Plantão Policial

Polícia Civil apreende mais de 15 mil maços de cigarros em Mossoró

Policiais civis da 3ª equipe de Plantão da Delegacia de Mossoró detiveram, na manhã desta quinta-feira (19), cinco pessoas e apreenderam mais de 15 mil maços de cigarros de origem ilícita na Região Oeste do Estado. O carregamento de cigarros estava sendo transportado próximo à cidade de Areia Branca e foi apreendido por volta das 2h da madrugada.

A partir de denúncias anônimas, a 3ª equipe da DP de Plantão de Mossoró saiu em diligência, com apoio da Polícia Militar, e conseguiu interceptar o veículo suspeito, um caminhão Baú, com placa do Estado do Pará. Além do motorista do caminhão, mais quatro pessoas, que trafegavam em outro veículo, também foram detidas. Os cinco suspeitos foram conduzidos até a delegacia da Polícia Federal em Mossoró.

Até o momento, estima-se que a carga aproxima-se de 15 mil maços de cigarros, sendo de origem estrangeira. Devido à grande quantidade, a carga ainda será contabilizada de forma detalhada. Dentre os conduzidos estão dois homens estrangeiros.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Read More...

Destaques, Plantão Policial

Mais de 230 mil maços de cigarros são apreendidos na BR 101 em São José de Mipibu

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na noite desta quarta-feira (18), na Unidade operacional da BR 101 em São José de Mipibu, 234 mil maços de cigarros das marcas WS e CLUBE ONE, com irregularidades fiscais. A carga estava em uma carreta baú, com placas do Rio Grande do sul, conduzida por um homem de 54 anos.

No momento da abordagem, o motorista demonstrou muito nervosismo, o que despertou a atenção dos policiais. Indagado sobre a carga, ele falou que estava transportando pregos, mas quando os PRFs abriram o baú, descobriram a grande quantidade de caixas com cigarros. O motorista ainda tentou fugir, mas foi contido.

Na nota fiscal apresentada pelo motorista, constava que a mercadoria estava vindo da cidade do Rio de Janeiro, com destino às cidades de Natal e Pau dos Ferros, porém o CNPJ que constava no documento, seria de um pequeno comerciante da cidade de Parelhas. Uma equipe do Fisco estadual foi ao estabelecimento comercial que constava como o comprador dos cigarros, mas este informou que desconhece a operação. Desta forma, ficou comprovado a ilicitude da mercadoria.

Diante das irregularidades flagrantes, o caminhão e o produto foram apreendidos e encaminhados à Secretaria de Tributação Estadual em Natal, para adoção dos procedimentos legais cabíveis.

Read More...

Brasil

Lei Antifumo entra em vigor a partir da próxima quarta-feira (3)

Na próxima quarta-feira (3) entrará em vigor a Lei Antifumo que inibe, entre outros atos, fumar em locais fechados, públicos e privados, de todo o Brasil. De acordo com especialistas, é um avanço no combate ao hábito de fumar. Aproximadamente 11% da população brasileira são fumantes. Comemorado no Dia Nacional de Combate ao Câncer, na última quinta-feira (27), os esclarecimentos vem para intensificar as medidas de prevenção da doença. Recentemente, especialistas disseram que cigarros digitais contém 10 vezes mais substâncias cancerígenas do que os cigarros normais.

Entrando em vigor, a Lei 12.546, confirmada em 2011 e regulamentada em 2014, será totalmente proibido fumar cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés e outros produtos em locais de uso coletivo, públicos ou privados, especificamente hall e corredores de condomínio, restaurantes e clubes, até mesmo se o ambiente esteja por um tempo fechado por uma parede, divisória, teto ou até toldo. Se caso os estabelecimentos comerciais não seguirem a norma, acarretará em multas e poderá até perder a licença de funcionamento.

A norma também vem para exterminar os fumódromos e proíbe a propaganda comercial de cigarros até mesmo em locais de comercialização, onde era possível publicar via displays. Só serão autorizados os produtos que estiverem acompanhados com informações sobre os danos que o fumo causa a saúde. Além do mais, os fabricantes terão que expandir os espaços com informações sobre os males do fumo, que deverão estar expostos em 100% da face posterior das embalagens e de uma de suas laterais.

Só será permitido fumar em casa, em áreas ao ar livre, parques, praças, em lugares abertos como estádios de futebol, em vias públicas e em tabacarias, que estejam voltados para esse hábito. Nas exceções se incluem também os cultos religiosos, onde os participantes tem a liberdade de fumar, caso isso faça parte do ritual.

Nas Américas, de acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), 16 países já criaram ambientes livres de fumo em locais públicos, fechados e de trabalho: a Argentina, Barbados, o Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, Jamaica, Panamá, Peru, Suriname, Trinidad e Tobago, Uruguai e a Venezuela.

As informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca) esclarecem que 90% dos casos de câncer de pulmão, o que mais aparece frequentemente, estão relacionados ao tabagismo. A estimativa dada pela instituição é que em 2012 foram descobertos mais de 27 mil novos casos da doença, estando conceituada como “extremamente letal”.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Conforme o epidemiologista e consultor médico da Fundação do Câncer, Alfredo Scaff, o hábito de fumar não só causará os cânceres no aparelho respiratório, mas também a outros como de bexiga e intestino e também podendo acarretar em outras doenças, como hipertensão e doenças reumáticas.

“Nós sempre associamos o hábito de fumar ao câncer, mas não é só o câncer, são quase 50 doenças que ele pode causar, direta ou indiretamente”. Scaff ressaltou que os malefícios tanto fazem mal para a pessoa que fuma quanto para quem está ao lado, o fumante passivo.

O epidemiologista informa que por volta do fim da década de 80, foi feita uma pesquisa e cerca de 35% da população adulta eram fumantes, essa porcentagem hoje é quase 11%. Ele ressalta que, que essa redução é relativa à legislação, que não deixa que as pessoas fumem em determinados lugares, e as normas de propagandas. “A Lei Antifumo vai determinar o local para fumar, isso já não permite que as pessoas fume a todo momento. Só para dar uma ‘refrescada na memória’ , há um tempo atrás, era permitido fumar em avião, no trabalho, no cinema, em qualquer lugar podia puxar o cigarro”.

O especialista adverte que as pessoas entendam fumar é um vício, um abito, doença que precisa de tratamento. Ele ainda esclarece que a rede pública distribui em toda nossa nação medicamentos e insumos necessários para quem deseja de uma vez por todas vencer o vício.

Para dar firmeza e importância a Lei Antifumo, a Fundação do Câncer, juntamente com a Aliança de Controle do Tabagismo, na semana lança uma campanha informativa em todas as redes sociais. A campanha tem como o objetivo conscientizar a população sobre o tema e esclarecer informações sobre a lei.

Read More...

Saúde

Cigarros digitais contém 10 vezes mais substâncias cancerígenas do que os cigarros normais, dizem especialistas

E-cigarros contêm 10 vezes o nível de agentes cancerígenos que tem o cigarro convencional. Especialistas em saúde no Japão descobriram altos níveis de substâncias químicas, incluindo formaldeído e acetaldeído, no vapor produzido por vários tipos de líquidos do cigarro digital. As últimas descobertas virá como um duro golpe para os partidários dos dispositivos eletrônicos, que tem anunciado o e-cigarro como mais seguros do que os cigarros comuns. As informações são do Daily Mail.

Os aparelhos, que estão se tornando cada vez mais populares em todo o mundo, sobretudo entre os jovens, funcionam por aquecimento de um líquido aromatizado, que muitas vezes contém nicotina em um vapor que é inalado, muito parecido com os cigarros tradicionais, mas sem a fumaça.

Pesquisadores encomendados pelo Ministério da Saúde do Japão encontraram substâncias cancerígenas, como o formaldeído e acetaldeído em seu vapor. O formaldeído – uma substância encontrada em materiais de construção e fluidos de embalsamamento – esteve presente em níveis muito mais elevados do que os agentes cancerígenos encontrados na fumaça dos cigarros normais, disse uma autoridade de saúde.

Partidários do e-cigarros dizem que os aparelhos são uma alternativa mais segura ao tabaco tradicional, cujo ramo de produtos químicos e gases tóxicos podem causar câncer, doenças cardíacas e derrames. Foto: Reprodução/Daily Mail

Partidários do e-cigarros dizem que os aparelhos são uma alternativa mais segura ao tabaco tradicional, cujo ramo de produtos químicos e gases tóxicos podem causar câncer, doenças cardíacas e derrames. Foto: Reprodução/Daily Mail

Acetaldeído, que ocorre naturalmente em pequenas quantidades, mas é usado principalmente em plantas industriais para produzir ácidos e outros produtos químicos, também foi encontrado em níveis mais elevados do que o normal no tabaco. Em uma marca de e-cigarro a equipe encontrou mais de 10 vezes o nível de substâncias cancerígenas contidas em um cigarro normal, disse o Dr. Naoki Kunugita, do Instituto Nacional de Saúde Pública, no Japão. Quando o fio que vaporiza o líquido fica superaquecido, maiores quantidades dessas substâncias nocivas parecem ser produzidas, acrescentou. 

Embora a venda deles sejam proibidos em lugares com os EUA, Europa e Brasil, eles podem ser comprados facilmente na internet. Em agosto, a Organização Mundial de Saúde (OMS) apelou aos governos para proibir a venda de e-cigarros a menores de idade, alertando que elas representam uma “ameaça séria” para bebês em gestação e jovens. Apesar de pesquisas insuficientes sobre os seus efeitos, a OMS disse que não havia provas suficientes “para advertir as crianças e adolescentes, mulheres grávidas e mulheres em idade reprodutiva” sobre o uso do cigarro digital. A OMS também disse que eles deveriam ser proibidos de espaços públicos fechados.

Partidários do e-cigarros dizem que os aparelhos são uma alternativa mais segura ao tabaco tradicional, cujo ramo de produtos químicos e gases tóxicos podem causar câncer, doenças cardíacas e derrames. Estes são conhecidos por estar entre as principais causas de morte em muitos países. As grandes empresas de tabaco estão abocanhando produtores de e-cigarros, com medo de perder um mercado global que vale cerca de US $ 3 bilhões.

Read More...