Destaques, RN

Servidores da saúde protestam em frente ao hospital Walfredo Gurgel

Na manhã desta sexta-feira (22), os servidores da saúde estadual, em greve há 17 dias, realizaram um ato público em frente ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho, no hospital Walfredo Gurgel. Durante o ato, a saúde fez um ‘trancaço’ de 1h na porta do Pronto Socorro do maior hospital do Estado como forma de protesto contra o atraso dos salários. Apenas atendimento de urgência e emergência foi encaminhado ao hospital.

A categoria também protestou contra a reforma da Previdência do Governo Federal que foi enviada pelo presidente Jair Bolsonaro na última quarta-feira (20), e as condições de trabalho nos hospitais públicos do RN.

Como é de praxe em toda greve da saúde, os servidores do Walfredo Gurgel expuseram o Mural da Vergonha, onde denunciam o déficit no quadro de funcionários e a falta de medicamentos e de materiais básicos nas unidades de saúde do estado.

Até o momento, “a governadora Fátima Bezerra (PT) não recebeu a saúde para apresentar uma proposta de negociação. Tratamento totalmente diferenciado para os servidores da segurança que foram atendidos nos primeiros dias do seu Governo sem estarem em greve”, diz o movimento grevista.

Portanto, a greve da saúde continua e na próxima segunda-feira (25), às 9h, no auditório do Sinpol, haverá uma nova assembleia da categoria para discutir e aprovar um calendário de mobilizações na semana que se inicia o carnaval. “A saúde estará na rua e na folia protestando contra o atraso dos salários e a reforma da Previdência”, finaliza o SindsaúdeRN.

Read More...

Destaques, RN

Jovem morre após cair de torre eólica no RN

Um jovem de 26 anos morreu após cair de uma torre no Complexo Eólico Cutia e Bento Miguel, localizado entre as cidades de São Bento do Norte e Pedra Grande – distantes 130 km da capital.

Diego Ferreira da Silva, 26 anos, trabalhava na montagem de uma torre da eólica, quando sofreu o acidente. Após o acidente, ele ainda foi socorrido e levado para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, mas não resistiu e veio a óbito nessa quinta-feira (24).

Segundo informações dos familiares, Diego caiu de uma altura de aproximadamente 32 metros. O jovem teve múltiplas fraturas pelo corpo, sendo que a parte do crânio foi a mais atingida.

Ainda não há informações oficiais sobre o que causou o acidente, mas os familiares cogitam acidente de trabalho. Segundo o canal Bentofernandense, Diego Silva era Natural de Parazinho e funcionário da empresa Rosseti Engenharia, de Santa Catarina.

Read More...

RN

Durante greve, vigilantes devem manter 70% do efetivo em hospitais públicos

A juíza Daniela Lustoza Marques determinou que o restabelecimento imediato do trabalho dos vigilantes que atuam nos hospitais públicos do Rio Grande do Norte, com 70% da força de trabalho lotada em cada unidade de saúde do Estado.

A tutela de urgência foi concedida pela juíza titular da 11ª Vara do Trabalho de Natal,no julgamento de uma Ação Civil Pública, movida pelo Governo  contra o Sindicato dos Vigilantes (Sindsegur).

A greve dos trabalhadores da segurança privada, iniciada há uma semana, atingiu a rede de hospitais públicos mantidos pelo estado.

Com a paralisação dos vigilantes, o funcionamento dos hospitais está comprometido. Por exemplo, no Hospital Walfredo Gurgel, o principal do estado as visitas foram suspensas por falta de segurança.

Em caso de descumprimento da decisão da Justiça do Trabalho, o Sindesegur poderá sofrer multa diária no valor de R$ 50 mil.

Read More...

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Larissa cobra regularização de cirurgias e escalas médicas em Natal e Caraúbas

A deputada Larissa Rosado (PSB) apresentou requerimentos, em caráter de urgência, solicitando a regularização dos procedimentos cirúrgicos ortopédicos do Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, e das escalas médicas do Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira da Silva, no município de Caraúbas. O pleito busca melhorar a situação de superlotação do Walfredo, bem como regularizar os atendimentos de pacientes na unidade de Caraúbas.

De acordo com a parlamentar, representantes do Sindsaúde-RN alegam que os pacientes que dependem de cirurgia ortopédica no Walfredo, muitas vezes, esperam de dois a três meses pelo procedimento.

“Além de ser desumano tal tratamento, essa espera pode comprometer a saúde dessas pessoas, trazendo sequelas definitivas. Outra questão grave é que o atraso na realização dos procedimentos acaba superlotando as enfermarias e os corredores da unidade de saúde”, esclarece Larissa.

Com relação ao Hospital Regional de Caraúbas, a deputada explica que, em decorrência de aposentadorias e transferências, as escalas médicas encontram-se totalmente obsoletas, não havendo mais atendimento regular há alguns meses.

“A população assiste, inerte, o Hospital, que já foi referência na região, caminhar a passos largos para virar uma unidade básica de saúde ou, pior, fechar suas portas em função da falta de médicos”, lamenta a deputada.

Read More...

Mossoró

Governo irá investir R$ 104 milhões no Hospital da Mulher de Mossoró

Um dos maiores investimentos da área de Saúde do Rio Grande do Norte sairá do papel na atual gestão. O governador Robinson Faria assinou nesta quarta-feira (24), em Natal, a ordem de serviço para a construção do Hospital Regional da Mulher, em Mossoró. O centro de saúde terá recursos de R$ 104 milhões para construção e compra de equipamentos. A empresa vencedora do certame foi a CG Construções Ltda., de Fortaleza (CE).

A nova unidade será referência no tratamento da saúde feminina na região Oeste e, além disso, dará início a uma nova realidade à saúde pública estadual porque ajudará, diretamente, a diminuir as filas no Hospital Walfredo Gurgel, o maior do estado, que recebe diariamente dezenas de ambulâncias com pacientes vindos de todas as regiões.

“Será uma grande comodidade para milhares de potiguares que moram no interior, que não vão mais ter que viajar até Natal em busca de um médico”, destacou o governador. A expectativa é atender 20 mil pessoas por ano.

Para o secretário da Saúde Pública, George Antunes, “a assinatura da ordem de serviço do Hospital da Mulher é mais uma demonstração de que o governo segue firme no seu propósito de fortalecer as ações de assistência à saúde. Neste sentido, o Governo, seguindo a lógica da regionalização da assistência, continua o processo de fortalecimento da rede de atenção materno infantil, dando início a construção do mais moderno equipamento de Saúde do nosso Estado”.

O hospital atenderá, principalmente, os 62 municípios do Oeste que tem como principais cidades Mossoró, Alto do Rodrigues, Assu, Areia Branca, Apodi, Pau dos Ferros, São Rafael, Caraúbas, Patu, Tibau, São Miguel, Umarizal e Alexandria.

A unidade vai funcionar dentro dos padrões de atendimento que prioriza a Rede Cegonha. O complexo hospitalar de atenção à mulher terá leitos de observação do pronto socorro, leitos de internação e de suporte para mulheres vítimas de violência.

Além destes, terá leitos de unidade de terapia intensiva e cuidados intermediários e unidades funcionais para centro obstétrico com salas de parto humanizado e salas cirúrgicas de obstetrícia, cirurgias eletivas, banco de leite humano, casa da gestante e o centro de parto normal.

A unidade funcionará ainda como hospital campo de estágio em parceria com a Universidade Estadual do RN (UERN), para áreas de saúde e afins.

Read More...