Mundo

Bolsonaro diz que Macron deve ‘retirar insultos’ contra ele

(ANSA) – O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (27) que, se o francês Emmanuel Macron “retirar os insultos” contra ele, o Brasil pode considerar aceitar a ajuda de US$ 20 milhões oferecida pelos países do G7 para combater os incêndios na Amazônia.

Questionado por jornalistas na manhã desta terça-feira sobre os motivos que levaram o Brasil a rejeitar o auxílio financeiro, Bolsonaro disse que não tinha recusado. “Eu falei isso? Eu falei? Jair Bolsonaro falou?”, rebateu o presidente.

A informação de que o Brasil recusaria a verba foi dada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e pela assessoria do Palácio do Planalto. “Primeiramente, o senhor Macron deve retirar os insultos que fez à minha pessoa. Primeiro, ele me chamou de mentiroso. Depois, pelas informações que eu tive, de que a nossa soberania está em aberto na Amazônia”, afirmou Bolsonaro.

“Para conversar ou aceitar qualquer coisa da França, que seja das melhores intenções possíveis, ele vai ter que retirar essas palavras e daí a gente pode conversar”, ressaltou. “Primeiro ele retira [os insultos], depois ele oferece [ajuda], daí eu respondo”.

Read More...