Educação

Confira as datas dos principais vestibulares de 2020

O ingresso para a maioria das universidades públicas acontece por meio dos programas de governo, mas é preciso ficar atento. Algumas universidades reservam, apenas, uma pequena porcentagem do seu ingresso através de exames como o Sisu e Enem, sendo que maioria possui vestibular próprio com mais de uma fase e provas específicas.

A temporada de provas para os vestibulares de 2020 está chegando, principalmente para quem vai prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019: o primeiro domingo de prova será dia 3 de novembro e os candidatos terão cinco horas e meia para escrever a redação e responder 45 questões de linguagens e códigos e 45 questões de ciências humanas. No dia 10 de novembro, segundo dia de prova, serão 45 questões de matemática e 45 questões de ciências da natureza. Os participantes terão, então, cinco horas para fazer a prova.

Confira, agora, as datas de provas e divulgação de resultados das principais universidades públicas do país:

Universidade de São Paulo (USP) – Fuvest

Divulgação dos locais de prova – 14 de novembro

Primeira fase – 24 de novembro

Convocados para segunda fase – 9 de dezembro

Prova da segunda fase – 5 e 6 de janeiro de 2020

Resultados da primeira chamada – 24 de janeiro

Resultados da segunda chamada – 31 de janeiro

Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Comvest

Divulgação dos locais de prova – 25 de outubro

Primeira fase – 17 de novembro

Segunda fase – 12 e 13 de janeiro de 2020

Convocados e os locais de prova da segunda fase – 9 de dezembro

Lista da primeira chamada – 10 de fevereiro de 2020

Lista da segunda chamada – 13 de fevereiro

Universidade Estadual Paulista (Unesp) – Vunesp

Divulgação dos locais de prova – 29 de outubro

Primeira fase – 15 de novembro

Convocados para segunda fase e local de prova – 4 de dezembro

Segunda fase – 15 e 16 de dezembro

Primeira chamada – 27 de janeiro de 2020

Segunda chamada – 30 de janeiro de 2020

Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)

Cartões de inscrição – 1º de novembro

Primeira fase – 1º de dezembro

Segunda fase – 12 e 13 de dezembro

Cásper Líbero

Prova – 27 de outubro

Divulgação da 1ª chamada – 4 de novembro

Insper

Inscrições – 2 de dezembro

Taxa – R$ 200 / Com Enem: R$ 50

Primeira fase – 22 de dezembro

Segunda fase + entrevista de bolsa – 25 e 26 de janeiro de 2020

Resultado da primeira chamada – 29 de janeiro de 2020

ESPM SP

Inscrições – 5 de dezembro

Taxa: R$ 90

Prova – 8 de dezembro

Primeira chamada – 12 de dezembro

Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Primeira fase –  27 de outubro

Segunda fase – 24 de novembro

Provas específicas – 25 de novembro

Read More...

Educação

Inep firma convênio com nova instituição portuguesa

O Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe), de Portugal, passou a integrar a lista de universidades portuguesas que adotam as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de brasileiros para os cursos de graduação. Com a adesão da IESFafe, já são 42 instituições de educação superior portuguesas que usam as notas do exame.

O programa foi criado em 2014, quando algumas instituições de Portugal aceitavam os resultados individuais do Enem em seus processos seletivos. Mais de 1,2 mil brasileiros já foram estudar no país por meio dos convênios do Inep.

Para simplificar o acesso dessas instituições ao desempenho dos candidatos interessados no ensino superior português, o Inep passou a realizar os acordos interinstitucionais de cooperação. Essa troca de informação possibilitou a ampliação de possibilidades de intercâmbio educacional.

O programa do Inep, que completou cinco anos em maio de 2019, tornou-se possível com uma mudança na legislação portuguesa. O Decreto-Lei nº 36, de 10 de março de 2014, regulamentou o estatuto do estudante internacional no país europeu. Em março do mesmo ano, o Ministério da Educação de Portugal permitiu às suas instituições definirem a forma de ingresso de estudantes internacionais.

Lista das universidades portuguesas que aceitam o Enem:

1. Universidade de Coimbra (UC)
2. Universidade do Algarve (UAlg)
3. Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria )
4. Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)
5. Instituto Politécnico do Porto (P.Porto)
6. Instituto Politécnico Portalegre (IPP)
7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA)
8. Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)
9. Universidade de Aveiro (UA)
10. Instituto Politécnico da Guarda (IPG)
11. Universidade de Lisboa (ULisboa)
12. Universidade do Porto (U.Porto)
13. Universidade da Madeira (UMa)
14. Instituto Politécnico de Viseu (IPV)
15. Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem)
16. Universidade dos Açores (UAc)
17. Universidade da Beira Interior (UBI)
18. Universidade do Minho
19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu)
20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Universidade Lusófona)
21. Instituto Politécnico de Setúbal (IPS)
22. Instituto Politécnico de Bragança (IPB)
23. Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB)
24. Universidade Lusófona do Porto (ULP)
25. Universidade Portucalense (UPT)
26. Instituto Universitário da Maia (Ismai)
27. Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia)
28. Universidade Católica Portuguesa (UCP)
29. Universidade Fernando Pessoa (UFP)
30. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA)
31. Instituto Leonardo da Vinci (ILV)
32. Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Essa)
33. Universidade Lusíada – Norte
34. Universidade Lusíada
35. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)
36. Escola Superior Artística do Porto (Esap)
37. Universidade Europeia
38. Instituto Universitário de Lisboa (Iscte-IUL)
39. Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSNorteCVP)
40. Universidade Autônoma de Lisboa (UAL)
41. Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso) 
42. Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe)

Read More...

Educação

Enade: maioria dos estudantes se formou através de bolsas ou financiamento

Na última sexta-feira (4), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) apresentou o resultado do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) para os cursos de bacharelado das áreas de Ciências Sociais, Ciências Humanas e os tecnólogos de Gestão e Negócios, Produção Cultural e Design.

De acordo com os dados apresentados, dos estudantes que chegaram ao último ano da graduação, 48,1% receberam algum tipo de bolsa ou financiamento durante o curso. Outros 15,7% dos concluintes estudam em instituições públicas.

Já entre os concluintes, 30,3% chegaram ao final da graduação porque conseguiram o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni). Outros 17,8% conseguiram bolsas e financiamento com a própria instituição privada ou por empresas e organizações não governamentais (ONGs).

O Censo da Educação Superior também mostra que alunos com bolsa ou financiamento são os que menos abandonam ou desistem de concluir a graduação.

Pensando em facilitar o acesso de milhares de brasileiros ao tão sonhado diploma, o Educa Mais Brasil 2020 oferta bolsas de estudo. Com 15 anos de atuação no mercado, o programa já beneficiou mais de 1 milhão de estudantes. Acesse o site do Educa Mais e confira todas as oportunidades disponíveis. É possível encontrar bolsas com até 70% de desconto.

Read More...

Educação

Prazo do Prouni 2019 é prorrogado

Candidatos já matriculados na instituição de educação superior (IES) em que deseja se inscrever, ganharam mais tempo para concorrer às bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni). O prazo que se encerraria nesta segunda-feira, 30 de setembro, foi prorrogado pelo Ministério da Educação até 4 de outubro. As inscrições devem ser realizadas no site do programa.

As vagas remanescentes são aquelas que não foram utilizadas por desistência dos pré-selecionados ou por falta de apresentação da documentação necessária. Quem for selecionado deverá comprovar as informações prestadas na instituição de ensino nos dois dias úteis subsequentes ao da inscrição.

São aptos a participar do processo, brasileiros sem diploma de curso superior e que tenham feito qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com nota superior a 450 pontos e sem ter zerado a prova de redação. Também estão aptos professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e que não tenham participado do Enem. Estes podem se inscrever para bolsas de estudo em cursos de licenciatura.

Read More...

Educação

Prouni: instituições têm até 4 de outubro para atualizar cadastro dos bolsistas

As instituições de ensino superior parceiras do Programa Universidade para Todos (Prouni) têm até o dia 4 de outubro para atualizar o cadastro dos estudantes que possuem o benefício. A medida é obrigatória e deve ser efetuada para que os bolsistas não percam a bolsa. Esse é um papel que deve ser efetuado em conjunto entre o estudante e a universidade. 

O primeiro passo é o do estudante bolsista que deve comparecer à coordenação do Prouni da própria instituição para assinar a documentação necessária até a data estabelecida pela mesma. Posteriormente, a instituição deve acessar o Sistema Informatizado do Prouni (SisProuni), inserir a Certificação Digital e demais dados solicitados para concluir o procedimento.

Quem deve atualizar a bolsa do Prouni?

O processo só não é válido para os alunos que ingressaram na edição atual, pois os dados já constam como atualizados, por terem sido registrados recentemente. Cabe à instituição confirmar a matrícula do beneficiado no semestre em curso e do rendimento acadêmico obtido no último período letivo. Caso o coordenador Prouni não atualize a bolsa, a suspensão por ausência de renovação é automática.

O que é o Prouni?

O Prouni é um programa do governo federal voltado para estudantes que desejam ingressar no ensino superior, mas não têm condições financeiras para pagar as mensalidades do curso que almeja. As bolsas podem ser parciais ou integrais e, para participar do processo seletivo, é preciso atender aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação.

No Guia Prouni, manual criado pelo Educa Mais Brasil, programa que também oferta bolsas de estudo, é possível encontrar um material completo sobre como se candidatar a uma vaga pelo Prouni.

*Com informações do Ministério da Educação.

Read More...