Educação

Prêmio ‘Educador Nota 10’ escolhe professor do ano no próximo dia 30/09

O Prêmio Educador Nota 10, que este ano chega a sua 22ª edição, já tem os nomes dos professores vencedores. Entre 4.876 educadores de todo o Brasil que inscreveram seus projetos, 10 foram selecionados para demonstrar como ideias inovadoras podem transformar a educação. Temáticas como gestão escolar, modernidade, protagonismo feminino e juvenil e preconceito estão entre os projetos em destaque.

A próxima e última etapa agora é a escolha – entre os dez – do Educador do Ano. A cerimônia de premiação ocorrerá no próximo dia 30 de setembro, em São Paulo. Até lá, a população também poderá escolher o seu projeto favorito na Votação Popular #EsseProjetoé10. Dessa maneira, além de ser escolhido o educador pelo júri, o segundo eleito pelo público receberá uma homenagem especial. Para escolher o seu melhor projeto, basta clicar aqui.

Todos os premiados receberão diploma de participação, assinatura digital de NOVA ESCOLA e R$ 15 mil – além disso, as escolas em que trabalham recebem R$ 1 mil. Já o Educador do Ano também recebe R$ 15 mil e sua escola será contemplada com $ 5 mil.

Entre os critérios para a escolha estão a equidade e inclusão como valores, didática específica da área, inspiração para aplicabilidade do projeto em outros contextos entre outros. Todos os projetos passam por avaliação de uma Academia de Selecionadores e Jurados, que é composta por especialistas em cada área do conhecimento.

Em 2018, o projeto De Pai para Filho, da professora Ivonete Dezinho, de Naviraí (MS) foi escolhido com 24,82% dos votos populares. O título de Educador do Ano ficou com o professor de História José Marcos Couto Júnior, do Rio de Janeiro. Com o projeto Caravanas, Marcos utilizou a música de Chico Buarque para discutir a relação do negro na sociedade brasileira, trabalhando também sobre a invisibilidade social.

O Prêmio Educador Nota 10 é realizado pela Fundação Victor Civita (FVC) em parceria com a Fundação Roberto Marinho. A premiação tem ainda apoio da NOVA ESCOLA e patrocínio da Fundação Lemann e da Somos Educação.

Read More...

Destaques, Educação

Administração e Pedagogia são os cursos com maior número de vagas no Sisu 2019.2

Usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingressar em uma universidade pública é possível por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Com oferta de vagas semestral, na segunda edição deste ano o programa do governo federal tem a maior oferta de número de vagas (59.028), cursos (1.731) e instituições participantes (76) em todo o país.

Em relação aos cursos com maior número de vagas disponíveis, ocupam o topo do ranking Administração e Pedagogia, com 1.996 e 1.989 vagas, respectivamente. Na terceira posição está Ciências Biológicas, com 1.748 oportunidades.

Estão também entre os cursos com mais vagas o de química, com 1.720; matemática (1.619); engenharia elétrica (1.542); física (1.520); direito (1.459); medicina (1.446); engenharia civil (1.425); e educação física (1.215). Já os estados com mais vagas são Rio de Janeiro, com 12.937; Minas Gerais, com 8.479; Bahia, com 6.745, e Paraíba, com 5.990.

A maior parte das vagas, 30.149 (51,07%) é em período integral. Neste semestre, são ofertadas 19.458 (33%) vagas noturnas.

Consulta de vagas Sisu 2019.2

Desde o dia 23 de maio o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou a consulta de vagas no site do Sisu. Lá é possível pesquisar por curso, instituição ou município.

Sobre o Sisu 2019.2

As inscrições para o Sisu do segundo semestre têm início nesta terça-feira, 04, e seguem abertas até a próxima sexta-feira, 07 de junho. O procedimento deve ser realizado no site do Sisu mediante número de inscrição e senha cadastrada no Enem 2018. O processo seletivo será constituído de uma única chamada regular, que será divulgado no dia 10 de junho de 2019.

Quem não for selecionado na chamada regular pode solicitar participação na lista de espera no período entre 11 de junho de 2019 até as 23 horas e 59 minutos do dia 17 de junho. Somente será possível concorrer a um dos cursos para qual optou concorrer na chamada regular.

*Com informações da Agência Brasil

Read More...

Empregos e Estágios

São José de Mipibu (RN) abre vagas de bolsa monitoria para alunos de Pedagogia

A Secretaria Municipal de Educação de São José de Mipibu – município que fica a 31 km de distância de Natal, divulgou o edital de processo seletivo destinado à concessão de Bolsa Monitoria para estudantes que estejam cursando Pedagogia. O valor da bolsa é de R$ 500,00.

As inscrições ocorrem de 29 a 30 de janeiro de 2019, na Secretaria de Educação – com sede na Rua 26 de julho, nº 08, Centro, das 8h às 13h.

Além do comprovante de inscrição, é necessário apresentar no ato: Número do RG e CPF; Comprovante de residência; Uma resma de papel ofício A4.

Haverá apenas umas fase de classificação, que é composta de Avaliação Dissertativa com, no mínimo, 15 linhas e, no máximo, 20 linhas e pontuação de 0 a 10 – conforme o edital disponível em nosso site para consulta.

Inicialmente serão corrigidas as redações dos candidatos que estão cursando a partir do 3° período. Em caso do não preenchimento das vagas pelos candidatos citados acima, serão corrigidas as redações dos demais candidatos.

Este Processo Seletivo tem o prazo de validade de acordo com o calendário escolar de 2019, a contar da data de publicação da homologação do resultado final. As vagas serão preenchidas de acordo com a ordem de classificação, atendendo às necessidades das Escolas e/ou CMEIS.

Para mais informações, clique aqui e confira o edital completo. Se quiser esclarecer qualquer dúvida, o contato com a Secretaria pode ser feito através do número (84) 32733341 ou pelo e-mail: sjmrnprefeitura@gmail.com.


Se estiver buscando uma oportunidade de ingressar no ensino superior, ou até mesmo à procura de cursos técnicos, a hora é essa! Clique aqui e conheça as oportunidades com até 70% de desconto nas mensalidades.

Read More...

Educação

Conheça os 15 cursos de graduação preferidos das mulheres

A figura da mulher educadora e cuidadora ainda é forte nas cadeiras das instituições de ensino superior do Brasil, apesar da presença feminina em todas as áreas de conhecimento. A constatação foi feita pelo site Quero Bolsa ao avaliar dados apurados pelo Censo do Ensino Superior, do Ministério da Educação (MEC). O curso de Pedagogia é disparado o mais ocupado por elas, com 93% do total de alunos (veja o ranking abaixo).

Os 15 cursos preferidos das mulheres:

1. Pedagogia

2. Direito

3. Administração

4. Enfermagem

5. Ciências Contábeis

6. Psicologia

7. Serviço Social

8. Gestão de Recursos Humanos

9. Fisioterapia

10. Educação Física

11. Arquitetura e Urbanismo

12. Engenharia Civil

13. Nutrição

14. Medicina

15. Farmácia

Na análise mais detalhada, o curso de Pedagogia perde apenas a preferência entre as universitárias com menos de 25 anos de idade e que estudam em faculdades privadas. Neste caso, o curso de Direito possui o maior número de mulheres matriculadas, seguido por Administração e Pedagogia. Entre as estudantes acima de 30 anos, também há diferenças no perfil das que cursam o ensino público e privado. Apesar da liderança de Pedagogia em ambos os grupos, as alunas que estudam em universidades estaduais e federais preferem as carreiras de Licenciatura. A graduação em Letras – com suas variadas habilitações – aparece em segundo lugar, enquanto Matemática, História e Geografia ocupam, respectivamente, o quinto, sexto e sétimo no ranking. O curso de Direito ocupa apenas a nona colocação.

“É possível concluir que após os 30 anos de idade, as mulheres buscam áreas de atuação onde o ingresso de profissionais mais velhos não é um obstáculo, caso da carreira de professor. Além disso, os cursos de licenciatura oferecidos por instituições públicas são menos disputados do que outras carreiras, o que seria um facilitador ao ingresso. Isto poderia ser explicado, em parte, pelo fato de que muitas mulheres, por ter jornada dupla em casa e no trabalho, julgam ter menor tempo de preparação para disputar os cursos mais disputados”, avalia Pedro Balerine, diretor de inteligência de mercado do Quero Bolsa.

Já entre as alunas das faculdades privadas, Direito ocupa o segundo lugar e os cursos de Enfermagem, Psicologia, Fisioterapia e Nutrição passam a figurar entre os 15 mais procurados pelas mulheres. “Provavelmente, elas levam em consideração uma combinação de fatores. Um deles é o custo do curso versus a possibilidade de remuneração futura. Nesse caso, em via de regra, o mercado de saúde oferece salários melhores do que a área de educação. Ou seja, já que é necessário investir tempo e dinheiro na faculdade, é melhor que a perspectiva de ganho seja mais promissora. Também é importante lembrar que as opções de cursos de licenciatura são mais limitadas na rede privada”, explica Balerine.

Presença feminina

A participação feminina no ensino superior tem se mantido estável em 57% do total de alunos matriculados entre 2009 e 2016, período avaliado pela área de inteligência do Quero Bolsa. Ao longo desses anos, porém, houve uma queda expressiva no total de mulheres com mais de 30 anos nas faculdades brasileiras. Em 2009, elas representavam 45% das alunas matriculadas, enquanto em 2016 (último ano com dados disponíveis) eram apenas 20%. Na avaliação do diretor de Inteligência do Quero Bolsa isso leva a crer que o ingresso delas no ensino superior tem ocorrido cada vez mais cedo, possivelmente graças aos programas de incentivo como financiamentos e bolsas de estudo.

Os dados apurados pelo MEC em 2016 se equivalem quando analisada a participação das mulheres no programa Quero Bolsa. Elas eram 59,8% do total de bolsistas, sendo que 21% delas tinham 30 anos ou mais.

Read More...

Processo Seletivo

São José de Mipibu (RN) abre vagas de Bolsa Monitoria para alunos de Pedagogia

A Secretaria Municipal de Educação de São José de Mipibu (RN) torna público a abertura de vagas para o processo seletivo de Bolsa Monitoria que visa o suporte para as Escolas Municipais e/ou Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI).

Os bolsistas convocados cumprirão suas atividades nos termos da legislação vigente, sem qualquer vínculo empregatício com a instituição e de acordo com normas e diretrizes da secretaria de educação. Os candidatos selecionados deverão atuar na Educação Infantil (níveis II e III) e nas turmas de Ensino Fundamental I e II (no apoio de alunos com deficiências que não realizem as atividades educacionais com independência, bem como inerentes à alimentação, higiene e locomoção.

De acordo com o edital, o valor das bolsas concedidas será no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) nos termos da legislação vigente.

Inscrições

Poderá inscrever-se o aluno que estiver regularmente matriculado no curso de Pedagogia de qualquer entidade Superior Pública ou Privada; cursando a partir do 1° semestre letivo; não ter vínculo empregatício e possuir idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos no ato da inscrição.

Os interessados em participar do processo seletivo, deverão preencher o formulário (disponível no edital) e entregar entre os dias 30 e 31 de janeiro de 2018 na Secretaria Municipal de Educação, das 8h às 13h.

Para mais informações, confira o edital abaixo:

EDITAL PROCESSO SELETIVO – SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Read More...