Futebol Internacional

Messi acaba de se tornar o jogador de futebol mais bem pago do mundo

A revista France Football informou que tendo arrecadado 126 milhões de euros (154 milhões de dólares) até agora na temporada 2017/2018, Lionel Messi se tornou o jogador de futebol mais bem pago do mundo. Essa soma é composta de seu salário, bônus e receita acumulada de publicidade.

O camisa 10 da Argentina e do Barcelona, ​​supera Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, que no mesmo período chegou a 97 milhões de euros (118 milhões de dólares). No ano anterior os cargos foram invertidos, enquanto o português havia ganho 87,5 milhões de euros, Messi obteve 76,5 milhões.

Deve-se notar que, de acordo com um cálculo do Daily Sabah, Messi ganha aproximadamente 30 mil euros por minuto de jogo. Isto, se considerarmos que ele jogou os 90 minutos de todos os jogos disputados pelo Barcelona entre a Liga Espanhola, a Copa del Rey e a Liga dos Campeões.

Aqueles que ganham muito, mas nem tanto

Segundo o ranking da revista francesa, a lista dos jogadores mais bem pagos segue com o brasileiro Neymar (81,5 milhões de euros), o galês Gareth Bale (44 milhões) e o espanhol Gérard Piqué (29 milhões).

Também são mencionados os técnicos que mais arrecadam, considerando as mesmas variáveis ​​salariais, prêmios e publicidade. Lá, o primeiro lugar é para o português José Mourinho, com 26 milhões de euros, seguido do italiano Marcello Lippi (23 milhões), o argentino Diego Pablo Simeone (22 milhões), o francês Zinédine Zidane (21 milhões) e o espanhol Pep Guardiola (20 milhões).

Read More...

Destaques, Futebol Internacional

Cristiano Ronaldo nunca será melhor jogador da história do futebol

Torcedor, o atacante Cristiano Ronaldo, do Real Madrid e da Seleção de Portugal, é o cara do ano no futebol mundial. Aliás, ele é o cara desse e dos anos anteriores. Indiscutível. O cara ganhou tudo que disputou e cravou recordes pessoais incríveis.

Em entrevista concedida à revista francesa France Football, responsável pela entrega da Bola de Ouro ao melhor jogador da temporada, CR7 declarou ser ele o melhor jogador de futebol da história do esporte.

É óbvio que a declaração do Guapo foi no mínimo infeliz e, não somente porque há registros na história do futebol de, pelo menos, uma dezena de jogadores que o colocaria no bolso, mas porque a declaração dada à revista francesa revela a total falta da principal virtude de um grande campeão em Cristiano, a humildade.

A humildade é ingrediente insubstituível na fórmula que molda os grandes. Cristiano Ronaldo não a tem.

Além disso, não dá para dizer quem é o melhor da história no futebol. O esporte é complexo e a paixão que o cerca deixa qualquer número frio, sem importância em comparações e, sendo assim, não há como definir com exatidão qual jogador foi ou é o melhor da história. O mesmo vale para os times e seleções.

Dois exemplos em forma de perguntas: a Seleção Brasileira de 1994 é melhor que a Seleção de 1982? Quem viu as duas jogar vai cravar sem titubear: o time comandado por Telê Santana na Copa da Espanha foi muito superior ao escrete de 1994. Porém, foi o time de Romário e Bebeto que levantou a Copa.

Outra: esqueça por um instante o clubismo, a paixão pelo seu time e se atente apenas nas qualidades técnicas para responder a próxima pergunta: Quem jogou mais futebol Zico ou Cristiano Ronaldo? Zico foi um jogador extraordinário, com qualidades muito superiores as do CR7, mas os números estão a favor do português. Entendeu? É injusto comparar jogadores apenas com números. CR7 pode conquistar 30 bolas de ouro e, mesmo assim, não será melhor que Zico.

Cristiano Ronaldo nunca será o melhor jogador da história do futebol. Ele não poderá nunca ser comparado com Pelé, Maradona, Rivelino, Johan Cruyff, Piola, Klinsmann, Garrincha, Krol, Meazza, Kempes, Nilton Santos, Baresi, Batistuta, Elzébio, Di Stéfano, Mazzola, Van Basten, Ronaldo, Klose…

Do Portal N10 com o programa Frequência Esportiva*

Read More...

Futebol

Buffon, C. Ronaldo e Aguero são indicados ao Bola de Ouro

(ANSA) – A revista francesa France Football começou a divulgar nesta segunda-feira (24) os jogadores indicados ao prêmio Bola de Ouro 2016.

Entre os 30 candidatos, estão o italiano Gianluigi Buffon (Juventus), o português Cristiano Ronaldo (Real Madrid), o argentino Lionel Messi (Barcelona) e o Gareth Bale (Real Madrid). Além deles, já foram confirmados como finalistas Agüero e De Bruyne (Manchester City), Aubameyang (Borussia Dortmund), Higuaín e Dybala (Juventus) e Godín (Atlético de Madrid).

Outros candidatos serão relevados ao longo do dia. Será o primeiro troféu dado pela publicação desde o rompimento com a Fifa, confirmado em setembro deste ano.

O prêmio Bola de Ouro foi criado em 1956 pela “France Football” para eleger o melhor jogador europeu através de votos de jornalistas. Desde 1995, o prêmio aceita jogadores de outros continentes. No ano de 2010, a revista e a Fifa se uniram e criaram o troféu de melhor do mundo “Bola de Ouro Fifa”. Com isso, a eleição passou a ter votos também de técnicos das seleções. A edição de 2016, porém, não contará com a Fifa, já que não houve renovação do contrato de acordo. A revista pediu 5 milhões de euros à Fifa para continuar a parceria, proposta que foi recusada pelo presidente da entidade, Gianni Infantino.

Read More...