Educação

Estudos alertam que a mudança demográfica modificará educação no Brasil

O Brasil está passando por uma mudança demográfica que deve modificar a educação daqui a alguns anos. As projeções de pesquisas de órgãos estatísticos sobre dados demográficos para o país indicam uma diminuição no número de nascimentos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), a população brasileira só deve crescer até 2042 e o número de filhos por mulher pode cair a partir de 2034. Daqui até lá, uma notícia pode transformar o panorama educacional: com menos alunos e com salas de aulas mais preparadas para a queda de natalidade, a expectativa é de que a qualidade no trabalho do professor melhore.

Porém, ainda no século XXI, um dos desafios dos professores são as salas cheias, com alunos de idades diferentes e com conhecimentos tecnológicos que alguns docentes não estão capacitados para usar. Para a professora do ensino básico, Edna Pereira, acostumada com a sala de aula há mais de 15 anos, conseguir acompanhar o ritmo dos adolescentes que nasceram na era digital é um grande desafio da sua profissão. “Ainda tem professores que estão enraizados na sua formação do século XX, pois precisamos de formação continuada para que os educadores consigam, hoje, enfrentar os seus desafios”, explica, chamando atenção para a necessidade do investimento na educação continuada dos professores.

Segundo o IBGE, 2042 vai ser o ano em que o país atingirá seu ápice populacional. Serão 228,3 milhões de brasileiros e, nesse contexto, as creches terão seu papel de destaque. Depois, o número só vai diminuir, segundo o órgão. Assim, diante desse panorama, a redução do número de nascimentos para as próximas décadas deve modificar o cenário da educação para as próximas gerações. Por isso, especialistas apontam que as salas estarão mais organizadas, os professores terão menos carga de trabalho e mais tempo para preparar as aulas, proporcionando maior atenção para cada aluno.

Contudo, enquanto o futuro não chega, já é possível fazer a diferença na vida de estudantes mesmo com poucos investimentos. O exemplo vem do município Malhada de Pedras, interior baiano, que melhorou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) a partir de projetos de incentivo à leitura. De acordo com a secretária Municipal de Educação do município, Edna Pereira, o investimento em todos os níveis de educação, desde o infantil até o nono ano do ensino fundamental possibilitou, junto com o incentivo à leitura, o progresso estudantil. “A gente tem, nas escolas, projetos de leitura durante todo o ano que, inclusive, renderam, em 2015/2016, a premiação Jornalismo Undime, falando sobre o projeto de leitura de Malhada, que fez avançar o Ideb”, esclarece a secretária.

Professores da nova geração

No Brasil, apenas 2,4% dos jovens de 15 anos têm interesse em seguir a área acadêmica, enquanto que na, década passada, o percentual era de 7,5%, segundo dados do relatório “Políticas Eficientes para Professores”, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Os motivos são diversos como a desvalorização da carreira pedagógica e o baixo salário.

Indo na contramão da pesquisa e apostando na educação de qualidade, a professora de Fotografia, Natália Silva, 24, enxerga na sua atuação a possibilidade de passar conhecimentos adiante. Ela, que se formou em Jornalismo, passou em uma seleção para dar aulas em um ensino técnico. “Enxerguei a possibilidade de exercer a minha profissão de um modo distinto do que vinha atuando”, conta a professora estreante na profissão.

Natália acredita, ainda, que a digitalização é o futuro da educação. “Quando digo isso, não falo somente da modalidade EAD, vai muito além disso. Eu acho que as escolas precisam se acostumar em usar a tecnologia para o bem delas, proporcionando aos alunos a possibilidade de tirar dúvidas e descobrir curiosidades em tempo real, por exemplo, além de várias outras metodologias de aprendizado”, argumenta a jovem.

Read More...

Educação

Prêmio ‘Educador Nota 10’ escolhe professor do ano no próximo dia 30/09

O Prêmio Educador Nota 10, que este ano chega a sua 22ª edição, já tem os nomes dos professores vencedores. Entre 4.876 educadores de todo o Brasil que inscreveram seus projetos, 10 foram selecionados para demonstrar como ideias inovadoras podem transformar a educação. Temáticas como gestão escolar, modernidade, protagonismo feminino e juvenil e preconceito estão entre os projetos em destaque.

A próxima e última etapa agora é a escolha – entre os dez – do Educador do Ano. A cerimônia de premiação ocorrerá no próximo dia 30 de setembro, em São Paulo. Até lá, a população também poderá escolher o seu projeto favorito na Votação Popular #EsseProjetoé10. Dessa maneira, além de ser escolhido o educador pelo júri, o segundo eleito pelo público receberá uma homenagem especial. Para escolher o seu melhor projeto, basta clicar aqui.

Todos os premiados receberão diploma de participação, assinatura digital de NOVA ESCOLA e R$ 15 mil – além disso, as escolas em que trabalham recebem R$ 1 mil. Já o Educador do Ano também recebe R$ 15 mil e sua escola será contemplada com $ 5 mil.

Entre os critérios para a escolha estão a equidade e inclusão como valores, didática específica da área, inspiração para aplicabilidade do projeto em outros contextos entre outros. Todos os projetos passam por avaliação de uma Academia de Selecionadores e Jurados, que é composta por especialistas em cada área do conhecimento.

Em 2018, o projeto De Pai para Filho, da professora Ivonete Dezinho, de Naviraí (MS) foi escolhido com 24,82% dos votos populares. O título de Educador do Ano ficou com o professor de História José Marcos Couto Júnior, do Rio de Janeiro. Com o projeto Caravanas, Marcos utilizou a música de Chico Buarque para discutir a relação do negro na sociedade brasileira, trabalhando também sobre a invisibilidade social.

O Prêmio Educador Nota 10 é realizado pela Fundação Victor Civita (FVC) em parceria com a Fundação Roberto Marinho. A premiação tem ainda apoio da NOVA ESCOLA e patrocínio da Fundação Lemann e da Somos Educação.

Read More...

Destaques, Processo Seletivo

Governo do RN abre processo seletivo para professores e especialistas

A Secretaria de Educação do RN divulgou a abertura de processo seletivo simplificado para composição de cadastro de reserva, que tem por objetivo a contratação de professores e especialistas de educação temporários. Esses profissionais terão contrato por tempo determinado para atender às eventuais necessidades existentes na Rede Estadual de Educação. As inscrições são realizadas, exclusivamente, pela internet, no portal do SIGEduc, até o próximo domingo (11).

O processo seletivo destina-se a selecionar candidatos dos ensinos fundamental, médio e suas modalidades de acordo com as seguintes opções: 1) Unidades Escolares – Base Comum, 2) Educação Profissional, 3) Educação do Campo (espaços escolares), 4) Educação do Campo (espaços não escolares), 5) Educação Escolar Quilombola, 6) Educação Escolar Indígena (espaço escolar), 7) Educação Escolar Indígena (espaços não escolares), além das opções 8) Unidades Prisionais, 9) Centros de Atendimento Socioeducativo e 10) Especialista de Educação, em conformidade com a legislação acima enunciada.

Esses educadores poderão ser contratados para atuar nas unidades escolares das 16 Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIREC) e no Sistema Prisional e Socioeducativo do RN.

Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o site do SIGEduc (www.sigeduc.rn.gov.br) e, seguir os seguintes passos: na tela inicial, clicar no item Outros, que consta no menu lateral esquerdo do site, em seguida clicar no item Concurso. O navegador carregará o local onde o candidato selecionará a opção a qual deseja se inscrever e preencherá a ficha de inscrição. A ficha de inscrição para o processo seletivo está disponível, exclusivamente na internet, até as 23h59 do dia 11 de agosto.

Os contratos terão vigência de até um ano, prorrogáveis por até 12 meses. O número de vagas para temporários não será previamente definido devido a variabilidade da demanda. “A publicação de vagas com a respectiva convocação dos candidatos selecionados ocorrerá a posteriori, em qualquer data dentro da validade do processo seletivo”, afirma a Secretaria. O edital tem validade de um ano, prorrogável por mais um, contando a partir da data de publicação.

A remuneração do professor temporário, com nível superior será igual ao do professor graduado do quadro funcional do magistério público estadual em início da carreira: R$ 2.686,25 para uma jornada de trabalho com 30 horas semanais. Enquanto que a remuneração para o professor de nível médio, exclusivamente para os componentes/áreas de Ciências Agrárias e Língua Materna, será de R$ 1.918,75.

Os candidatos doadores de sangue, os que trabalharam na Justiça Eleitoral e as doadoras de leite materno, têm direito à isenção da taxa de inscrição, de R$ 35,00, mediante o cumprimento das normas estabelecidas no Edital. O resultado da isenção será conhecido no dia 13 de agosto.

Os candidatos que concorrerem às vagas e forem portadores de necessidades especiais deverão declarar sua condição no ato de inscrição. O candidato que não realizar esta declaração perderá o direito de concorrer a tais vagas. O interessado deverá apresentar laudo médico com o código referente à Classificação Internacional de Doenças – CID no dia da entrega dos documentos à DIREC.

Após a inscrição e pagamento da taxa ou deferimento da isenção, o candidato deve ir à sede da respectiva DIREC com os documentos exigidos no edital para que seja realizada a efetivação da inscrição. É imprescindível que toda a documentação seja entregue até o dia 14 de agosto, às 13h00. Será eliminado o candidato que não apresentar toda a documentação exigida. Os documentos, critérios de avaliação, recursos e prazos estão disponíveis no edital.

Todos os atos oficiais relativos ao processo seletivo serão publicados no Diário Oficial (www.diariooficial.rn.gov.br) e divulgados no portal da Secretaria de Educação do RN (www.educacao.rn.gov.br). O resultado preliminar do seletivo será publicado no dia 26 deste mês e, o resultado final, no dia 30.

Clique aqui e confira a íntegra do edital publicado na edição desta quarta-feira no Diário Oficial do RN.

Cronograma

  • Período de inscrição via internet – 07 a 11/08/2019
  • Solicitação para a isenção via internet – 07 a 09/08/2019
  • Divulgação do resultado da isenção – 13/08/2019
  • Entrega da documentação na sede da DIREC – 07 a 14/08/2019
  • Período de homologação das inscrições – 15 a 23/08/2019
  • Resultado preliminar – 26/08/2019
  • Interposição de Recurso – 27/08/2019
  • Resultado final – 30/08/2019

Se você quer ficar por dentro das novidades de concurso público e processo seletivo no Rio Grande do Norte, participe do nosso grupo no Facebook (clique aqui). Agora, se pretende focar nos estudos com os mais variados materiais para concurso, clique aquiQuer bolsa de estudo com até 70% de DESCONTO? Clique aqui e saiba mais!

Read More...

Destaques, Processo Seletivo

SME abre seleção para professores e coordenadores em Natal

A Secretaria Municipal de Educação de Natal, por meio da Comissão Permanente de Concurso Público (Compec/SME), publicou no Diário Oficial do Município o edital nº 03/2019 de seleção simplificada para as funções de professores-alfabetizadores e coordenadores de turmas, que atuarão no novo Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos, denominado “Aprendendo Mais”.

As inscrições seguem abertas até o dia 02 de agosto de 2019, das 8h às 14h – na sala da Compec na Secretaria Municipal de Educação (Rua Fabrício Pedroza, 915 – Areia Preta – 5º piso – sala 509). O edital com todas as informações necessárias para o processo de seleção está disponível clicando aqui.

Poderão disputar as vagas de professores-alfabetizadores pessoas com nível médio de Magistério ou curso superior de Pedagogia, enquanto para coordenador é exigido nível superior com licenciatura plena em Pedagogia. Os salários são de R$ 1,5 mil para coordenadores e R$ 1,2 mil para os professores.

A seleção ocorrerá em duas fases distintas, cada uma delas eliminatória, sendo a primeira, análise curricular e a segunda, uma carta de intenção, que deverá ser produzida pelo candidato. Após a avaliação, a Secretaria Municipal de Educação divulgará uma classificação e convocará os selecionados de acordo com a necessidade do Programa “Aprendendo Mais”.

Os interessados deverão preencher o formulário de inscrição na sala da Compec/SME, e, consequente, a entrega dos documentos, que deverão estar em envelope tamanho ofício, com nome, CPF, data de nascimento escritos na frente.

Deverão ser entregues, também, cópias, acompanhadas da apresentação dos respectivos originais: currículo; RG; CPF; comprovante de residência; uma foto 3/4; escolaridade; a experiência profissional, a partir de 2014, deve ser comprovada mediante apresentação de declaração expedida pelo órgão empregador em papel timbrado, contendo CNPJ, endereço completo, inclusive telefone, nome legível, função e carimbo do funcionário responsável ou apresentação de Carteira Profissional original e cópia; as declarações que comprovem experiência profissional devem explicitamente informar o período trabalhado, início e fim com dia, mês e ano.

Segundo o edital, a carga horária do Programa Aprendendo Mais será de 20h semanais, sendo 12h30min em sala de aula, distribuídas de segunda à sexta-feira, no turno noturno; e mais 7h30min para confecção de materiais, produção de portfólio, encontros pedagógicos, dentre outras atividades pedagógicas.

Ao ser convocado, o professor-alfabetizador atuará com uma turma de alfabetização composta, no mínimo, por 25 alunos não alfabetizados. Já os coordenadores de turmas vão assessorar os professores-alfabetizadores e respectivas turmas, analisando as demandas no planejamento, em busca de resoluções, entre outras funções.


Se você quer ficar por dentro das novidades de concurso público e processo seletivo no Rio Grande do Norte, participe do nosso grupo no Facebook (clique aqui). Agora, se pretende focar nos estudos com os mais variados materiais para concurso, clique aquiQuer bolsa de estudo com até 70% de DESCONTO? Clique aqui e saiba mais!

Read More...

Concurso Público, Destaques

Prefeitura do Natal convoca 24 professores aprovados em Concurso Público

A Prefeitura do Natal convocou 24 candidatos aprovados no concurso público de Provas e Títulos para o provimento de cargos de Professor de N1 e N2 do quadro de pessoal efetivo do Município. Eles são os últimos candidatos aprovados no concurso público de 2015 (Edital nº 24/15 – SME), que foi prorrogado pela Portaria nº 1375/2017. A convocação foi divulgada no Diário Oficial do Município desta terça-feira (30).

Foram nomeados dois professores de Português, dois professores de Língua Inglesa, quatro professores de Matemática, um professor de Geografia, um professor de História, quatro professores de Educação Física, dois de Ciências, quatro professores de Arte Dança e quatro professores de Arte Música.

Todos os convocados (veja aqui) deverão, no prazo máximo de 30 dias corridos a partir da data de publicação no DOM, comparecer à Comissão Permanente de Concurso Público (Compec) da Secretaria de Educação, situada à Rua Fabrício Pedroza, 915 – Areia Preta, sala 509, das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira, a fim de receberem as instruções sobre a documentação necessária para a contratação. Não assim fazendo, os aprovados perdem o direito à convocação.

+ Novos concursos públicos previstos para Natal em 2020

Novo concurso

A Secretaria Municipal de Educação (SME) aproveitou para informar que está em processo de estudo um edital para a realização de novo concurso efetivo para professores. Em breve, novidades sobre quantitativo de vagas e demais informações.


Se você quer ficar por dentro das novidades de concurso público e processo seletivo no Rio Grande do Norte, participe do nosso grupo no Facebook (clique aqui). Agora, se pretende focar nos estudos com os mais variados materiais para concurso, clique aquiQuer bolsa de estudo com até 70% de DESCONTO? Clique aqui e saiba mais!

Read More...