Destaques, Família

Os benefícios de dedicar mais tempo para os filhos

Dedicar um tempo adequado para os filhos se tornou uma grande luta para os pais nos dias de hoje. Eles passam o dia no trabalho, e quando chegam em casa têm que se dividir com os afazeres do lar, o descanso, as mídias sociais e as crianças, essas cada vez ganhando menos horas de atenção dos seus responsáveis. Uma pesquisa realizada em Israel, pelo professor Amos Rolider, aponta que os pais dedicam apenas 14 minutos e meio por dia a suas crianças no país, uma queda alarmante se comparada há 20 anos, em que disponibilizavam duas horas por dia.

Os dados são preocupantes, já que os pais deveriam desempenhar uma das tarefas mais elementares do homem na terra, que é cuidar de seus descendentes e passar valores para eles. Afinal de contas, de todos os seres vivos, o homem é o que mais depende do seus ancestrais. O Rabino Samy Pinto, responsável pela Sinagoga Ohel Yaacov, compartilha um pouco da sabedoria milenar judaica e destaca os benefícios de disponibilizar um grande período de tempo para as crianças e adolescentes, e também as consequências de ser ausente na vida deles.

Gere amor e seja um modelo

Filho de DJ Khaled é capa do disco Grateful

Foto: Reprodução/Youtube

Não se encontra entre os seres vivos relações tão fortes entre pais e filhos, marido e mulher, irmãos e, até mesmo, relação com os avós, como nos seres humanos. Diferente dos outros seres, em que seus filhotes criam dependência muito mais rápido, o homem tem uma dependência maior de seus progenitores. E a dedicação de tempo dos pais para com a criança gera um fenômeno muito interessante: o amor. “A dependência gera o amor. Aquele que doa, produz amor, e aquele que recebe, produz admiração. Vê naquele que doa, modelo educativo”, comenta Samy.

Essa admiração, consequência do amor criado, fará com que a criança e o adolescente vejam nos pais um modelo significativo a seguir: ele vai poder andar, transformar e melhorar o mundo, porque a dependência gerou nele um ser amado, pronto para atuar na sociedade. “Essa pesquisa dos 14 minutos e meio nos dá um alerta, a falta de tempo para com os filhos fará com que eles saiam desta relação muito desequipados, inseguros e suscetíveis a uma série de influências não desejáveis dentro da sociedade”, comenta o rabino Samy.

Seja um porto seguro e não um fornecedor de presentes

Hoje em dia, uma característica muito presente nos lares é que pai e mãe trabalham fora, isso faz com que exista um cansaço dentro do lar. Os pais já chegam exaustos em suas casas, trazendo menos tempo de convivência, e menor disposição física e emocional para tratar os filhos. Em muitos casos, essa ausência causa nos pais o sentimento de culpa, que, para compensar, acabam retirando limites e criando uma situação de presentes e de mimo para que as crianças apreciem eles. “Sem limites e com excesso de presentes, nós criamos, ao invés de filhos, príncipes e princesas tiranos. Porque eles nos exigem cada vez mais, não no aspecto intelectual e emocional, mas sim no aspecto material”, adverte o rabino.

Outra consequência negativa, da tentativa de compensar a ausência, é a crise de autoridade dos pais, tornando as crianças e adolescentes mais agressivos. “Um bom tempo dedicado aos nossos filhos fará com que eles nos vejam, na concepção original do modelo educativo, como um porto seguro para ajudá-los a alçarem voos”, completa.

Criança Tablet Tecnologia Computador

Foto: Pixabay

Desligue a TV e o Smartphone

Não é somente o fato de que pai e a mãe trabalham fora e chegam cansados em casa que diminui a disposição deles de se dedicarem aos seus filhos. Recentemente, os aparelhos eletrônicos ganharam grande espaço na vida das pessoas, e o uso inadequado e exagerado deles vem substituindo o tempo precioso para se estar com as crianças. De acordo com o rabino Samy, “cada vez mais, as horas que poderiam ser usadas para estreitar um bom relacionamento com os filhos, estão sendo usadas para sites de relacionamentos, e outras atrações eletrônicas disponíveis no mundo da Internet”.

Para a sabedoria milenar judaica, o melhor educador de um ser humano é o seu pai e sua mãe. “Eles são insubstituíveis e intransferíveis, não se pode passar está missão para qualquer outro. São eles que têm todas as condições de trabalhar como modelos, com tempo, para entregar ao mundo homens e mulheres que poderão fazer a diferença na sociedade”, conclui o Rabino Samy Pinto.

Read More...

Meio Ambiente

Projeto busca recursos para devolver onças para à natureza

Parceria inédita no setor de proteção animal lançou no último dia 6 de junho um crowdfounding para captar recursos em favor das onças que vivem nos cativeiros mantidos pela Associação Mata Ciliar, em Jundiaí a 60 km da cidade de São Paulo. O Toca da Onça prevê instalações adequadas para abrigar os animais e também a criação de espaços para que sejam readaptados à vida silvestre, e reintroduzidos na natureza. A ação é fruto de parceria entre a OSCIP Ampara Animal, o Instituto 100% Animais e a Mata Ciliar.

A atriz Cléo Pires, ativista da proteção animal, é a madrinha do projeto, que pretende arrecadar pelo menos R$ 500 mil reais. (http://www.kickante.com.br/tocadaonca).

Atualmente, a Associação Mata Ciliar abriga 700 animais – entre os quais 16 onças, pintadas, suçuaranas e negras, sendo que 16 delas precisam de espaços mais adequados. Todos os anos são atropelados pelo menos 475 milhões de animais silvestres nas estradas do pais (Centro de Estudos de Ecologia em Estradas). Ocorre que 90% são pequenos vertebrados cujas mortes passam praticamente despercebidas. Mas desse total, pelo menos 40 milhões são animais de porte médio como macacos e gambás, por exemplo, e cerca de 5 milhões são animais de grande porte, como onças, lobos e capivaras.

“A devastação no habitat das onças é um processo crescente, por isso há cada vez mais animais em cativeiro”, afirma Cristina Harumi da Associação Mata Ciliar. “Os animais sofrem acidentes graves, acabam sendo resgatados e passam a fazer parte de programas de reabilitação”, completa Harumi.   As onçasque mais sofrem com o problema são as que precisam de áreas extensas para se alimentar, como a onça-pintada (Phantera onca) e a onça-parda (Puma concolor).

O Brasil não tem uma política pública eficaz capaz de proteger animais silvestres afetados pela expansão das áreas agrícolas e pela criação extensiva de gado.  No início deste ano, em Brasília, as câmeras de segurança chegaram a flagrar uma onça-parda no estacionamento.

“As onças precisam ter seu comportamento selvagem e natural preservado, e para isso, necessitam da nossa ajuda. Somos responsáveis pela degradação do habitat natural delas e consequentemente, pelas condições inadequadas que elas vivem hoje. Então, precisamos nos unir”, convoca Juliana Camargo, presidente da ONG AMPARA Animal.

Toca da Onça pretende arrecadar recursos para a construção de seis espaços adequados para abrigar os felinos resgatados (dois por ambiente) e um específico para readaptação à mata e posterior soltura.  Na natureza, cada onça ocupa, em média, um território de 100 km quadrados.  Atualmente essasonças encontram-se alocadas em espaços de aproximadamente 25m2, o que eleva o nível de estresse do animal e dificulta sua reinserção ao habitat natural.

Esta é a segunda vez que a AMPARA Animal coordena uma ação de crowdfounding em favor dos animais. O primeiro, em 2015, revertido em prol do Rancho dos Gnomos, arrecadou R$ 1 milhão de reais, em 90 dias.  Localizado em Cotia, o Rancho  protege a fauna e a flora da região.

Read More...

Agenda Cultural

Parque da Cidade recebe exposição de fotografias ao ar livre

O Parque Cidade, localizado em Natal/RN, vai receber a partir desta quinta-feira (15) a exposição de fotografias do projeto APC15, com fotos que vão do expressionismo até o surrealismo. As fotos são de todas as linhas de artes, incluindo fotos Vectro, um tipo de imagem gerada a partir de descrições geométricas de formas e tentam combinar com o meio ambiente.

Serão 15 imagens impressas em alta resolução que retratam a natureza, animais, entre outros. “Cada foto de um fotógrafo da Digi Art Photo do APC15 trabalha com o maior sensor possível, que é de 6×6 centímetros. Isso fez com que as imagens expostas apresentem excelente qualidade de impressão e melhor percepção da imagem”, explica Caio Oliveira, um dos idealizadores do APC 15.

A mostra será aberta oficialmente às 8 horas na praça de eventos do Parque, onde as fotos ficarão expostas normalmente para os visitantes, com entrada franca.

O APC15, ou Arte Foto Clube, é um projeto no qual apenas 15 fotógrafos fazem a divulgação de trabalhos fotográficos livres com proposta artística. Os fotógrafos, de diversas cidades do mundo, são considerados as revelações internacionais na área da requintada arte da fotografia digital.

O projeto busca elevar a “digi-photo-art” ao patamar das artes que conhecemos a milhares de anos. O APC15 vem trabalhando para o futuro da fotografia digital, que deu seus primeiros passos há quinze anos, e vem crescendo nesse período e se concretizando ano após ano, por ser considerada uma forma de arte sem limites. “A APC15 está no futuro da fotografia, graças aos seus excelentes fotógrafos de todos os campos”, explica Caio.

NATAL EM NATAL

Nesta quinta-feira (15), às 8h30, o prefeito Carlos Eduardo e o secretário municipal de Cultura, Dácio Galvão, farão o lançamento oficial do Natal em Natal, no auditório do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte. A programação que vai marcar o aniversário da capital potiguar começa em novembro, com o Festival Literário e vai trazer nomes de peso da cultura brasileira.

Read More...

Agenda Cultural

1ª bicicletada do Parque das Dunas

O Parque Estadual Dunas do Natal ”Jornalista Luiz Maria Alves” convida o público para participar de sua primeira bicicletada. O evento acontece no dia 4 de junho, como parte da programação da semana do meio ambiente. A bicicletada parte da Av. Engenheiro Roberto Freire (em frente ao Praia Shopping) às 8h30, seguindo caminho até o Bosque dos Namorados, totalizando 9km de percurso.

Para baixar sua ficha de inscrição, é só clicar aqui, preencher seus dados e enviar para o endereço eletrônico semanadomeioambiente2015@gmail.com.

Read More...