Destaques, Educação

IFRN abre 156 vagas para Educação de Jovens e Adultos (ProEJA)

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) está com 156 vagas abertas para os Cursos Técnicos Integrados na modalidade de educação de Jovens e Adultos – ProEJA. As vagas são referentes ao processo seletivo regido pelo Edital nº 31/2019 – Proen/IFRN, com ingresso no primeiro semestre letivo de 2020.

As ofertas serão dividas entre os Campus dos municípios de: Apodi, Ipanguaçu, Natal – Zona Norte e Santa Cruz. Podem participar da seleção, nesta modalidade, os portadores de certificado de conclusão do ensino fundamental (ou curso equivalente), sendo 50% das vagas destinadas a candidatos que cursaram integralmente o ensino fundamental em escolas públicas brasileiras.

Para realizar as inscrições os candidatos interessados deverão acessar o link disponível AQUI, e preencher o formulário de inscrição até 5 de setembro. No ato da inscrição será necessário informar o número de documento oficial de identificação e do CPF, e em seguida realizar o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 30,00 (trinta reais), até 13 de setembro, conforme o anexo VIII do Edital. Vale ressaltar que os candidatos do ProITEC estão ISENTOS de pagar a taxa de inscrição.

Avaliação

A prova será aplicada em 20 de outubro, e abrangerá conhecimentos comuns às diversas formas de escolarização do ensino fundamental, em conformidade com as diretrizes. O processo Seletivo será organizado da seguinte forma:

a) Prova I – Língua Portuguesa, com 20 (vinte) questões de múltipla escolha;

b) Prova II – Matemática, com 20 (vinte) questões de múltipla escolha;

c) Prova III – Produção Textual Escrita, com 01 (uma) questão discursiva.

Cada uma das provas terá pontuação total variando de 0 (zero) a 100 (cem) pontos. Todas as questões, independentemente do curso escolhido, serão baseadas nos conteúdos do Ensino Fundamental, de acordo com o Anexo V do Edital.


Se você quer ficar por dentro das novidades de concurso público e processo seletivo no Rio Grande do Norte, participe do nosso grupo no Facebook (clique aqui). Agora, se pretende focar nos estudos com os mais variados materiais para concurso, clique aquiQuer bolsa de estudo com até 70% de DESCONTO? Clique aqui e saiba mais!

Read More...

Educação

Projeto de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos está sendo ofertado pela Estácio

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados no último mês, o Brasil ainda tem mais 11 milhões de analfabetos entre a população de 15 anos ou mais. Em paralelo a isso, a Organização das Nações Unidas (ONU) quer garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos – homens e mulheres – estejam alfabetizados e tenham adquirido o conhecimento básico de matemática até 2030.

É por reconhecer todas essas estatísticas que a Estácio está com inscrições abertas, até o dia 5 de agosto, para o Projeto de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos. A iniciativa integra o Programa de Responsabilidade Social da companhia. Em sua 4ª edição, as aulas serão ofertadas em quatro unidades do Rio de Janeiro: Ilha do Governador, Alcântara, Queimados e Via Brasil. Além dos campus de Carapicuíba, Natal e Brasília.

Desde sua criação em 2018, o Projeto já contou com a participação de mais de 300 alunos. “Nossa meta é levar esse projeto a todas as unidades da Estácio no Brasil. Estamos alinhados com os ODS 4 da ONU e queremos combater o analfabetismo e erradicá-lo no entorno de nossos campus. Os novos dados do IBGE nos mostram que a batalha ainda é bem grande”, afirma Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade do Grupo Estácio.

Cláudia também contou que o projeto está alinhado à missão da Estácio de Educar para Transformar e reforça a diretriz de manter um relacionamento próximo e sustentável com a comunidade do entorno de suas unidades. Ainda de acordo com ela, a iniciativa também representa uma oportunidade única para os alunos da instituição, pois vão aprender na prática a atuarem como alfabetizadores, o que sustenta o compromisso com a empregabilidade destes egressos.

Sobre o projeto

Por um período de quatro meses, os matriculados terão aulas com estudantes dos cursos de Licenciaturas da Estácio, como Pedagogia, Letras, História, Geografia e Matemática, juntamente, com a participação do corpo docente da faculdade. As aulas acontecerão no período noturno com duração de três horas por dia, duas vezes por semana, e serão totalmente gratuitas. Os interessados poderão se inscrever até o dia 5 de agosto, diretamente nas salas de matrícula das unidades que ofertam o curso. As aulas terão início no dia 12 de agosto. Mais informações podem ser obtidas pelo site ou por meio do telefone gratuito 0800 880 6774.

Bolsas de estudo

Quem se interessou pelo curso, mas não reside próximo aos campus, não precisa desanimar. É possível estudar através do programa de Educação de Jovens e Adultos – EJA com as bolsas de estudo oferecidas pelo Educa Mais Brasil. O Educa já beneficiou mais de 1 milhão de estudantes  em todo o Brasil. Acesse o site do programa e confira as oportunidades oferecidas na sua região. É possível encontrar bolsas de até 70% de desconto.

Read More...

Educação

Cenário preocupante: 40% da população com 25 anos ou mais não concluiu a educação básica

Um indicador divulgado recentemente preocupa o cenário educacional brasileiro. Cerca de 53,4 milhões de pessoas de 25 anos ou mais não concluíram o ensino fundamental, o que representa 40% da população. Esse número é só um recorte de uma estatística ainda mais ampla e preocupante: mais da metade dessa população (52,6%) não chegou a se formar no ensino médio, o que corresponde a 70,3 milhões de pessoas.

Esses dados se referem ao ano 2018 e fazem parte do suplemento de educação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados na semana passada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi analisado também o tempo de estudo. O brasileiro cumpre, em média, 9,3 anos de estudo quando são necessários, no mínimo, 16 anos para completar todos os níveis de escolaridade até o ensino superior. Por gênero, foi identificada uma diferença. Em média, os homens estudam durante 9 anos. As mulheres, um pouco mais,  9,5 anos.

Para não fazer parte dessa estatística de não ter concluído a educação básica, Witalla Vitória de Jesus, 18 anos, está correndo atrás para concluir os seus estudos na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), no Colégio Delta. Ela parou de ir a escola quando estava no 9º ano e resolveu retornar porque tem o sonho de ser uma profissional qualificada. “Decidi voltar para ser alguém na vida. Tenho o sonho de fazer faculdade de direito, pois admiro a área”.

Já Emily Daiane dos Santos, também 18 anos, se vê no futuro na área de saúde depois que concluir o ensino básico. Ela interrompeu os estudos quando estava no 7ª ano. “Preciso terminar os estudos, me profissionalizar para trabalhar, meu objetivo é esse. Penso em cursar medicina, planeja a estudante EJA – Ensino Fundamental no Colégio Nossa Senhora de Lourdes.

Bolsas de estudo para EJA – Educação de Jovens e Adultos

As duas estudantes estão tendo a oportunidade de concluir a educação básica graças às bolsas de estudo concedidas pelo Educa Mais Brasil para a modalidade EJA – Educação Jovens e Adultos. No site do programa, parceiro do Portal N10 (veja aqui) é possível consultar as vagas disponíveis em cada cidade e se inscrever gratuitamente.

Read More...

Educação

Norte e nordeste são as regiões com menor número de concluintes do Ensino Fundamental

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do primeiro trimestre de 2019 revelam que o Brasil tem 35% de pessoas em idade de trabalhar que não concluíram o ensino fundamental – etapa da educação básica voltada à população de 6 a 14 anos.

Analisando as regiões, o Norte e o Nordeste apresentam o menor índice de escolaridade, ou seja, mais pessoas não concluíram esta etapa de ensino nestas regiões do país. No Norte, 44,1% das pessoas com mais de 14 anos não concluíram o ensino fundamental. No Nordeste, o índice é menor, com taxa de 38,7%. A região que concentra o maior índice de acesso aos estudo é a região Sudeste.

Relacionando os dados acima com o atual momento, em que o cenário da educação brasileira passa por um contingenciamento orçamentário, fica a dúvida sobre os planos para os ensinos básico, fundamental e médio, que influenciam diretamente nas taxas de desemprego. Dados do IBGE indicam que 5,2 milhões de desempregados procuram trabalho há mais de 1 ano.

Com um mercado tão estreito, uma opção é a educação de Jovens e Adultos (EJA) que perpassa por todos os níveis da educação básica e é destinado para aqueles que não deram continuidade aos estudos ou que não tiveram acesso a essas modalidades do ensino na idade adequada. Com isso, quem nunca teve a oportunidade de completar os estudos ainda ganha uma chance de sair das estatísticas do desemprego.

Também pensando em reverter esse cenário, o programa de inclusão educacional – Educa Mais Brasil oferta bolsas de estudo para várias modalidades de ensino, em todas as regiões do país. Em 15 anos de atuação, o programa já beneficiou mais de 1 milhão de estudantes. Para educação básica as bolsas chegam até 50% e no ensino superior pode chegar até 70%. Acesse o site do Educa Mais Brasil e confira todas as oportunidades.

Read More...

Destaques, Educação

IFRN abre 1370 vagas em cursos técnicos

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) lançou os editais de processo seletivo para cursos técnicos subsequente (Edital 09/2018) e ProEJA (Edital 10/2018). São ofertadas 1250 vagas para os cursos técnicos subsequentes de 16 campi do Instituto, 40 vagas para o curso técnico integrado ProEJA em Edificações (Campus Mossoró) e 80 vagas no curso Informática para Internet (Campus EAD).

Os interessados devem se inscrever no período de 19 de março até o dia 12 de abril de 2018 no portal do candidato. A inscrição exige o pagamento de uma taxa de inscrição de R$ 30, que deve ser feita até o dia 13 de abril, em qualquer agência bancária. Estudantes com renda familiar baixa que comprovem inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) podem solicitar a isenção do pagamento da taxa no período de 19 a 27 de março de 2018, também no Portal do Candidato.

O processo seletivo para os cursos técnicos subsequentes e ProEJA é composto por uma prova objetiva de Português e Matemática, além de uma Redação. A avaliação será no dia 13 de maio, entre 8h e 12h, nas cidades onde os candidatos, se aprovados, serão matriculados e frequentarão os cursos.

TÉCNICO SUBSEQUENTE

Curso profissionalizante ofertado para estudantes que já tenham concluído o ensino médio. Em geral, tem 2 anos de duração. No Edital 09/2018, são ofertadas vagas para os seguintes campi:

Apodi – Química – Noturno

Caicó – Eletrotécnica – Noturno | Vestuário – Noturno

Canguaretama – Mecânica – Noturno

Ceará Mirim – Equipamentos Biomédicos – Noturno | Manutenção e Suporte em Informática – Noturno

Ipanguaçu – Manutenção e Suporte em Informática – Vespertino

Lajes – Informática – Vespertino

Macau – Química – Noturno

Mossoró – Eletrotécnica – Matutino | Mecânica – Matutino | Petróleo e Gás – Noturno | Saneamento – Vespertino

Natal-Central – Geologia – Vespertino | Mineração – Matutino | Segurança do Trabalho – Noturno | Edificações – Vespertino e Noturno | Estradas – Vespertino | Eletrotécnica – Vespertino | Mecânica – Noturno | Petróleo e Gás – Vespertino

Natal-Cidade Alta – Eventos – Noturno | Guia de Turismo – Vespertino

Natal-Zona Norte – Manutenção e Suporte em Informática – Noturno

Nova Cruz – Administração – Vespertino

Parelhas – Mineração – Matutino

Parnamirim – Mecatrônica – Noturno | Rede de computadores – Noturno

Santa Cruz – Manutenção e Suporte em Informática – Noturno

São Paulo do Potengi – Edificações – Noturno | Meio Ambiente – Noturno

INTEGRADO PROEJA

Curso profissionalizante ofertado ao mesmo tempo em que o ensino médio para estudantes com 18 anos ou mais. Possui 4 anos de duração.

O Edital oferta 40 vagas para o Curso Técnico Integrado ProEJA em Edificações do Campus Mossoró.


Para mais informações, confira o edital (link em negrito) abaixo:

Edital 09/2018 – Processo seletivo para os cursos técnicos de nível médio na forma subsequente

Edital 10/2018 – Processo seletivo para os cursos técnicos de nível médio na forma integrada na modalidade Educação de Jovens e Adultos

Read More...