Destaques, Plantão Policial

MPRN combate pedofilia em cidade próxima a Santo Antônio

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou na manhã desta quarta-feira, dia 27 de março, a operação Além das Sombras, que combate a prática de pedofilia e crime de abuso sexual infantil em uma cidade próxima a Santo Antônio, no interior do Estado.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra um homem de 50 anos que terá a identidade preservada para garantir o sigilo das investigações. Ele se aproveitava da proximidade afetiva com a família de uma criança para perpetrar os abusos através das redes sociais. O homem usava o perfil da própria filha, outra criança, para enviar imagens e vídeos pornográficos para a vítima. Com o passar do tempo, segundo as investigações do MPRN, ele não teve o mínimo pudor em usar o próprio perfil para continuar com os crimes.

Durante as buscas foram apreendidos celulares e materiais que podem ter relação direta com os abusos. A pedido do MPRN, a Justiça potiguar ainda determinou que o homem se abstenha de fazer contato com a vítima por qualquer meio de comunicação, além de manter-se a uma distância mínima de 200 metros dos locais onde frequentam.

A ação contou com a participação de três promotores de Justiça e de agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do Ministério Público, com o apoio da Polícia Civil e da Polícia Militar.

O abuso sexual infantil está presente em todas as classes sociais e permanece na “escuridão” em consequência de diversos fatores, entre eles a relação de proximidade e confiança entre abusador e vítima. Os criminosos geralmente são pessoas acima de qualquer suspeita, com relação de parentesco ou de amizade com a família (pai, mãe, irmão, padrasto, vizinhos, professores, médicos, babás, entre outros).

O MPRN alerta aos pais que a maneira mais eficaz de proteção é a atenção, acompanhamento contínuo e orientação das crianças diante da diversidade de informações as quais são expostas, muitas delas difundidas sem qualquer controle, aliada a falta de supervisão da família.

Disque 127

O Disque Denúncia 127 é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 988634585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

Read More...

Mundo

Vaticano cria 1º esquadrão de combate à pedofilia

(ANSA) – A batalha da Igreja Católica contra a pedofilia foi reforçada nesta terça-feira (14) com a formação de 19 estudantes laicos e católicos como “Especialistas Internacionais na Proteção de Menores”.

Vindos de 15 países de quatro continentes, os alunos frequentaram o curso ministrado pelo Centro de Proteção à Crianças (CCP, na sigla em inglês) do Instituto de Psicologia da Pontifícia Universidade Gregoriana. A missão do curso? Formar especialistas no âmbito da prevenção e do combate do abuso sexual de menores.

“Vocês estão fazendo um grande esforço para prevenir e curar a praga dos abusos sexuais de crianças. Desejo que vocês tenham coragem e paciência, que sejam audaciosos e empreendedores. Estou certo que vocês encontrarão muitos sorrisos de gratidão. Rezo por vocês e peço que façam o mesmo por mim”, escreveu em carta o papa Francisco ao presidente do CCP, padre Hans Zellner.

O curso foi iniciado em fevereiro deste ano e será repetido anualmente. Durante as aulas, os estudantes adquiriram conhecimentos para reconhecer sinais de abusos sexuais, para elaborar medidas de prevenção e para saber relacionar-se com as vítimas.

Os primeiros diplomados no “Safeguarding of Minors” vem de países como o Zimbábue, a África do Sul, Malaui, Quênia, Congo, Índia, Taiwan, Bélgica, México, Peru, Estados Unidos e Itália.

“Em muitos desses países, a importância da prevenção é subestimada e, especialmente nessas nações, há a necessidade de especialistas com uma sólida formação, na Igreja e na sociedade, promovendo e potencializando a proteção dos menores”, afirmou o padre Zellner.

Já o cardeal Fernando Filoni, prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, afirmou que a “prevenção dos abusos contra menores é uma prioridade para toda a Igreja”.

“De modo especial, queremos nos empenhas nas jovens Igrejas afim de que se faça todo o possível para enfrentar este triste fenômeno nas escolas, nas universidades, nas paróquias. Por isso, a Congregação para a Evangelização dos Povos está muito feliz em apoiar os esforços de formação e acadêmicos do CCP”, ressaltou Filoni.

Quem quiser participar da turma de 2017 do curso, informa a Universidade Pontifícia, poderá se inscrever até o dia 30 de junho deste ano.

Read More...