Destaques, Economia

Caixa estende horário de atendimento para saque do FGTS

As agências da Caixa Econômica Federal têm horário estendido em duas horas nesta segunda (16) e terça-feira (17) para facilitar o atendimento de quem deseja sacar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Nas agências, onde normalmente o atendimento começa às 11h, o horário de abertura será às 9h. Já as que abrem às 10h começarão os trabalhos às 8h e as que abrem às 9h atenderão a partir das 8h e terão uma hora a mais ao final do expediente. No caso de agências que abrem às 8h, serão duas horas a mais ao final do expediente normal.

A Caixa recomenda que, antes de se deslocar a uma agência, o trabalhador baixe o aplicativo do FGTS ou acesse o site e consulte as informações detalhadas dos valores a que tem direito, data prevista de crédito ou pagamento e o canal de atendimento.

O banco também disponibilizou uma central de atendimento telefônico específica para o Saque Imediato do FGTS: 0800 724 2019.

Depósito automático

A Caixa iniciou na última sexta-feira (13) o pagamento de até R$ 500 por conta do FGTS, chamado de Saque Imediato.

No primeiro dia, o banco creditou R$ 4,97 bilhões nas contas da Caixa de mais de 12 milhões trabalhadores. Nessa primeira etapa, foram contemplados os trabalhadores nascidos entre janeiro e abril que têm poupança ou registraram opção por crédito em conta corrente na Caixa.

Os próximos a ter acesso ao saque são os nascidos em maio, junho, julho e agosto, no dia 27 de setembro.

Em seguida, no dia 9 de outubro, será a vez de os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro. Os clientes da Caixa que têm conta corrente podem fazer o pedido de crédito por meio dos canais de atendimento.

Segundo o banco, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais disponibilizados pela Caixa.

Para aqueles que não têm conta poupança na Caixa, aberta até o dia 24 de julho de 2019, ou conta corrente, o calendário começa no dia 18 de outubro, para os nascidos em janeiro, e vai até 6 de março de 2020, para os nascidos em dezembro.

Read More...

Destaques, Dicas, Economia

Cinco dicas para aproveitar saque do FGTS e negociar dívidas

A Caixa Econômica Federal começa a liberar nesta sexta-feira (dia 13 de setembro) o saque emergencial de R$ 500 das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), aos trabalhadores que têm poupança na instituição. A liberação dessa quantia está prevista na Medida Provisória do governo federal que alterou as modalidades de saque do benefício, num esforço de injetar dinheiro na economia brasileira. Para especialistas, muitos beneficiados deverão utilizar esse dinheiro para o pagamento de dívidas e, assim, sair da situação de inadimplência.

“Muitos devedores vão aproveitar essa oportunidade ou para quitar totalmente o valor devido ou negociar para pagar parcialmente esse montante. Essa preocupação aumenta ainda mais com a proximidade do Natal, pois muitos querem estar com a situação regularizada para ir às compras”, avalia José Moniz, head de Negócios Digitais do Serviço de Cobrança Digital Negocia Fácil. Em meio a esse contexto, ele alerta para os consumidores tomarem cuidado e, dessa forma, não caírem na reincidência da inadimplência.

A análise é feita com base na pesquisa que traçou o comportamento dos brasileiros em situação de inadimplência, divulgada recentemente. O levantamento foi feito pelo Instituto Locomotiva em parceria com o Negocia Fácil. De acordo com esse estudo, 77% dos consumidores têm algum compromisso em atraso. Desse universo, 60% já haviam se endividado antes e é reincidente. Além disso, 50% dos inadimplentes contam com dívidas de até R$ 4 mil.

servidores rn
Foto: USP Imagens

A liberação faz parte de um cronograma completo, organizado pelo governo. Inicialmente, a medida se inicia com as pessoas com conta poupança na Caixa que nasceram entre os meses de janeiro a abril. A partir do dia 27 de setembro, será a vez dos trabalhadores com aniversário entre maio e agosto. Para os aniversariantes de setembro a novembro, o saque estará liberado a partir de 9 de agosto.

Já para os trabalhadores com poupança em outros bancos, o cronograma será a partir de 18 de outubro aos nascidos em janeiro. A liberação prossegue até o início de março, quando receberão esse valor os aniversariantes de dezembro. Cerca de 96 milhões de pessoas devem ser contemplados com a MP expedida pelo governo.

De acordo com a Caixa, são aproximadamente 260 milhões de contas e inativas do FGTS. Esse número é maior que a quantidade de assalariados porque muitos deles têm mais de uma conta vinculada ao fundo. Deste número, 80% têm valores de até R$ 500.

Especialista em renegociação de dívidas, o head de Negócios Digitais do Negocia Fácil apresenta cinco dicas de como o trabalhador pode aproveitar o saque para pagar as dívidas, seja a quitação ou amortizar o valor pendente. Além disso, ele mostra como se adaptar seu orçamento a partir do valor extra do FGTS para deixar a condição de inadimplente. Confira:

1 – Organize as dívidas abertas: Antes de sacar o FGTS, faça uma lista com as suas dívidas pendentes e busque mais dados sobre isso. Confira as informações sobre os valores atualizados, prazos de pagamento e também sobre as taxas de juros praticadas. A partir daí, é possível definir quais desses compromissos são prioridade na hora de fazer o pagamento.

“É preciso ter essas informações para verificar qual delas cobra mais juros e onera o orçamento do consumidor. Com isso, a pessoa consegue escolher qual dívida deve ser renegociada. Afinal, isso fica muito mais fácil quando alguém está com um certo valor em seu poder”, destaca Moniz.

2 – Negocie as dívidas: Com as informações sobre as dívidas, o próximo passo do trabalhador beneficiado com a liberação do FGTS é negociar prazos, descontos e até novas taxas de juros. O head da Negocia Fácil ressalta que as financeiras, operadoras de cartão e até empresas de cobranças oferecem condições especiais. E a tendência é uma possível intensificação dessa prática, de olho nesse valor adicional.

“Não deixe de negociar e peça benefícios, pois fica mais fácil o consumidor solicitar isso com uma certa quantia na mão. O poder de barganha por parte do devedor fica maior quando tem uma quantia como o saque adicional do FGTS. Muitas financeiras e instituições chegam a tirar parte dos juros para receber ao menos o saldo devedor”, explica.

3 – Não caia em pressões do telemarketing: Em meio à iminência do início do pagamento do FGTS, as empresas de cobrança via telemarketing devem intensificar a abordagem e as ligações junto aos trabalhadores com dívidas. Segundo Moniz, o serviço mais tradicional chega a pressionar a ponto de constranger o inadimplente, por esse motivo, ele sugere as pessoas procurarem os canais que ofereçam melhores condições, como taxas, quantidade de parcelas e descontos na hora de amortizar parte ou o valor total do saldo devedor.

Na avaliação do executivo, os canais digitais podem ser uma boa alternativa tanto em relação a desconto quanto na forma de negociação. “Os serviços dessa natureza também não fazem aquela pressão em cima do devedor como acontece com o telemarketing. Fora isso, a pessoa pode achar boas condições”, avalia.

4 – Adapte os seus gastos ao que ganha: Após negociar boas condições com o uso do FGTS, é preciso mudar os hábitos a fim de não cair mais na reincidência da inadimplência. Após renegociar ou quitar as respectivas dívidas, é preciso adequar seus gastos ao seu salário e ganhos. Para isso, é preciso avaliar as despesas para ver se algumas delas são ou não necessárias. Em caso de ser algo sem necessidade, é preciso fazer cortes.

“É preciso relacionar esses gastos e verificar se cabem nos seus ganhos. Se a conta ficar no vermelho, chegou mais que a hora de efetuar reduções ou mesmo suprimir algumas despesas. Precisamos aprender a viver de acordo com o que entra no bolso, caso contrário a pessoa vai cair sempre em uma dívida”, salienta Moniz.

5 – Evite o uso de cheque especial e cartão de crédito: Na avaliação de Moniz, os brasileiros têm o péssimo hábito de utilizar o limite do cheque especial ou o cartão de crédito como uma renda disponível. Com isso, o consumidor passa a gastar bem acima do que ganha, no entanto, não consegue arcar com essa despesa mais adiante.

“É errado a pessoa trabalhar para pagar o rotativo. Ou seja, o valor vai sempre aumentar a ponto de não conseguir pagar o uso desse serviço bancário. O ideal é usar somente o valor que ganha e nada mais”, sugere.

Read More...

Destaques, Economia

Caixa inicia nesta sexta pagamento dos R$ 500 do FGTS; saiba como sacar

Os primeiros a receber até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terão os valores depositados nesta sexta-feira (13). A Caixa Econômica Federal vai iniciar o depósito automático para quem tem conta poupança no banco, seguindo calendário de mês de nascimento.

Quem nasceu em janeiro, fevereiro, março e abril recebe primeiro. Os próximos a ter acesso ao saque serão os nascidos em maio, junho, julho e agosto, no dia 27 deste mês. Em seguida, no dia 9 de outubro, recebem os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular.

Para aqueles que não têm conta poupança na Caixa, aberta até o dia 24 de julho de 2019, o calendário começa no dia 18 de outubro, para os nascidos em janeiro, e vai até 6 de março de 2020, para os nascidos em dezembro.

Confira calendário de pagamentos para quem não tem conta poupança na Caixa:

Saque imediato

A Medida Provisória (MP) nº 889/2019 autorizou essa nova modalidade de retirada de recursos do FGTS, chamada de Saque Imediato, válida somente esta vez. A MP permite que todos os trabalhadores, com contas ativas ou inativas do FGTS, possam sacar até R$ 500 de cada uma delas, limitado ao valor do saldo.

Por exemplo, se o trabalhador tiver duas contas – uma com saldo de R$ 120 e outra com saldo de R$ 1.000, poderá sacar o valor total da primeira (R$ 120) e R$ 500 da segunda. Assim, o total ficará em R$ 620.

Prazo para o saque

Os trabalhadores poderão sacar a partir do dia indicado no calendário para início do pagamento, conforme a data de seu aniversário, até 31 de março de 2020. Não haverá direito a essa modalidade de saque nos próximos anos. Caso o trabalhador não faça o saque até essa data, o valor retornará automaticamente para a conta do FGTS, sem prejuízo da rentabilidade do período.

Saque aniversário

Outra modalidade criada pela MP nº 889/2019 é o Saque Aniversário, válida a partir do próximo ano. Os trabalhadores interessados em migrar para essa sistemática poderão comunicar a decisão à Caixa. O banco vai divulgar informações sobre como e onde optar por esse saque no dia 1º de outubro de 2019.

A decisão de migrar para essa modalidade não anula a multa de 40% em caso de demissão sem justa causa. No Saque Aniversário, o trabalhador demitido sem justa poderá sacar somente o valor da multa rescisória do FGTS. Os demais valores poderão ser retirados, em parcela, anualmente.

A modalidade não altera outras formas de retirada dos recursos: compra da casa própria e aposentadoria.

Quem fizer a mudança, só poderá retornar à modalidade anterior após dois anos da data da solicitação à Caixa. Caso o trabalhador não comunique o interesse no tipo de saque, a regra da rescisão será mantida.

Os trabalhadores com mais de uma conta ficarão sujeitos a somente uma sistemática de saque, ou seja, uma vez escolhida a modalidade Saque Aniversário todas as contas migram ao mesmo tempo.

Em 2020, as retiradas do Saque Aniversário ocorrerão em abril (para quem nasceu em janeiro e fevereiro), maio (para quem nasceu em março e abril) e junho (para quem nasceu em maio e junho). Para nascidos de julho a dezembro, o saque em 2020 ocorrerá a partir do mês de aniversário até o último dia útil dos dois meses seguintes. Exemplo: quem nasceu em agosto poderá retirar o dinheiro de agosto até o fim de outubro. A partir de 2021, todos os saques ocorrerão no mês de aniversário ou nos dois meses seguintes.

O valor do saque anual será equivalente a um percentual do saldo da conta, para todas as faixas, mais um valor fixo para contas a partir de R$ 500,01, conforme a tabela abaixo:

Read More...

Destaques, Economia

Caixa inicia nesta semana pagamento de R$ 500 por conta do FGTS

A Caixa Econômica Federal (CEF) inicia nesta semana o pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com a estatal, repasses serão feitos até 31 de março de 2020, conforme a data de nascimento dos beneficiários.

O valor será depositado automaticamente na próxima sexta-feira, dia 13 de setembro, para pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril, que têm conta poupança na Caixa.

Aqueles com data de aniversário em maio, junho, julho e agosto, recebem a partir do dia 27 de setembro de 2019. Para trabalhadores nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, o pagamento será feito a partir do dia 9 de outubro de 2019.

De acordo com a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança. Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular.

É importante ficar atento, pois o crédito automático só será realizado para quem abriu conta poupança até o dia 24 de julho de 2019.

Já o pagamento aos não correntistas da Caixa seguirá o seguinte cronograma:

Para saber os valores disponíveis do FGTS para o saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar número do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), do NIS (Número de Identificação Social), do PIS (Programa de Integração Social) ou do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e a data de aniversário. Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, com apresentação de documento de identidade original com foto e número do CPF. Será feita a leitura da digital no momento do saque. Para quem possui cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o cartão Cidadão, deve procurar uma agência da Caixa.

Read More...

Destaques, Economia

Saiba como cancelar o crédito automático do FGTS

Os trabalhadores com conta poupança na Caixa Econômica Federal que não quiserem o crédito automático do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já podem solicitar o cancelamento pela internet. O prazo para pedir o cancelamento vai até 30 de abril de 2020.

A solicitação do trabalhador para cancelar o crédito automático em conta poupança está disponível no site fgts.caixa.gov.br desde a última segunda-feira (05), e nos demais canais de atendimento, a partir de 12 de agosto de 2019. No site, o trabalhador pode visualizar o valor a receber, a data do saque e quais canais de atendimento estão disponíveis. A Caixa também criou uma central de atendimento com número 0800 724 2019.

As informações constam de circular da Caixa publicada na edição de hoje (8) do Diário Oficial da União.

De acordo com a circular, a Caixa terá até 60 dias para processar o pedido de cancelamento. O estorno do crédito automático poderá ser realizado caso os valores depositados, provenientes da conta vinculada do FGTS, não tenham sido sacados da conta poupança.

A Caixa Econômica Federal inicia, em setembro, o pagamento de até R$ 500 por conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os repasses serão feitos até 31 de março de 2020, conforme a data de nascimento dos beneficiários.

O valor será depositado automaticamente em conta poupança, no dia 13 de setembro, para pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril, que têm conta poupança na Caixa.

Aqueles com data de aniversário em maio, junho, julho e agosto, recebem a partir do dia 27 de setembro de 2019. Para trabalhadores nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro, o pagamento será feito a partir do dia 9 de outubro de 2019.

De acordo com a Caixa, o crédito automático só será realizado para quem abriu conta poupança até o dia 24 de julho de 2019.

O pagamento aos não correntistas da Caixa seguirá o seguinte cronograma:

Os saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, com apresentação de documento de identidade original com foto e número do CPF. Será feita a leitura da digital no momento do saque.

Para quem possui cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. O trabalhador também poderá procurar atendimento nas agências da Caixa. Os valores poderão ser transferidos para outro banco, com pagamento de tarifa.

Read More...