Agora, Brasil,

União executa multa de R$ 88 milhões de Neymar com a Receita

(ANSA) – A União foi à Justiça e cobrou nesta quarta-feira (27) pouco mais de R$ 88 milhões do atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, em decorrência de supostas irregularidades em negócios do astro e da sua família entre os anos de 2011 e 2013.

A medida partiu de uma ação realizada pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) para cobrar a dívida do atleta. A transferência do atacante do Santos para o Barcelona também foi incluída no caso.

O camisa 10 do clube parisiense foi autuado em 2015 a pagar uma multa de R$ 188 milhões, tendo a Receita Federal afirmado que Neymar sonegou mais de R$ 60 milhões entre 2011 e 2013. Além disso, incidiram multas e juras sobre o valor.

Na oportunidade, o craque recorreu no Fisco no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) e anulou parte da dívida. Entretanto, os cálculos da Receita Federal mostram que há uma dívida restante no valor de R$ 69 milhões.

A quantia cobrada nesta atual ação, é esse valor de R$ 69 milhões, mas com correção de juros desde que foi autuada.

A decisão partiu do juiz Roberto da Silva Oliveira, da 7ª Vara Federal de Santos. Na ação, a PGFN colocou como corresponsáveis o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, a mãe, Nadine Gonçalves, e as empresas Neymar Sport e Marketing, N&N Consultoria Esportiva e Empresaria e N&N Administração de Bens.

Read More...