Mundo

Estado Islâmico ameaça cometer atentado durante a Copa da Rússia

(ANSA) – O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) voltou a fazer ameaças contra a Copa do Mundo na Rússia. Em um novo vídeo, os terroristas prometem “um massacre como nunca visto”. A mensagem foi publicada em vários canais e chats extremistas nesta quinta-feira (15), um dia após a abertura do Mundial, com uma partida em Moscou entre Rússia e Arábia Saudita.

No vídeo, o Estado Islâmico diz que pretende se “vingar” da Rússia e do presidente Vladimir Putin devido ao envolvimento em operações contra o grupo terrorista na Síria. O vídeo se conclui com imagens panorâmicas dos estádios, como o de Sochi, sendo atingidos por explosões à bomba provocadas por drones.

Especialistas internacionais em contraterrorismo acreditam que o vídeo [confira aqui] não passe de uma fantasia, mas alertam para o risco de “lobos solitários” seguirem os chamados do Estado Islâmico e agirem na Rússia.

De acordo com Rita Katz, da agência SITE, jihadistas do EI têm postado nas últimas horas campanhas incitando ataques na Rússia e dando instruções detalhadas para atentados em restaurantes, shoppings centers e áreas de pedestres.

“Diante de várias derrotas militares na Síria e no Iraque, o Estado Islâmico está desesperado por atenção e tentando intimidar o público. Dito isso, faz sentido que eles lancem ameaças contra a Copa do Mundo”, disse Katz.

Esta não é a primeira vez que o Estado Islâmico ameaça cometer atentados durante a Copa do Mundo. Em 2014, no Brasil, eles também pediram que os jihadistas agissem. Já o governo de Moscou diz há anos que teme que terroristas russos que deixaram o país para lutar pelo EI na Síria retornem e cometam atentados.

Read More...

Mundo

Estado Islâmico perde sua última cidade entre Síria e Iraque

(ANSA) – As forças militares da Síria e milícias do Iraque anunciaram nesta quinta-feira (9) terem retomado o poder da cidade de Abukamal, na fronteira entre os dois países.

O município era o último bastião do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em toda a região. Dezenas de combatentes do EI tinham se alocado em Abukamal após a reconquista das cidades de Mosul, Raqqa, todas usadas como base do grupo terrorista.

De acordo com a emissora estatal de televisão síria, a retomada de Abukamal confirma que o Estado Islâmico perdeu todos os seus territórios ao longo do rio Eufrates.

As operações contra a organização terroristas foram conduzidas em diversas frentes, parte delas realizada pela coalizão entre Rússia, Iraque e Síria, e outra liderada pelos Estados Unidos.

Para as mais recentes novidades do Mundo, clique aqui!

Read More...

Mundo

Após Messi, Estado Islâmico usa Neymar para ameaçar Copa do Mundo de 2018

(ANSA) – Após divulgar uma foto de Messi para alertar sobre um possível ataque terrorista à Copa do Mundo na Rússia, que ocorre em 2018, um grupo ligado ao Estado Islâmico divulgou uma imagem do brasileiro Neymar em uma nova ameaça, segundo revelou o “SITE”, um portal que monitora a atividade dos jihadistas na internet.

A cena [final da matéria] lembra os episódios de degolamento, usadas pelo grupo terrorista para mostrar a morte de reféns estrangeiros ao longo dos últimos anos. Ao lado do brasileiro, que está de joelhos e com uma roupa laranja, aparece o corpo de Messi já morto.

“Vocês não terão segurança até que a gente viva isso nos países muçulmanos”, diz a ameaça. Ao longo dos últimos dias, a propaganda do Estado Islâmico para possíveis ataques terroristas durante o Mundial está aumentando, segundo o próprio “SITE”.

Até por conta disso, a mídia argentina veiculou diversas matérias em que os dirigentes e as autoridades estão muito preocupadas com a segurança de Messi. De acordo com os jornais locais, já há a preparação de um esquema especial de proteção aos hermanos sendo negociado com o governo da Rússia.

neymar e messi estado islâmico

Read More...

Mundo

EUA faz primeiro ataque aéreo contra EI no Iêmen

(ANSA)- Os Estados Unidos conduziram o primeiro ataque aéreo no Iêmen contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI), destruindo dois campos de treinamento e matando “dezenas” de militantes da organização terrorista, informou o Pentágono nesta terça-feira (17).

Segundo as autoridades norte-americanas, os ataques tinham como objetivo acabar com as “tentativas do EI de adestrar novos combatentes”. A rede CNN informou que, nos dois campos de treinamento destruídos, havia cerca de 50 homens do EI. Os centros de treinamento ficam na zona de Al-Bayda e eram usados para ensinar os combatentes a realizarem ataques com AK-47, metralhadoras e lançadores de foguetes.

“O EI usou territórios de fora do controle do governo do Iêmen para planejar, inspirar e recrutar combatentes para ataques terroristas contra a América e seus aliados em todo o mundo. Há anos, o Iêmen é usado como hub por terroristas”, disse o Pentágono. Alem do Estado Islâmico, a organização Aqap (Al Qaida na Península Arábica) também está na mira das forças norte-americanas. O Pentágono pretende reduzir a capacidade dos dois grupos de coordenar ataques no exterior e manter o controle de áreas do Iêmen.

Read More...

Mundo

Em vídeo, EI ameaça papa Francisco: ‘Chegaremos a Roma’

(ANSA) – O grupo Estado Islâmico (EI) divulgou nesta quinta-feira (24) um vídeo no qual ameaça o papa Francisco e afirma que “chegará a Roma”, onde fica o Vaticano.

A gravação foi feita em Marawi, cidade muçulmana das Filipinas que abriga uma célula bastante ativa do EI, o Grupo Maute, e vem sendo palco de combates entre as forças de segurança do país e os jihadistas.

No vídeo, que foi divulgado pelo Al Hayat Media Center, um dos órgãos oficiais de propaganda do Estado Islâmico, terroristas aparecem rasgando um pôster de Francisco e destruindo imagens cristãs em uma igreja.

“Lembrem-se disso, infiéis, nós vamos estar em Roma, se Deus quiser”, diz, em inglês, um dos milicianos, que se identifica como “Abu Jindal”. Em seguida, o grupo coloca fogo no templo religioso. “Depois de todos os esforços, a religião dos cruzados é que será destruída”, afirma o narrador da gravação.

O vídeo foi divulgado no mesmo dia em que simpatizantes do EI usaram um canal no aplicativo Telegram para fazer um novo apelo por atentados na Itália, país que está na mira do grupo por pertencer à coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos e por abrigar a sede da Igreja Católica.

Em novembro de 2015, pouco depois dos atentados que mataram 130 pessoas em Paris, o Estado Islâmico já havia usado sua revista digital, a “Dabiq”, para dizer que hastearia sua bandeira preta no Vaticano.

No mês seguinte, um novo vídeo exibiu tanques avançando sobre o Coliseu, enquanto o narrador afirmava que Roma representava a “batalha final antes do dia do juízo”.

Read More...