Mossoró

PM’s atendem pedido inusitado de crianças em Mossoró

Nesta quarta-feira, dia 17 de julho, policiais militares das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta (ROCAM) receberam um convite inusitado de dois irmãos, Nicolas e Vinícius, que estavam fazendo aniversário. As crianças queriam de presente a presença da PM em sua comemoração, pois ambas têm sonho de ser policial militar.

Os policiais de pronto aceitaram o convite e abrilhantaram a festa dos pequenos na cidade de Mossoró, no Oeste Potiguar.

“Atitudes como está enobrecem cada vez mais a atividade policial militar. Parabéns ao nobres combatentes pela atitude e prestatividade”, disse o comandante da ROCAM.

Read More...

Destaques, RN

Universitários do RN disputam competição mundial nos EUA

Estudantes da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), de Mossoró, vão disputar uma competição mundial de baja – um tipo de carro construído por eles mesmos – nos Estados Unidos, entre os dias 6 e 9 de junho. A disputa acontece no Rochester Institute of Technology, em Nova York.

A Cactus Baja, nome da equipe formada pelos universitários, tem 14 membros. Todos os envolvidos são alunos do curso de Ciência e Tecnologia e Engenharia Mecânica.

A equipe viaja no dia 27 de maio com 14 integrantes para os Estados Unidos. “É tudo muito novo para nós, vamos buscar experiência e brigar por resultados”, diz Rita Patrícia Cruz de Andrade, 24 anos, supervisora de Marketing da Cactus e aluna do curso Ciência e Tecnologia da Ufersa.

Além dos potiguares, outras duas equipes irão representar o Brasil na competição: a EESC-USP, da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP) e a Poli AVIA Lotus, da Escola Politécnica da (USP).

O que garantiu às três universidades brasileiras vaga na competição mundial foi a classificação na 25ª Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS, realizada em São José dos Campos (SP) em fevereiro último, na qual a UFERSA foi a 3ª colocada no pódio entre 79 equipes inscritas de Norte a Sul do Brasil. As equipes paulistas da EESC-USP e da Poli-USP foram respectivamente 1ª e 2ª colocadas no certame.

Todos os carros que vão participar da disputa mundial foram projetados e construídos pelos próprios estudantes.

Mas o que é baja?

O baja é veículo “off-road” (para fora de estrada), que suporta apenas um piloto. Ele é projetado para adversas condições de terreno, especialmente na terra. As competições promovidas visam estimular a construção dos bajas por estudantes através de conhecimentos adquiridos nas universidades.

Read More...

Destaques, Mossoró

Filho faz homenagem em sua formatura para mãe que vendeu doces para ele conseguir estudar

Uma história comoveu a todos na cidade de Mossoró, na região oeste do Rio Grande do Norte. O estudante Dae Sung Robson Simione da Costa, 20 anos, resolveu homenagear a mãe no dia da sua colação de grau como Técnico em Eletrotécnica. Dae Sung – o nome significa grande realização divina – decidiu entrar na cerimônia de formatura com uma bandeja de doces nas mãos, uma referência ao trabalho da mãe que viabilizou seus estudos.

Todo trabalho é digno, principalmente quando feito com muito amor. É o caso de Sandra Simione, 57 anos, que, desde que foi desligada do trabalho formal, passou a se dedicar à produção artesanal e venda de doces para criar os dois filhos. “Hoje, esse é o único rendimento da nossa família”, destaca.

Enquanto os filhos estudam, ela e o marido saem percorrem as ruas da Praça de Convivência, localizada no corredor cultural de Mossoró, oferecendo de mesa em mesa as iguarias. “Sempre pedimos licença e perguntamos se as pessoas estão interessadas em comprar. É desta forma que mantemos a nossa casa e garantimos a educação para nossos filhos”.

Dae Sung conta que o motivo de fazer essa homenagem foi o orgulho que sente da mãe desde pequeno. “O trabalho dela nunca foi motivo de vergonha para mim. Todo trabalho é digno mas eu sei o quanto é difícil sair para vender. Desde o começo, minha mãe sempre esteve comigo, me apoiando… Se eu consegui chegar onde cheguei, foi por causa do esforço dela”, reconhece. “Queria representar o trabalho e todo esforço que ela sempre teve para minha educação”.

Entrar com o filho e a bandeja de doces foi uma surpresa para Sandra. “Ele só me contou de última hora. Ele disse: ‘mãe a senhora vai descer a escada comigo, segurando os doces juntos, pois eu tenho orgulho da senhora e te admiro muito’. Ele tinha lágrimas nos olhos”, relembra Sandra, também emocionada.

O gesto do filho é fruto da educação doméstica que recebeu. “A educação externa é importante mas o que a gente aprende em casa também. Temos que educar nossos filhos dentro de casa, ensinar eles a amar e respeitar os pais, amar as pessoas. Sempre ensinei valores e meu filho não tem vergonha da minha atividade. Ao o contrário, fala com orgulho do meu esforço”.

Dae Sung conta que aprendeu a mais importante das lições: “Cada vez mais, dou valor às pequenas coisas, aos estudos e à família. Minha mãe é meu futuro. Tudo que eu faço é pensando em proporcionar um futuro melhor para meu pai e minha mãe. Com certeza, investindo na educação vou conseguir mudar a história da minha família para melhor”.

Fonte: E+B Educação | Vanessa Casaes

Read More...

Destaques, Mossoró

Estado vai pagar indenização de R$ 54 mil para filhos de paciente morto em Mossoró

Os familiares de um paciente morto por falta de leito em UTI na cidade de Mossoró vão ser indenizados pelo Estado do Rio Grande do Norte com o pagamento de R$ 4.465,00 a título de danos materiais e R$ 50 mil, por indenização em danos morais, mais juros e correção monetária.

O valor deve ser dividido igualmente entre os quatro filhos do falecido, que também tiveram direito ao pagamento de uma renda mensal, a título de pensão por morte, na quantia de 2/3 do salário-mínimo, desde a data do falecimento até quando completarem 25 anos de idade. A sentença é do juiz Pedro Cordeiro Júnior, em processo da 1ª Vara da Fazenda Pública de Mossoró.

Os autores alegaram que o pai deles foi internado no Hospital Rodolfo Fernandes em decorrência de ter contraído calazar, agravada pelo vírus HIV que ele portava, e que necessitou de transferência para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por indicação médica. Alegam que mesmo havendo determinação judicial no mesmo sentido, constatou-se a ausência de leitos de UTI, com o posterior falecimento do paciente, motivo pelo qual entendem ser cabível indenização por danos morais e materiais.

Assim, ajuizaram Ação Indenizatória contra o Estado do Rio Grande do Norte com o objetivo de obter provimento jurisdicional que lhe assegure indenização por danos morais e materiais, cumulada com pensão, em razão de omissão do ente público na prestação do serviço de saúde, ante a ausência de leitos de UTI, o que ensejou a morte do pai dos autores.

Em sua defesa, o Estado alegou que no caso em questão não ficou constatado que o falecimento do paciente tenha se dado por conduta ou omissão do Estado, tendo em vista o grave estado em que se encontrava, pedindo pela improcedência do pedido autoral.

Decisão

Para o magistrado Pedro Cordeiro Júnior, no processo em questão, ficou verificada a omissão do ente público na prestação do serviço de transferência para a UTI solicitada, tendo em vista a inexistência de leitos suficientes para a demanda exigida, o que impossibilitou a internação do falecido. “Em que pese as alegações do demandado quanto ao estado gravíssimo do genitor dos autores, é incabível que o Estado não tenha disponíveis leitos de UTI que atendam a todas as situações existentes”, comentou.

Segundo o juiz, por mais que o estado da vítima fosse grave, ela ainda estava viva e com possibilidade de tratamento, tanto que o médico indicou a transferência para a unidade de terapia intensiva, presumindo-se que o quadro poderia ser revertido em caso de atendimento adequado.

O juiz Pedro Cordeiro explicou ainda que, embora não se possa ter certeza de que a transferência para um leito de UTI iria levar o paciente à cura ou à melhora do seu estado de saúde, não há como ignorar que efetivamente houve omissão do ente público em garantir o atendimento médico necessário ao cidadão, tendo, inclusive, descumprido decisão judicial em tempo hábil.

Como ficou presumida a culpa do Estado na situação descrita no processo, considerou que cabia a ele comprovar qualquer excludente de sua responsabilidade, ou mesmo demonstrar que tomou as medidas cabíveis para a não ocorrência do evento danoso. “Entretanto, não restando evidenciadas essas excludentes e as provas acostadas indicam que a omissão na prestação dos serviços de saúde pode ter favorecido o óbito do paciente, mostra-se caracterizada a responsabilidade civil da Administração Pública”, concluiu o magistrado.

Read More...

Destaques, Mossoró

Prefeitura de Mossoró anuncia que não vai promover carnaval em 2019

A Prefeitura de Mossoró anunciou que “não vai haver carnaval em 2019 com recursos municipais”. A medida visa conter gastos e direcionar investimentos para serviços essenciais, a exemplo do pagamento da folha salarial do funcionalismo, programa Semear, entre outros.

“Estamos anunciando que não será realizado carnaval em 2019 porque precisamos manter rigorosamente em dia o cronograma de pagamento do servidor, além de investir em programas para o homem do campo, como o Semear, que consiste na compra de sementes e óleo diesel para o corte de terra. São ações que devem ser realizadas no início ano para aproveitamento das primeiras chuvas”, informa a prefeita Rosalba Ciarlini.

Medida vem no mesmo período em que a Prefeitura de Ielmo Marinho decidiu suspender a realização do carnaval que seria feito com recursos próprios e destinar o valor para investimentos na rede municipal de ensino.

Em reunião com diretores de escolas e com a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec), o prefeito Dr. Cássio, explicou que os recursos que seriam destinados à festa serão destinados para a climatização das salas de aula do município.

Read More...