Destaques, Educação

Enem 2019: faltam menos de dois meses para a prova

Com o tempo passando tão rápido e com a data do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se aproximando, é necessário alguns cuidados. Entre eles, conferir os documentos válidos para a sua identificação no dia da prova. Por esse motivo, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), libera o edital com uma lista de todos os documentos que são aceitos e, também, os que não são aceitos no dia do exame.

Caso os participantes tenham perdido os documentos ou os mesmos foram roubados ou furtados, precisarão apresentar boletim de ocorrência, expedido por órgão policial há, no máximo, noventa dias do primeiro domingo do exame. Já quem apresentar a via original do documento oficial de identificação que inviabilize a sua completa identificação, poderá realizar o Enem desde que se submeta à coleta de dado biométrico, de informações pessoais e da assinatura em formulário oferecido pelo aplicador. Neste ano, os documentos de identificação permitidos que estiverem vencidos também serão aceitos para a realização do exame.

Documentos válidos no Enem 2019

  • Cédulas de Identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal;
  • Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados;
  • Carteira de Registro Nacional Migratório;
  • Documento Provisório de Registro Nacional Migratório;
  • Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenha validade como documento de identidade;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social emitida após 27 de janeiro de 1997;
  • Certificado de Dispensa de Incorporação;
  • Certificado de Reservista;
  • Passaporte;
  • Carteira Nacional de Habilitação com fotografia; e
  • Identidade funcional de acordo com o Decreto 5.703/2006.

Provas

As provas do Enem 2019 serão realizadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro. Os portões do local de prova abrirão ao meio-dia (12h), pelo horário oficial de Brasília, e serão fechados às 13h. Para realizar o exame, leve caneta esferográfica de tinta preta e fabricada com material transparente, única permitida.

*Matéria produzida com informações do MEC

Read More...

Destaques, Educação

MEC anuncia plataforma para unificar inscrições dos programas de governo

Na última segunda feira (29), o Ministério da Educação (MEC) anunciou um plano para migrar para uma só plataforma, do governo federal, o acesso a serviços como inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A previsão é de que a migração ocorra entre este ano e o fim do ano que vem.

A ideia do MEC é que serviços como os do Denatran, Previdência e do próprio órgão sejam todos acessados em uma mesma plataforma e com um só login. O acesso deverá ser feito pela plataforma gov.br. Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização do Enem, informou que o processamento das inscrições dos candidatos continuará sendo feito nos servidores do Inep.

“A diferença é a entrada. Hoje, temos login e senha para o candidato se inscrever nos exames do Inep. Esse login e senha vão passar a ser únicos para todo governo federal, mas o processamento das inscrições será feito nos servidores do Inep”, disse Lopes acrescentando que nas inscrições para o Enem do ano que vem o login único já será implementado. “Em 2020, o candidato poderá usar a senha do Enem para acessar o Sisu e fazer a inscrição.”

Enem Digital

A próxima edição do Exame terá mais novidades para os participantes. Isto por conta do projeto piloto Enem Digital já anunciado. Em 2020, a aplicação do Enem digital será opcional e caberá ao estudante escolher esta modalidade no ato da inscrição. A previsão é que 50 mil alunos realizem o Enem Digital, em 15 capitais brasileiras.

Read More...

Destaques, Educação

Temas do noticiário podem estar presente no primeiro dia de prova do Enem 2019

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 encerraram no dia 17 de maio. Agora, o próximo passo é esperar até outubro quando o cartão com o local do exame será divulgado e aguardar o dia 03 de novembro, data de aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. E de acordo com um levantamento realizado com a ajuda de alguns cursinhos pré-vestibular, a melhor forma de se preparar para esse primeiro dia de prova é acompanhar atentamente os noticiários.

O levantamento aponta que mais da metade das questões nas provas de ciências humanas do Enem entre 2014 e 2018 abordaram formas de organização social, movimentos sociais, pensamento político e ação do estado (52%). Perguntas sobre diversidade cultural, conflitos e vida em sociedade foram o segundo grupo mais frequente (23%), seguidas de itens a respeito dos domínios naturais e a relação do ser humano com o ambiente (15%).

As notas do Enem 2019 poderão ser usadas para ingresso no ensino superior. Você pode estudar em uma instituição pública por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), com bolsa parcial ou integral em faculdade particular com o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou financiar sua faculdade por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Além disso, é possível estudar em Portugal.

Provas do Enem 2019

As provas do Enem 2019 serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, dois domingos consecutivos. Os participantes deverão chegar até as 13h, horário de Brasília, e as provas começam às 13h30, com duração de 5h30 no primeiro dia e 5h no segundo.

Dia 3/11: Redação; 45 questões de Linguagens e Códigos; 45 questões de Ciências Humanas

Dia 4/11: 45 questões de Matemática; 45 questões de Ciências da Natureza

Read More...

Destaques, Educação

Confira os cursos de tecnologia disponíveis com a nota do Enem

Hoje em dia não conseguimos imaginar a vida sem tecnologia. Dos celulares e tablets aos games e, o mais recente conceito de ‘internet das coisas’, que vem, cada dia, se inserindo no cotidiano das pessoas. Não apenas fazer uso, mas quando o assunto é tecnologia existem aqueles que gostam de trabalhar diretamente com esse produto da ciência e engenharia.

Para quem ainda não escolheu uma profissão ou quer mudar de área e se identifica com o ramo tecnológico pode utilizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingressar em uma universidade. Afinal, a área de tecnologia está em alta no mercado e existem diversos cursos que possibilitam atuar nesse setor que está bastante aquecido.

Separamos alguns cursos de TI, confira abaixo:

Engenharia de Software

O engenheiro de software é preparado durante a graduação para projetar e desenvolver programas, aplicativos e softwares em geral. A duração média do curso é de cinco anos. Entre as possibilidades, esses profissionais podem atuar no suporte e gerenciamento de redes de computadores em empresas de portes variados.

 Análise de Desenvolvimento de Sistemas

Possui titulação tecnológica e durante a faculdade os estudantes são preparados para analisar, desenvolver, projetar e implementar sistemas computacionais de informação, bem como desenvolver habilidades para trabalhar em diversos ramos da Informática, seja criando, implementando ou desenvolvendo softwares e soluções tecnológicas para o mercado.

Ciências da Computação 

Durante os quatro anos na faculdade, o estudante é preparado para desenvolver, implantar e manter sistemas visando atender aos objetivos estabelecidos quanto à qualidade, custos, prazos e benefícios. A grade curricular de Ciências da Computação na maioria das faculdades que ofertam o curso é composta por disciplinas como algoritmos e programação de computadores, inteligência artificial e administração e negócios.

Jogos Digitais

O curso é voltado para a criação de jogos e é ofertado nas modalidades tecnólogo e bacharelado. Durante a faculdade os estudantes passam por diversas matérias ligadas à criação de programas e ambientes de jogos, dominando ferramentas de informática e das diversas plataformas da criação de ambientes em 2D e 3D e da modelagem.

Read More...

Destaques, Educação

Ainda não pagou a inscrição do Enem 2019? Prazo termina hoje (23)

Interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 que não foram contemplados com a isenção devem ficar atentos: o prazo para pagar a Guia de Recolhimento da União (GRU), no valor de R$ 85, termina hoje (23). Bancos, casas lotéricas e agências dos Correios estão disponíveis para receber o pagamento.

De acordo com o último balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), apenas 35,94% dos inscritos pagantes de fato pagaram a GRU até a manhã deste último dia. Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo já tem sua participação garantida no exame. As provas do Enem 2019 serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.

Segunda graduação

Everton Santana, de 27 anos, está entre as pessoas que se anteciparam e garantiram a participação no Enem 2019. A primeira vez que realizou as provas foi em 2010, um ano após terminar o Ensino Médio. “Esse ano será minha segunda participação. Meu objetivo é fazer o Enem para tentar uma segunda graduação”, afirma.

Santana é graduado em Letras e tem dupla habilitação: em Inglês e Português. “Linguagem e Ciências Humanas são minhas paixões. Como estou no ambiente escolar, me encontro em constante revisão [dos conteúdos do Enem], em especial na área de Linguagem, que é minha especialidade”, avalia.

Quem mais participa do Enem?

Todas as pessoas podem participar do exame desde que realize a inscrição. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) destaca, no entanto, que o uso dos resultados difere entre os participantes.

Saiba mais sobre o Enem 2019

Quem já finalizou o Ensino Médio, ou terminará em 2019, pode usar a nota do Enem para se candidatar às vagas de programas de acesso à educação superior (SiSU), programas de bolsa de estudos (Prouni) e/ou de financiamento estudantil (Fies). Quem ainda finalizará a educação básica nos próximos anos pode se inscrever como “treineiro” com o objetivo exclusivo de autoavaliação.

Read More...