos homens, como jato urinário fraco, gotejamento e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

Para auxiliar no cuidado com a saúde masculina, o especialista listou 5 curiosidades sobre a próstata que todo homem com mais de 45 anos deve saber:

1-) A chance do homem apresentar hiperplasia benigna dobra a cada década

A HBP é a doença mais comum da próstata e prejudica a qualidade de vida do homem, afetando sua rotina e vida sexual. A partir dos 50 anos, a condição torna-se bastante comum.

2-) Alguns fatores favorecem o crescimento da próstata

Fatores genéticos, diabetes, obesidade e tabagismo estão entre os fatores de risco. Ter uma vida saudável, com alimentação equilibrada, podem ajudar a diminuir as chances de apresentar a condição.

3-) A HBP não evolui para o câncer de próstata

De acordo com o especialista, o crescimento da próstata não evolui para o câncer de próstata. Porém, é preciso ficar atento aos sintomas para começar o tratamento.

A doença começa silenciosa, aumentando aos poucos a frequência de urinar. Com o tempo, pode causar dor e a sensação de que a bexiga nunca se esvazia.

4-) Já existe no Brasil procedimento minimamente invasivo para tratar a doença

Casos mais leves são tratados com medicamento, porém, mais de 30% dos pacientes precisam de cirurgia para reduzir o tamanho da glândula.

O tratamento mais avançado no Brasil atualmente é a cirurgia a laser, não invasiva, sem limite para o volume de próstata. A tecnologia conhecida como GreenLight é mais rápida, evita sangramentos e não oferece risco para pacientes cardíacos. Além disso, o tratamento de vaporização da próstata por meio do laser reduz o tempo de internação e recuperação – o paciente só precisar ficar internado por cerca de 24 horas.

5-) Após os 40 anos já é indicado avaliação de rotina

Apesar do alerta para a realização do exame de prevenção, quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista. Para prevenir o surgimento dos sintomas, após os 40 anos de idade, já é indicado ir ao médico regularmente. Além do histórico do paciente, devem ser realizados exame físico geral, urológico completo e exames laboratoriais.

Read More...

Dicas de Saúde

Próstata: 5 informações que todo homem com mais de 45 anos deve saber

Com o decorrer do tempo, o homem deve ficar atento com a sua saúde. O que pouca gente sabe é que – por volta dos 45 anos – a próstata aumenta de tamanho naturalmente, sem necessariamente se tornar um tumor maligno. Conhecido como hiperplasia benigna da próstata (HBP), a condição atinge cerca de 14 milhões de brasileiros, segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia, e não está relacionado ao câncer de próstata.

Segundo o urologista Anuar Mitre, Membro do Núcleo Avançado de Urologia do Hospital Sírio-Libanês, diferente do câncer, a HBP está relacionada ao inchaço da glândula que obstrui parcial ou totalmente a uretra, manifestando alguns sintomas que merecem atenção e muitas vezes passam despercebidos na rotina dos homens, como jato urinário fraco, gotejamento e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

Para auxiliar no cuidado com a saúde masculina, o especialista listou 5 curiosidades sobre a próstata que todo homem com mais de 45 anos deve saber:

1-) A chance do homem apresentar hiperplasia benigna dobra a cada década

A HBP é a doença mais comum da próstata e prejudica a qualidade de vida do homem, afetando sua rotina e vida sexual. A partir dos 50 anos, a condição torna-se bastante comum.

2-) Alguns fatores favorecem o crescimento da próstata

Fatores genéticos, diabetes, obesidade e tabagismo estão entre os fatores de risco. Ter uma vida saudável, com alimentação equilibrada, podem ajudar a diminuir as chances de apresentar a condição.

3-) A HBP não evolui para o câncer de próstata

De acordo com o especialista, o crescimento da próstata não evolui para o câncer de próstata. Porém, é preciso ficar atento aos sintomas para começar o tratamento.

A doença começa silenciosa, aumentando aos poucos a frequência de urinar. Com o tempo, pode causar dor e a sensação de que a bexiga nunca se esvazia.

4-) Já existe no Brasil procedimento minimamente invasivo para tratar a doença

Casos mais leves são tratados com medicamento, porém, mais de 30% dos pacientes precisam de cirurgia para reduzir o tamanho da glândula.

O tratamento mais avançado no Brasil atualmente é a cirurgia a laser, não invasiva, sem limite para o volume de próstata. A tecnologia conhecida como GreenLight é mais rápida, evita sangramentos e não oferece risco para pacientes cardíacos. Além disso, o tratamento de vaporização da próstata por meio do laser reduz o tempo de internação e recuperação – o paciente só precisar ficar internado por cerca de 24 horas.

5-) Após os 40 anos já é indicado avaliação de rotina

Apesar do alerta para a realização do exame de prevenção, quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista. Para prevenir o surgimento dos sintomas, após os 40 anos de idade, já é indicado ir ao médico regularmente. Além do histórico do paciente, devem ser realizados exame físico geral, urológico completo e exames laboratoriais.

Read More...

Saúde

Exames de próstata passarão a ser oferecidos pelo SUS

Uma notícia muito boa foi divulgada no Diário Oficial da União nesta quarta – feira (26). A partir de agora a detecção do câncer de próstata pode ser feita precocemente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Foi criada a lei 13.045, que determina que a população que utiliza os serviços oferecidos pelo SUS, obrigatoriamente terão que fazer o exame de próstata, caso seja solicitado por um médico, que deverá ser um profissional capacitado e que tenha ciência de tudo que se refere a detecção e a prevenção da doença.

Segundo informações do Inca (Instituto nacional do câncer), o câncer na próstata é o segundo mais comum entre os homens brasileiros, perdendo apenas para o de pele não melanoma.

Read More...