Destaques, Plantão Policial

Suspeito de usar redes sociais para atrair e estuprar adolescentes é preso em Natal

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte deflagrou na manhã desta quarta-feira (7) a operação Cálice de Fogo, com o objetivo de combater a prática de pedofilia e estupro em Natal. Foram cumpridos um mandado de busca e apreensão e outro de prisão contra um homem de 27 anos. “Para garantir o sigilo e para não atrapalhar as investigações, o investigado não terá a identidade divulgada”, diz o MPRN em nota.

Informações encaminhadas ao disque-denúncia 127 do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e à Delegacia Especial Defesa Criança e Adolescente (DCA) indicavam que um homem utilizava perfis falsos em redes sociais para atrair suas vítimas – sempre adolescentes – e as persuadia a enviar imagens e vídeos íntimos. De posse deste material, passava a chantageá-las, atraindo-as para encontros.

Nesses encontros, o investigado cometia o estupro e abusos, alguns deles em prédios abandonados ou terrenos baldios. Ele ainda realizava a filmagem das cenas e ameaçava as vítimas caso viessem a denunciá-lo. Um destes vídeos chegou a ser compartilhado em redes sociais e por WhatsApp, gerando um dano ainda maior à vítima e seus familiares.

No decorrer das investigações, o MPRN constatou, ainda, que o investigado compartilhava, através de aplicativos de mensagens da internet, vídeos contendo cenas de sexo e pornografia evolvendo crianças e adolescentes.

Em um de seus perfis, o homem utilizava como sobrenome o pseudônimo de “Potter”. Acima de qualquer suspeita, “Potter” era frequentador de igrejas e tinha emprego fixo em uma grande loja de departamentos da cidade. As igrejas serão procuradas para saber se há outras vítimas, tendo em vista que ele era atuante em grupos de crianças e adolescentes. As investigações demonstraram que dentro de sua rotina era constante a propagação de imagens e vídeos com conteúdo sexual infantil. Foram apreendidos celulares e outros equipamentos eletrônicos, que serão encaminhados ao Laboratório de Análise Forense e para o Laboratório de Computação Forense do Gaeco.

A operação foi batizada de Cálice de Fogo como referência ao quarto filme da série do bruxo Harry Potter, pseudônimo usado pelo investigado.

A ação contou com a participação de três promotores de Justiça e de agentes do Gaeco, órgão do Ministério Público do Rio Grande do Norte, com o apoio da Polícia Militar.

O MPRN alerta aos pais que a maneira mais eficaz de proteção é a atenção, acompanhamento contínuo e orientação das crianças e adolescentes diante da diversidade de informações as quais são expostas, muitas delas difundidas sem qualquer controle, aliada à falta de supervisão da família.

Disque 127

O Disque Denúncia 127 é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por WhatsApp para o número (84) 988634585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No WhatsApp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Ação conjunta prende universitário que cometeu estupro dentro de ônibus no RN

Uma ação conjunta do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e da Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta terça-feira (25) o estudante universitário Vinícius Sobreira de Almeida, 42 anos. Ele cometeu estupro de vulnerável no dia 21 de julho do ano passado, dentro de um ônibus que fazia a linha Fortaleza/Natal, na cidade potiguar de Riachuelo. Vinícius de Almeida chegou a ser preso em flagrante após cometer o crime, mas foi solto quatro dias depois.

Após ser solto, Vinícius de Almeida, que é paulista, fugiu para o Rio de Janeiro e estava foragido desde então. Um trabalho investigativo do MPRN levantou que o criminoso estava matriculado no curso de Educação Física na Escola de Educação Física e Desportos, da Universitária Federal do Rio de Janeiro, e vivia em Vigário Geral, na zona Norte da capital fluminense.

O crime

Segundo as investigações do MPRN, o crime de estupro de vulnerável foi cometido por volta das 5h do dia 21 de julho de 2018. Vinícius de Almeida, aproveitando-se que os demais passageiros do ônibus estavam dormindo, passou o órgão genital dele no rosto de uma adolescente de apenas 14 anos de idade, que se encontrava dormindo, e acordou em seguida deparando-se com o sujeito ainda cometendo o crime. A vítima e uma amiga que a acompanhava foram até o motorista e relataram o ocorrido. O motorista guiou o ônibus até uma delegacia de polícia. Após a análise das imagens do circuito interno do veículo, Vinícius de Almeida foi preso em flagrante.

O acusado foi denunciado por estupro de vulnerável, pelo art. 217-A, §1º, em razão do ato ter sido cometido quando a vítima não tinha a possibilidade de oferecer resistência. Caso o acusado seja reconhecido por eventuais vítimas, essas pessoas devem procurar o MPRN ou a Polícia Civil a fim de prestar informações sobre o ocorrido.

Read More...

Destaques, RN

Polícia Civil prende suspeito de estuprar sobrinhos em Nísia Floresta

Policiais civis da Delegacia de Nísia Floresta prenderam, na manhã desta quarta-feira (12), um homem de 45 anos, suspeito de abusar sexualmente de dois sobrinhos. Segundo o delegado Marcelo Aranha, que conduz as investigações, o homem foi detido por força de um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. “Ele nega tudo”, acrescentou.

A Polícia Civil recebeu uma denúncia da Conselho Tutelar de Nísia Floresta, ainda no ano de 2017, informando que o suspeito abusava sexualmente de seis sobrinhos, filhos de sua irmã, sendo um menino e cinco meninas. “Durante a investigação, todas as crianças foram ouvidas e todos os laudos emitidos foram analisados, tendo sido constatada a veracidade das informações com relação a pelo menos duas crianças, razão pela qual foi requerida a prisão do suspeito”.

Em relação às outras quatro crianças, por serem muito pequenas a época dos fatos, “os depoimentos não foram conclusivos e as investigações vão prosseguir de maneira mais detalhadas com a finalidade de constatar ou não o estupro”, diz a Polícia.

O Código Penal Brasileiro carateriza estupro de vulnerável quando comprovada conjunção carnal ou prática de ato libidinoso com menor de 14 anos de idade. Para estes casos, a pena é de 8 a 15 anos de prisão.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Read More...

Mundo

Modelo retira acusação de estupro contra Cristiano Ronaldo

(ANSA) – A ex-modelo norte-americana Katheryn Mayorga retirou voluntariamente a denúncia de estupro contra o craque português Cristiano Ronaldo, da Juventus, informou nesta quarta-feira (5) a agência “Bloomberg”.

De acordo com a publicação, Mayorga abriu mão da queixa voluntariamente em maio no tribunal estadual de Nevada, em Las Vegas, nos Estados Unidos. No entanto, não há informações se a ex-modelo fez um acordo com CR7, que sempre negou as acusações.

No início do ano, a polícia norte-americana até ordenou que o atleta fizesse um exame de DNA para investigar o caso.

Os advogados da ex-modelo, Leslie Stovall e Peter Christiansen, não comentaram sobre a retirada da acusação. A polícia de Las Vegas, que reabriu a investigação, também não fez nenhuma declaração.

Mayorga denunciou que foi abusada sexualmente pelo atacante da Juventus em um hotel de Las Vegas, em 12 de junho de 2009, depois de ter conhecido CR7 em uma boate.

Segundo o processo, Ronaldo teria subornado a vítima com um pagamento de US$ 375 mil para que o escândalo não se tornasse público. A mulher, por sua vez, relatou que aceitara a quantia por medo de acontecer alguma coisa com ela e sua família.

O camisa 7 da Velha Senhora, por sua vez, sempre negou as acusações e disse, nas redes sociais, que não ressaltaria um “espetáculo midiático montado” e que a denúncia “vai contra tudo o que sou”.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Irmãos são condenados pelo estupro de menores em Riachuelo (RN)

O juiz Rainel Batista Pereira Filho, da comarca de São Paulo do Potengi, condenou dois irmãos, moradores da cidade de Riachuelo, pela prática dos crimes de estupro e de atentado violento ao pudor. Os crimes foram praticados entre os anos de 2008 e 2009, contra três crianças e adolescentes, com idades entre e 10 e 13 anos. Os processos tramitam sob segredo de justiça.

Um dos réus foi condenado a 22 anos e 5 meses de reclusão, enquanto o segundo foi condenado a 15 anos e 9 meses.

O irmão condenado ao maior período de reclusão, atraia as vítimas para a sua residência oferecendo dinheiro em troca de atos libidinosos e sexuais, aproveitando-se da inexperiência e da situação de vulnerabilidade social delas, irmãos oriundos de uma família de baixa renda. Contra duas das vítimas, os delitos foram cometidos em três situações, enquanto contra a terceira vítima foram consumados por cinco vezes.

Já o irmão condenado a 15 anos de reclusão, atraiu duas das vítimas para sua oficina mecânica, mantendo relações sexuais por duas vezes com uma delas e por três vezes com a segunda.

As vítimas recebiam entre R$ 5 e R$ 10 para praticar os atos.

O Ministério Público Estadual argumentou em suas alegações finais que ficou provada a autoria e materialidade delitivas, “ressaltando a relevância probatória do depoimento das vítimas em crimes desta natureza, requerendo a condenação dos acusados”.

Read More...