Mundo

Policiais encapuzados matam 18 manifestantes no Iraque

(ANSA) – Homens encapuzados dispararam nesta terça-feira (29) contra manifestantes na cidade santa de Karbala, ao sul de Bagdá, no Iraque, matando ao menos 18 pessoas.

De acordo com fontes locais, os tiros partiram de membros das forças de segurança do Iraque, que vestiam máscaras pretas e coletes. O ataque ocorreu durante o quinto dia consecutivo de manifestações em cidades do Iraque, em protesto contra a corrupção, por mais emprego e serviços públicos de qualidade.

Nos últimos dias, mais de 70 pessoas morreram nas ruas. Trata-se da segunda onda de protestos violentos no Iraque somente em outubro. Há duas semanas, no início do mês, 157 pessoas ficaram feridas em manifestações.

Read More...

Mundo, Notícias

Temer publica mensagem de apoio às vítimas do terremoto na fronteira entre Iraque e Irã

O terremoto de magnitude 7,3, que atingiu uma área montanhosa na fronteira entre Irã e Iraque, no último domingo (12), deixou cerca de 400 mortos e já ultrapassa os seis mil feridos. Em solidariedade, o presidente Michel Temer, publicou em sua rede social nesta segunda-feira (13), mensagem de apoio às vítimas da localidade.

“Triste a notícia do trágico terremoto em região de fronteira entre o Irã e o Iraque. Estendemos nossa solidariedade aos que perderam entes queridos, aos que se feriram, aos povos amigos desses dois países”, disse o Temer em seu Twitter.

O epicentro que foi no extremo oeste do Irã, a 20 quilômetros da fronteira com o Iraque, perto da cidade de Halábja, também foi sentido na Turquia, em Israel, no Kuwait e no Paquistão. O tremor aconteceu às nove e dezoito da noite, horário local, quase quatro horas da tarde no Brasil.

Famílias e equipes de bombeiros ainda estão no local tentando encontrar pessoas nos vários edifícios que vieram ao chão depois do sismo. Segundo notícias locais, algumas pessoas falaramm sobre o ocorrido. Um homem disse que o terremoto foi tão forte que ele despencou da varanda. Um menino contou que uma parede caiu em cima dele. Uma mulher disse que estava tentando sair de casa na hora, mas bateu a cabeça e cortou as mãos em cacos de vidro.

Várias pessoas no norte do Iraque e do Irã estão se dispondo a ajudar e proporcionando abrigos para os atingidos nas cidades mais afetadas.

Read More...

Mundo

Estado Islâmico perde sua última cidade entre Síria e Iraque

(ANSA) – As forças militares da Síria e milícias do Iraque anunciaram nesta quinta-feira (9) terem retomado o poder da cidade de Abukamal, na fronteira entre os dois países.

O município era o último bastião do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em toda a região. Dezenas de combatentes do EI tinham se alocado em Abukamal após a reconquista das cidades de Mosul, Raqqa, todas usadas como base do grupo terrorista.

De acordo com a emissora estatal de televisão síria, a retomada de Abukamal confirma que o Estado Islâmico perdeu todos os seus territórios ao longo do rio Eufrates.

As operações contra a organização terroristas foram conduzidas em diversas frentes, parte delas realizada pela coalizão entre Rússia, Iraque e Síria, e outra liderada pelos Estados Unidos.

Para as mais recentes novidades do Mundo, clique aqui!

Read More...

Mundo

Alimentos envenenados intoxicam 800 refugiados no Iraque

(ANSA) – Cerca de 800 refugiados sofreram intoxicação com alimentos distribuídos em centros de acolhimento em Mossul, no Iraque. De acordo com as Nações Unidas, 300 pessoas estão em condições graves e uma mulher morreu até o momento. O incidente ocorreu na noite de segunda-feira (12), no campo de refugiados de Hassam Sham, a cerca de 20 quilômetros de Mossul, onde forças militares tentar combater o grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Entre os alimentos contaminados, estavam porções de arroz, frango, sopa e iogurte, os quais foram consumidos no “iftar”, refeição para a quebra do jejum diário durante o Ramadã.

No campo de refugiados de Hassam Sham vivem mais de 6 mil pessoas, as quais deixaram Mossul quando o Estado Islâmico tomou a cidade.

O caso tem gerado repercussão internacional pelo fato da Arábia Saudita acusar o Catar pelo envenenamento dos alimentos, já que uma ONG catari financiada pela RAF foi a responsável pela distribuição da comida aos refugiados. A RAF é uma entidade promovida pela família real do Catar e fornece ajuda humanitária em países muçulmanos. Mas os sauditas consideram a instituição uma organização terrorista. No último dia 5, a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, o Egito, o Iêmen e o Bahrein romperam suas relações com o Catar, acusando o país de apoiar o terrorismo e ser tolerante com o Irã e a Irmandade Muçulmana. O gesto ocorreu após o presidente norte-americano, Donald Trump, visitar a região e pedir que a Arábia Saudita se juntasse aos EUA para criticar o Irã.

Read More...

Mundo

Atentado terrorista do EI mata ao menos 80 no Iraque

(ANSA) – Pelo menos 80 pessoas morreram em um atentado com caminhão-bomba em um posto de gasolina na cidade de Hilla, a 120 km da capital Bagdá.

O ataque tinha como principal alvo um ônibus de peregrinos iranianos que voltavam a seu país após terem participado de uma festividade xiita. A ação foi reivindicada pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), de orientação sunita.

A milícia vem perdendo posições no Iraque, principalmente nos arredores de Mosul, maior cidade ainda sob seu comando e que é alvo de uma operação de reconquista por parte do Exército. O Irã, de maioria xiita, é um dos principais aliados de Bagdá na luta contra o EI.

Read More...