Esporte

Caso Fifa: Interpol emite alerta para prisão de um brasileiro e 5 estrangeiros

A pedido da Justiça dos Estados Unidos, a Interpol emitiu um alerta internacional para a prisão de dois ex-dirigentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e quatro executivos acusados de extorsão, conspiração e corrupção. Entre os procurados está o brasileiro José Margulies, dirigente da empresa Valente Corp. e Somerton.

Os dois ex-dirigentes da Fifa na lista são o ex-vice-presidente, Jack Warner, de Trinidad & Tobago, e o ex-membro do Comitê Executivo da entidade, Nicolás Leoz, do Paraguai. O argentino Alejandro Buzarco, dirigente da empresa de marketing esportivo Torneos y Competencias, também está na lista, que inclui ainda seus compatriotas Hugo Jinkis e Mariano Jinkis, dirigentes da empresa Full Play Group S.A, do mesmo ramo.

O alerta serve para avisar aos países membros da Interpol que as pessoas listadas são procuradas pela justiça de algum país e devem ser extraditadas. No comunicado, a Interpol informa que seu papel é o de ajudar na identificação e localização dos procurados e que não pode obrigar os países a efetuar as prisões. Chamado de Red Notice (alerta vermelho), o alerta não tem força de mandado de prisão internacional.

Read More...

Esporte

Após prisões, Maradona chama Blatter de ‘ladrão’

(ANSA) – Inimigo declarado do presidente da Fifa, Joseph Blatter, o ex-craque argentino Diego Armando Maradona não perdeu tempo em celebrar a prisão de sete cartolas da entidade máxima do futebol mundial, resultado de uma investigação do FBI. Em entrevista à rádio local “LaRed”, o ex-jogador afirmou que a Justiça norte-americana fez um trabalho “impecável” e que quer ver se o suíço vencerá a eleição para a presidência da confederação, a princípio marcada para sexta-feira (29).

“Diziam que eu era louco, mas hoje [27] o FBI disse a verdade. A Fifa não vê problema em tirar o dinheiro das pessoas, em cobrar o estacionamento mais caro, o ingresso mais caro. A Fifa odeia o futebol e a transparência. Se essa denúncia for concreta, cuidado”, declarou Maradona.

Para completar, o ex-craque ainda publicou em sua página no Facebook uma foto de Blatter com a legenda “ladrão”, escrita em espanhol, italiano e inglês. Entre as sete pessoas presas na Suíça, está o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin. As investigações envolvem mais de 10 cartolas, mas o mandatário da Fifa ainda não foi diretamente atingido pelo inquérito, que apura crimes de extorsão, fraude e lavagem de dinheiro.

Read More...