Mundo

Presidente da Turquia diz para Rússia ‘não brincar com fogo’

(ANSA) – O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, respondeu às duras falas de seu homólogo russo, Vladimir Putin, e afirmou que a situação envolvendo os dois países não é uma ‘brincadeira’. “Avisamos cordialmente a Rússia para não brincar com o fogo.

Apoiar o regime de [Bashar al] Assad na Síria, que matou mais de 380 mil pessoas, significa jogar com o fogo. Atingir grupos de oposição que tem uma legitimidade internacional com a desculpa de lutar contra o Estado Islâmico significa brincar com o fogo” destacou o presidente.

Segundo Erdogan, o governo russo está “usando” o abatimento do caça como desculpa para “atormentar” os cidadãos turcos significa “brincar com o fogo” também. O líder se referia a todas as medidas punitivas impostas por Moscou para prejudicar a Turquia.

Read More...

Mundo

Atentado deixa mais de 30 mortos na Nigéria

(ANSA)- Ao menos 32 pessoas morreram e 80 ficaram feridas em decorrência de um ataque suicida registrado na noite passada em uma parada de caminhões em Yola, no nordeste da Nigéria. A maior parte das vítimas eram vendedores ou pessoas que passavam pelo local no momento da explosão, informou a polícia do estado de Adamawa.

O atentado foi atribuído aos fundamentalistas islâmicos do grupo Boko Haram, que há anos atacam a área. Yola é capital do estado de Adamawa, área que concentra as atuações da organização jihadista no país. A última ação na região foi registrada no final de outubro, quando 42 pessoas foram mortas e mais de 100 ficaram feridas. O grupo, que deseja implantar um regime fundamentalista no país, já matou ao menos 20 mil e causou o deslocamento de 1,5 milhão de pessoas nos últimos seis anos.

Read More...

Mundo

86 pessoas morrem em atentado na Turquia

(ANSA) – Ao menos 86 pessoas morreram em Ancara, na Turquia, após duas explosões serem registradas durante uma manifestação que pedia a paz no país. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou o atentado. “Rechaçamos energicamente este ataque que é dirigido contra a união do país. Somos contra qualquer forma de terrorismo”, acrescentou.

Além das vítimas fatais, calcula-se que mais de 180 pessoas tenham ficado feridas, sendo que 28 delas estão hospitalizadas em estado grave de saúde, informaram fontes do governo. O ataque aconteceu nas proximidades da estação central de trens da cidade, pouco antes de ter início uma marcha para denunciar a crescente onda de violência entre milícias curdas e as forças de segurança turcas. A três semanas de cruciais eleições antecipadas, o ato foi organizado por sindicatos locais, grupos de esquerda e representantes curdos.

O premier turco, Ahmet Davutoglu, convocou uma reunião de emergência para debater a segurança do país, enquanto os principais líderes políticos pausaram suas campanhas eleitorais para visitar o local do ataque. Até o momento nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado, realizado com homens-bomba.

Diante da tragédia, o grupo armado PKK, de origem curda, declarou cessar-fogo unilateral no confronto contra forças turcas no sudeste do país. Itália – O presidente italiano, Sergio Mattarella, lamentou o episódio de violência e condenou fortemente o “ato covarde, que mostra a necessidade urgente de combater a praga do terrorismo”.

Read More...

Mundo

Após escândalo, CEO da Volkswagen deixa cargo

(ANSA) – Após o escândalo que abalou a imagem da Volkswagen no mundo, o CEO da montadora, Martin Winterkorn, anunciou sua demissão do cargo nesta quarta-feira (23). A medida foi divulgada após uma reunião em que o CEO prestou esclarecimentos ao conselho de supervisão da marca.

“Precisamos de um novo começo. No quadro desse novo início, o CEO Martin Winterkorn propôs sua demissão e a presidência aceitou”, afirmou em nota o conselho. O anúncio ocorre três dias após a empresa ter assumido que fraudou resultados na emissão de testes antipoluição nos Estados Unidos, fato que teria afetado cerca de 11 milhões de veículos.

De acordo com o jornal britânico “The Guardian”, essa adulteração pode provocar a emissão de uma tonelada de gases poluentes ao ano. A descoberta fez com que o governo alemão abrisse uma investigação sobre a empresa, para apurar o que de fato aconteceu e punir os responsáveis pelo escândalo em uma das marcas-símbolo da Alemanha.

Ainda hoje, a porta-voz da União Europeia para o Mercado Interno, Lucia Caudet, encorajou “todos os Estados-membros a realizar as investigações necessárias e informar a Comissão Europeia” sobre as descobertas. A dúvida é que a fraude possa ter ocorrido também em carros produzidos no continente. Segundo Caudet, o bloco econômico tem “tolerância zero” para casos desse tipo. Apesar desta quarta ter marcado uma retomada positiva nas ações da Volks, que fechou em alta de 7,92% na Bolsa de Frankfurt, a empresa acumulou perdas de 24 bilhões de euros nos últimos dois dias.

Read More...

Mundo

Papa e Fidel Castro trocam presentes durante encontro em Havana

(ANSA) – O papa Francisco teve um encontro particular com o ex-presidente cubano Fidel Castro neste domingo (20), confirmou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi. O conteúdo da conversa não foi revelado, mas o representante vaticano afirmou que a reunião foi realizada em “tom informal e amigável”. Ela foi concretizada na casa do líder da Revolução Cubana e contou com a presença de filhos e netos de Castro. Antes de viajar para Cuba, o próprio Lombardi confirmou que havia a possibilidade dos dois se reunirem, mesmo que o encontro não estivesse na agenda do Pontífice. Segundo o porta-voz, a vontade de reunir Jorge Mario Bergoglio e Fidel havia sido expressada até pelo atual presidente e irmão de Fidel, Raúl Castro.

Foto: Ismael Francisco/ Cubadebate

Foto: Ismael Francisco/ Cubadebate

Durante a visita do papa Francisco à casa de Fidel Castro, o ex-presidente cubano presenteou o Pontífice com o livro “Fidel e a religião”, do teólogo brasileiro Frei Betto. Segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, o líder da Revolução Cubana escreveu na dedicatória: “Para o papa Francisco em ocasião de sua visita a Cuba, com a admiração e o respeito de todo o povo cubano”.

Em troca, Jorge Mario Bergoglio deu de presente alguns livros religiosos e a encíclica escrita por ele sobre o meio-ambiente, a “Laudato Si”, e outra exortação feita pelo Papa, a “Evangelii gaudium”. Entre as publicações, estão dois livros do padre italiano Alessandro Pronzato, traduzidos para o espanhol, “La Nostra Bocca si Aprì al Sorriso e “Vangeli Scomodi”. Além dessas duas obras, Francisco deu ainda uma coletânea de discursos e orações, também gravadas em cd, pelo padre Armando Llorente – que foi professor de Castro no colégio dos jesuítas de Belen.

Read More...