Agenda Cultural, Destaques

Domingo na Arena oferece lazer gratuito para toda família

Projeto sociocultural gratuito da Arena das Dunas, que tem o apoio do Sistema FIERN, ‘Cultura na Praça’ e ‘Som na Caixa’, o Domingo na Arena – edição deste dia 28 de julho – está repleto de atrações para toda família: show infantil da Patrulha Canina, exibição e prática do Futmesa, museu do videogame e muito mais. Ações do projeto socioambiental Eco Praça e a vacinação antirrábica também fazem parte da programação oficial.

Técnicos da Prefeitura de Natal vão estar de plantão no local, promovendo a vacinação de cães e gatos, das 15h, quando abrem os portões do ‘Domingo na Arena’, até às 17h. A turma do Eco Praça realiza a Eco Feira das Dunas, incentivando a economia criativa e solidária. E sob a coordenação de Gustavo Gondim, um dos membros do Eco Praça, os voluntários do projeto socioambiental vão distribuir mudas de planta em troca de um abraço fraterno dos interessados em plantar uma árvore pelo bem do meio ambiente.

A rua projetada, que separa a Arena das Dunas do estacionamento externo, vai estar fechada para veículos, transformando-se num espaço ideal para a prática de esportes de rodinhas, como skate, bicicleta e patins, além de corrida de rua ou passeio com os animais de estimação. O estacionamento interno da Arena das Dunas é disponibilizado ao valor de R$ 10,00, com entrada pelo Portão E1 Sul, acesso pela marginal da BR-101.

Esporte

Modalidade recém-criada no Brasil que mistura Futevôlei e Tênis de Mesa, o Futmesa é uma das grandes atrações esportivas do ‘Domingo na Arena’. Duas mesas estão instaladas para para a prática gratuita do novo esporte.

O ‘Master Class‘, com JanJan Lima, a partir das 16h30, no Palco Principal, vai fazer crianças e adultos mexerem o esqueleto. Às 18h, entra em cena a Patrulha Canina para um espetáculo infantil especial.

A criançada também pode se divertir à valer nos brinquedos infláveis. Tudo de graça. Assim como as brincadeiras das bolhas gigantes, produzidas pela turma do Universo Bolhístico. As maquiagens artísticas, que têm a assinatura de Larissa Fontes, sempre são uma atração à parte para a molecada. A equipe da Kid’s Car vai estar com a locação de Carrinhos Elétricos e haverá também a locação de patinetes e patins, com a Patins Mania Natal.

O Museu do Videogame Potiguar – com exposição, lojinha e jogos – volta a fazer a festa dos fãs do universo game. E os escoteiros promovem as já tradicionais atividades, com jogos e canções .

Palco Principal

  • 16h30 – Master Class com JanJan Lima
  • 18h00 – Patrulha Canina (Brinquedos e Brincadeiras)

Praça de Alimentação

  • Salgarito
  • Crepi na Bike
  • Original Dindin Gourmet

Read More...

Destaques, Família

Férias escolares: veja como os pais podem dedicar um tempo para os filhos

O período de recesso escolar é curto, mas intenso. Com o tempo livre, as crianças podem descansar, gastar energia, brincar, se divertir. Muitas cobram uma atenção a mais dos pais para fazerem programas no shopping, cinema, parques e afins. Por sua vez, os pais precisam manter a sua rotina de trabalho.

Iarodi Bezerra, psicólogo especialista no acompanhamento infanto-juvenil, ressalta a importância dos pais dedicarem um tempo de qualidade aos filhos. “A experiência do consultório mostra que esta ausência antes era muito associada à figura paterna. Hoje, com a pós-modernidade, os filhos sentem muita falta da presença das mães também. As crianças ficam muito expostas a videogames e televisão e acabam absorvendo os valores do mundo, não os valores dos pais”, alerta.

Mesmo com o tempo curto, investir em atividades criativas pode ser um caminho para reverter este cenário. “A mudança de atitude dos pais pode começar com o exercício de esquecer o mundo externo quando entrar em casa, não dividir a atenção com questões de trabalho e mensagens de celular, por exemplo”, aconselha.

A resposta para a equação falta de tempo e atenção é simples. “Não precisa de formula mágica. Os espaços vão motivar e favorecer a criatividade. Estes momentos serão valiosos para as crianças e também para os pais”, diz o especialista. Atividades que façam os pais embarcar no mundo dos filhos é uma saída. Explorar outros ambientes como o playground, praças públicas e piscinas também são opções.

Conheça algumas ficas de como curtir as férias escolares sem gastar muito

Faça você mesmo!

Os tutoriais de faça você mesmo, os famosos DIY, são uma ótima oportunidade para entreter as crianças e ainda exercitar a criatividade. Em uma simples pesquisa no Youtube você encontrar tutorial para criar brinquedos, artigos de decoração e até mesmo novas brincadeiras. De modo geral, utiliza-se objetos que a pessoa já tem em casa, pode conseguir com vizinhos ou parentes e não gastam muito.

Atividades culturais gratuitas

As atividades culturais gratuitas trazem benefícios que vão além da questão financeira. Aproximar as crianças dos elementos culturais é fundamental para o desenvolvimento social, cognitivo e afetivo dos pequenos. Visite o site da secretaria de cultura da sua cidade e confira as atrações gratuitas disponíveis na programação. Outra opção são projetos sociais, como ONGs, orfanatos, asilos, etc. Além de ter um dia divertido, poderão aprender a importância de cuidar do próximo.

Cinema em casa 

Não quer pagar caro pelo ingresso, gastar com lanches e ainda enfrentar uma longa fila? Que tal fazer aquela sessão de cinema em casa com toda a família. Assim, fica mais fácil economizar o valor das entradas e da alimentação e ainda proporcionar mais entrosamento entre pais e filhos.

Gastronomia em família 

Que tal aproveitar as férias para fazer aquelas receitas que você sempre salva da internet, mas nunca coloca em prática? Com o auxílio das crianças você poderá enfim criar novos doces e salgados. Além disso, as aulas de culinária na escola ou até mesmo em casa reforçam os laços familiares e contribuem para o aprendizado infantil.

Passeios além do shopping 

Não há nenhum problema em passear no shopping. O problema é quando ficamos unicamente restritos a esses espaços. Que tal tirar um dia para levar as crianças para visitar aquele ponto turístico da cidade, conhecer um pouco da história do local e, no final, um piquenique ao ar livre em família?

Para colocar essas dicas em prática é importante planejar as atividades com antecedência, como uma agenda mesmo. Assim fica mais fácil conciliar as férias das crianças com o seu trabalho e demais atividades.

Read More...

Família

Vínculo entre primos, um relacionamento que devemos alimentar desde a infância

A relação entre irmãos é algo muito especial, já que é construída a partir do momento em que um novo membro chega à família. Entre eles, é criado um vínculo diferente e único, onde compartilham alegrias, tristezas, brincadeiras e conquistas, durante suas vidas.Ter irmãos é definitivamente uma coisa positiva para as crianças.

Mas há também outro relacionamento que pode ser único e maravilhoso, especialmente se for cultivado desde cedo: com os primos. Hoje, eu quero falar com vocês sobre o por quê de se alimentar esse vínculo desde a infância e o importante papel desempenhado pelos primos na vida de seus filhos .

Por que os primos são importantes

Como comentei no início, além dos irmãos, a relação entre primos pode ser muito especial e cheia de carinho. É precisamente por isso que é importante fazer o que estiver ao nosso alcance para que os nossos filhos convivam com os seus primos. Eu compartilho agora, três razões pelas quais devemos alimentar este belo relacionamento desde cedo.

Eles são os primeiros amigos dos seus filhos

Se você tiver sorte que seus filhos e seus primos tenham uma idade próxima, poderá ver uma linda e duradoura amizade. Além dos irmãos, os primos são os primeiros amigos, os cúmplices das primeiras brincadeiras e aventuras de seus filhos.

Eles são irmãos de outra mãe

Eles compartilham uma família com um primo, mas moram em casas diferentes. Eles são uma espécie de combinação entre um irmão e um amigo. Além do laço que pode nascer entre eles, estão unidos pelo amor que têm por seus tios, tornando seu relacionamento ainda mais especial e significativo.

É uma amizade pra toda vida

Ao passar tempo juntos, eles irão, sem dúvida, ter experiências diferentes e criar memórias que durarão por toda a vida. Eles não só compartilharão brincadeiras, como terão muitas coisas em comum, crescendo juntos em momentos importantes que marcarão suas vidas.

Eu tenho um relacionamento muito próximo com meus primos e posso afirmar que sempre nutri um vínculo especial com eles. Mas agora com o meu filho Miguel, percebo ainda mais que isso é algo que deve ser construído desde os primeiros anos. Se os seus filhos tiverem a sorte de construir laços com os primos e morarem perto, é algo que você [pai e mãe] deve apoiar.

Read More...

Família

Quando são os filhos que descobrem a traição, o que se deve fazer?

Descobrir que o (a) parceiro (a) tem um caso extraconjugal é devastador para qualquer pessoa. Mas, imagine quando a traição é descoberta pelos filhos? Esta é uma situação cada vez mais comum, principalmente pela facilidade que as crianças e adolescentes têm com a tecnologia, ou seja, basta um descuido para que eles vejam mensagens ou fotos comprometedoras.

Segundo a psicóloga Marina Simas de Lima, terapeuta de casais e família e cofundadora do Instituto do Casal, quando os filhos estão envolvidos na traição, é preciso mais atenção para resolver o conflito. A infidelidade terá diferentes significados de acordo com a idade, porém para os pré-adolescentes e adolescentes pode ser mais problemático.

“Isso porque a relação dos pais serve de modelo para seus relacionamentos futuros. Se a traição não for bem resolvida, esse adolescente pode ter dificuldade de confiar em outras pessoas ou até mesmo de se relacionar no futuro”, explica.

Dilema ético: o que fazer com a informação?

Quando é o filho que descobre um caso extraconjugal, a primeira questão que virá à tona é: contar ou não contar? Para a psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, terapeuta de casais e família e cofundadora do Instituto do Casal, se isso acontecer, a melhor atitude é conversar e negociar para que a pessoa que foi infiel assuma a responsabilidade e revele ao (a) parceiro (a) o que está acontecendo. Mas, em geral, a tendência é contar a descoberta para quem está sendo traído e isso pode gerar uma crise familiar importante”, comenta.

Por outro lado, há casos em que os filhos não contam e acabam guardando esse segredo por medo de perder os pais, o afeto, por insegurança ou por pensarem que se não contarem, tudo ficará bem e voltará ao normal. “Entretanto, este tipo de segredo em família pode ser uma bomba relógio. O adolescente ou a criança pode desenvolver ansiedade, depressão, insônia, queda do desempenho escolar, entre outras dificuldades emocionais e comportamentais”, explica Marina.

As especialistas explicam que quando o casal tem filhos, a traição afeta a família inteira. “O filho também se sentirá traído, a confiança é quebrada e este indivíduo pode se sentir preso a um conflito que não é seu e sim dos pais. Embora o relacionamento e o que acontece nele só diga respeito ao casal, é preciso pensar sim nas consequências da traição para a dinâmica familiar. Quando o filho é quem descobre, o conflito passa a ser familiar. Mas, cada família deve encontrar sua maneira de resolver a situação”, diz Denise.

Como a terapia familiar pode ajudar

“A terapia de família nestes casos é muito importante. O terapeuta irá servir de mediador neste conflito. É importante que o adolescente ou a criança possa separar o relacionamento parental do conjugal. Além disso, é preciso mostrar aos filhos que o que aconteceu com os pais não vai necessariamente acontecer com eles”, comentam as especialistas.

“Devemos tomar um maior cuidado com as crianças menores, pois dependendo da fase de desenvolvimento, elas podem se sentir culpadas pela traição, assim como podem pensar que os pais não gostam mais delas. Daí a importância da orientação de um especialista”, diz Denise.

Quando o casal decide se separar, depois da descoberta da infidelidade, é essencial deixar claro que ama seus filhos, mas que o convívio entre eles, enquanto casal, não é mais possível. “Filhos serão sempre filhos, portanto, separa-se o casal, mas jamais perde-se a maternidade ou a paternidade”, concluem Denise e Marina.

Read More...