Empregos e Estágios

Quais habilidades devo informar no currículo?

O currículo é um documento de suma importância para os profissionais. Ele representa o primeiro contato do candidato com a empresa, por isso é necessário causar uma boa impressão. Para isso, alguns cuidados devem ser tomados.

Dúvidas sobre a forma correta de criá-lo ainda são comuns, por isso hoje vamos comentar sobre as habilidades para currículo. Quais competências são mais apreciadas pelos recrutadores? Confira abaixo:

Inteligência emocional

Alguns profissionais ainda não se deram conta do quanto a inteligência emocional pode contribuir com a sua carreira. Através dela é possível controlar melhor as emoções e desenvolver maturidade nos relacionamentos interpessoais. Os recrutadores buscam candidatos que possam trabalhar em equipe, desenvolver seus talentos e tenha capacidade de motivar as pessoas. A inteligência emocional é uma aliada no desenvolvimento dessas habilidades.

Comunicação

A boa capacidade de comunicação não significa que você deve ser a pessoa mais extrovertida do mundo. Na verdade ela está mais relacionada à capacidade de se comunicar com clareza nos diferentes tipos de conversa, seja pessoalmente, por e-mail, telefone, etc. É fundamental ter segurança para receber e passar informações e tomar cuidado para que ruídos não interfiram neste processo.

Tecnologia

A capacidade para lidar com pessoas é bastante valorizada. Porém, outra qualidade em alta no mercado é o conhecimento sobre tecnologia. Para isso, é importante que o profissional saiba como utilizar a tecnologia em benefício do seu crescimento. Informe sobre os softwares importantes para a sua área de atuação que você domina. Insira cursos que tenha realizado e podem ser atrativos para a vaga.

Resolução de problemas

É inegável que a atividade profissional passa por diferentes tipos de problemas. Para as organizações, é fundamental ter em seu quadro funcionários capacitados a refletir soluções inovadoras para as dificuldades que surgirem. Habilidade para solucionar crises, por menores que sejam, é um diferencial para os candidatos que buscam uma oportunidade no mercado.

Fonte: E+B Educação | Gabriele Silva

Read More...

Destaques, Empregos e Estágios

Mentir no currículo coloca a vaga do seu futuro emprego em risco

A medida desesperada de conseguir um emprego pode parecer inicialmente inofensiva, mas mentir no currículo é muito sério. E pode acarretar diversos problemas ao longo do tempo, até mesmo envolvendo a Justiça. Mesmo não tendo uma Lei estabelecendo que mentir no currículo é crime, a descoberta de divergências de informações no documento pode prejudicar a imagem do profissional e ainda resultar em demissão por justa causa.

Há 6 anos, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados rejeitou um projeto de lei que tinha como proposta tipificar como crime a falsificação de currículos. A justificativa utilizada é de que a falsificação de currículo poder ser enquadrada no artigo 298 do Código Penal, que prevê reclusão, de um a cinco anos, para quem falsificar documento particular.

Diante disso, decisões recentes da Justiça sobre mentiras no currículo têm dado parecer favorável a demissão do funcionário por justa causa quando são identificadas mentiras sobre conclusão do ensino médio, por exemplo.

Como fazer um currículo mesmo sem experiência profissional

Competir com profissionais mais experientes pode levar o candidato a inventar cargos, experiências ou até mesmo qualificações em seu currículo. Para evitar ter que enfrentar maiores problemas posteriormente, uma dica é criar um currículo de recém-formado para profissionais sem experiência que impressione os recrutadores e auxilie na busca pela vaga desejada.

Uma dica para aqueles que já possuem uma graduação é investir no maior número de especializações e cursos. Para isso, é possível contar com a ajuda do Educa Mais Brasil. Acesse o site (veja aqui) e confira todas as oportunidades, é possível conseguir descontos de até 70%.

Read More...

Empregos e Estágios

Boa parte dos recrutadores leva até 29 segundos para avaliar um currículo

Em média, um recrutador demora de 6 a 10 segundos para descartar um currículo para uma entrevista, revela pesquisa realizada pela empresa de recrutamento online Catho. De acordo com levantamento realizado com mais de 400 recrutadores, entre as informações mais observadas e sempre citadas como primordiais no preenchimento do documento, encontram-se experiência profissional, objetivos e dados de contato.

A pesquisa também observou que, em uma primeira avaliação, o profissional que recebe cerca de 100 currículos analisa, em média, 15 com maior critério e cautela. Dos 400 recrutadores entrevistados, a maior parte – o equivalente a 57% – leva até 29 segundos para avaliar os documentos.

Não menos importante do que as informações mais observadas, um currículo também precisa conter aptidões técnicas que são utilizadas para avaliar o candidato sobre suas habilidades e competências profissionais. Tudo isso, precisa ser informado de forma “limpa” e bem organizada.

Os recrutadores ainda apontaram as informações que não podem faltar na construção de um currículo: experiência profissional (80%), formações e/ou cursos complementares (60%), cargo e/ou área pretendida (60%), objetivo profissional (50%) e conhecimento em outros idiomas (24%).

Fonte: E+B Educação | Bárbara Maria

Read More...

Destaques, Empregos e Estágios

Confira 5 dicas para seu currículo chegar ao recrutador

O currículo é a porta de entrada para conquistar aquela vaga desejada e, atualmente, a internet é o principal meio de contato entre profissionais e empresas. Mas, na hora de enviá-lo, não é incomum que o e-mail se perca devido ao alto volume de candidaturas. Para ajudar a destacar seu currículo no momento do preenchimento para uma vaga, a Randstad, líder em soluções de recursos humanos, elencou 5 dicas preciosas. Confira:

Regra #0: edite seu currículo

Antes de aplicar para qualquer vaga, é fundamental dar um passo atrás e editar criteriosamente seu currículo. “Atualmente, há uma preocupação grande das pessoas em relação ao visual do documento, mas também é preciso ter atenção às informações que serão apresentadas”, ressalta Letícia Krauskopf, gerente da Randstad Professionals. Adicionar experiências profissionais, competências, projetos especiais, cases de sucesso e prêmios recebidos é muito importante. “Uma dica de ouro é ter mais de um currículo ou sempre adaptar o documento original de acordo com a vaga em questão. Reorganize as informações e destaque as competências que estão sendo requisitadas”, recomenda a especialista.

Avalie as vagas com critério

Não mande o seu currículo aleatoriamente para qualquer vaga na esperança de ter mais chances. De acordo com Letícia, “Isso pode prejudicar a imagem do profissional no mercado e fazer com que ele perca a credibilidade”. Portanto, antes de aplicar para uma vaga, leia atentamente o descritivo e requisitos e avalie se seu perfil e competências são adequados ao posto.

Fuja do padrão no corpo do e-mail

Não escreva “currículo anexo” ou deixe o corpo do e-mail em branco. Aproveite a oportunidade para se apresentar, contar como teve acesso ao contato do recrutador e falar brevemente sobre o que o interessou na vaga para a qual está aplicando. “Tenha cuidado para não se estender demais. As clássicas cartas de apresentação já não têm tanta efetividade no modelo de recrutamento atual”, recomenda Letícia. Para o título, a recomendação é: “Currículo – Área – Cargo”. Exemplo: Currículo – Vendas – Analista Pleno.

Tenha conhecimento a respeito da empresa

Pesquise a empresa para a qual você está se candidatando. “Entender sobre a vaga e a cultura da empresa são passos importantíssimos para saber se a oportunidade realmente interessa e se seu perfil é adequado”, diz a especialista. Além disso, essa pesquisa pode ajudar na adaptação do seu currículo e nos pontos a serem destacados por e-mail no momento da candidatura.

Tenha cuidado com a linguagem

Evite usar linguagem informal e revise o texto quantas vezes for necessário, pedindo ajuda de outros para garantir que ele esteja sem erros gramaticais e com as principais informações em destaque. “Erros de português causam uma impressão ruim, por mais qualificação que o candidato tenha. A primeira impressão é importantíssima para que o candidato continue no processo seletivo, finaliza a Letícia.

Read More...

Dicas

Saiba qual a importância de se manter sempre atualizado no mercado de trabalho

Não há dúvidas: ser um profissional atualizado no mercado de trabalho, apesar de fundamental, é um grande desafio, porque, para isso, é necessário que as pessoas saiam do lugar-comum e da zona de conforto. Em um mercado competitivo, no entanto, a atualização se tornou pré-requisito. O tema é ainda mais relevante em um cenário de turbulência política e econômica, como o que o Brasil atravessa neste ano. De acordo com o IBGE, são cerca de 13,6 milhões de desempregados no país.

Seja informado

Outro desafio é o de se atualizar ao mesmo tempo em que atende às demandas de trabalho. É necessário ter organização e separar um horário na agenda para esse fim. Ler muito sobre o setor, as tendências de mercado, novas tecnologias e o que está acontecendo no mundo ajudará você a tomar melhores decisões e a ter insights para resolver problemas na empresa. Aqui vale tudo: revistas de negócio, livros, sites especializados na sua área de atuação, jornais e publicações científicas.

Uma outra forma de se manter atualizado sobre o que acontece na sua área é participar de congressos e palestras. Se a empresa na qual você trabalha permitir, não perca a oportunidade de visitar esse tipo de evento, porque ele será muito importante para você desenvolver seu networking e conhecer cases de sucesso.

Siga pessoas relevantes

O aprendizado é a chave da atualização profissional. Se você estiver sempre em busca de novos assuntos e sedento por conhecimento e informação, provavelmente não ficará para trás. Para criar uma rede de relacionamento e de consumo de informação, você também pode contar com as redes sociais. Siga profissionais relevantes da sua área e observe sobre o que eles estão falando. No LinkedIn, por exemplo, há diversos artigos sobre os mais variados temas, sempre focados em assuntos profissionais e de mercado. O Twitter é outra rede social que concentra muitas pessoas influentes em vários setores.

Faça cursos

Os cursos de especialização e de atualização são uma ótima oportunidade para se aperfeiçoar. Com eles você poderá aprender novas metodologias e ferramentas de trabalho, além de adquirir novas habilidades e, assim, ter mais chances de crescimento na empresa. Cursos de idioma também são muito bem-vindos. Quanto mais facilidade você tiver com idiomas estrangeiros, mais possibilidades terá de se manter bem posicionado no mercado de trabalho.

O importante, como já foi dito, é aprender constantemente, seja por meio de livros, revistas, palestras, congressos ou cursos. O profissional que está sempre conectado com as novas tendências sai na frente em relação aos demais. O autodesenvolvimento é o melhor investimento de longo prazo para a sua carreira.

Read More...