Destaques, Natal

Dezoito localidades da zona Norte de Natal têm abastecimento de água suspenso

Com o objetivo de assegurar a qualidade da água distribuída e de manter o funcionamento correto da Estação de Tratamento de Águas de Extremoz (ETA), a Caern realiza uma manutenção preventiva e programada da ETA nesta quarta-feira (20).

O serviço estava previsto para o início do mês, mas foi reagendado por questões técnicas. O equipamento é responsável pelo tratamento da água que abastece 70% da Zona Norte de Natal.

Para a manutenção, o fornecimento de água será interrompido durante todo o dia, sendo o abastecimento retomado no fim da noite. A normalização da distribuição deve ocorrer em até 48h.

Os bairros da Zona Norte da capital que ficarão desabastecidos são os seguintes: África, Algimar, Alvorada, Amarante, Golandim, Igapó, Jardim Lola, Nova Zelândia, Panatis, Parque dos Coqueiros, parte do Conjunto Santarém, parte Gramoré, Potengi, Redinha (nova e velha), Riverside, Santa Inês, Soledade I e Vale Dourado. Os demais bairros da Zona Norte terão redução no abastecimento.

A recomendação da Companhia é que os moradores desta região reservem água para o período e que, principalmente, utilizem a água de forma racional.

Read More...

Brasil

Projeto de Lei proíbe corte de água e luz por dívida de morador antigo

O Projeto de Lei 167/19 chegou e pretende proibir o corte no fornecimento de serviços públicos concedidos, como água, luz e gás, quando houver dívidas pendentes de ocupantes anteriores do imóvel. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

O texto foi apresentado pelo deputado José Nelto (GO), atual líder do Podemos. Ele recuperou um projeto semelhante (PL 5422/16), do ex-deputado Rômulo Gouveia, que foi arquivado na legislatura passada, encerrada em 31 de janeiro de 2019. Para Nelto, a proposta ainda é atual e deve ser reanalisada pelos parlamentares.

O deputado afirma que não é justo que o novo morador de um imóvel tenha que arcar com as dívidas feitas pelo titular anterior das contas relativas a serviços públicos.

O projeto altera a Lei 8.987/95, que trata da concessão de serviços públicos. De acordo com o texto, a empresa responsável pelo serviço que descumprir as regras deverá pagar multa de, no mínimo, R$ 2 mil.

Tramitação

O PL 167/19 será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa do Consumidor; Trabalho, de Administração e Serviço Público; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

*Com informações da Agência Câmara Notícias

Read More...

Destaques, Natal

23 toneladas de lixo foram despejadas na rede de esgotos de Natal

As redes de esgotamento da Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern) são devidamente planejadas para receber somente água servida e dejetos humanos. Mas, na prática, alguns usuários da rede acabam negligenciando esse uso e depositando coisas além do que a rede está dimensionada para receber.

Para se ter uma ideia, no processo de tratamento de esgoto são retiradas aproximadamente 23 toneladas de lixo sólido na rede por mês, apenas no Sistema de Esgotos da capital. A técnica em controle ambiental da Caern, Maiara Pereira, explica que os materiais mais encontrados vêm das redes domésticas, sendo os mais comuns: óleo de cozinha, copo descartável, saco plástico, garrafa pet, absorventes e preservativos.

E, se somada a quantidade de areia, decorrente de ligações indevidas de água de chuva na rede de esgoto, essa quantidade pode mais do que dobrar, em alguns meses chegando a 50 toneladas de material indevido na rede.

“Em período de inverno o número de lixo encontrado pode chegar a triplicar, em função dessas ligações clandestinas de água de chuva na rede de esgotos. Isto porque que a chuva naturalmente arrasta entulhos e lixo em geral da via, além de areia e outros materiais. Tudo isso acaba indo para a rede de esgotos, que tem uma dimensão menor”, elenca Maiara.

Estes descartes ocasionam obstruções e pode acarretar transbordamentos para a via ou até mesmo para dentro dos imóveis, trazendo riscos à saúde da população, além de prejuízos materiais.

ÓLEO DE COZINHA: VILÃO À PARTE

O óleo de cozinha, além de ser um dos maiores inimigos da rede de esgoto, também tem capacidade para poluir um milhão de litros de água com apenas um litro do produto despejado na pia da cozinha.

Isto porque quando o óleo entra em contato com a rede de esgoto, ele se concentra ao redor da tubulação, petrifica e entope o canal de passagem dos efluentes. Por isso, a recomendação é de que o óleo usado seja devidamente armazenado e descartado em pontos de coleta específicos, para que possam ser reciclados e transformados em sabão biodegradável.

DICAS SOBRE USO CORRETO DA REDE

Para um melhor funcionamento da rede de esgotamento é simples: basta não jogar lixo sólido no esgoto e lembrar que a rede coletora depende de todos, já que cada cidadão tem responsabilidade de descartar corretamente seu lixo produzido.

Lixo: Para evitar o mau uso do lixo é recomendado que todo material sólido seja deixado nos pontos de coleta, não na rede de esgoto. Este material é recolhido periodicamente pelos órgãos de coleta do Município, sendo em Natal, a Urbana.

Produtos de limpeza: Prefira os produtos de limpeza do tipo “biodegradáveis”, como por exemplo o sabão, de modo a evitar que formem muita espuma no esgoto, o que dificulta o processo de tratamento.

Caixa de gordura: O uso da caixa de gordura é necessário para reter óleos, gorduras e restos de comida, de modo a proteger a rede de esgoto. Para manter a caixa limpa, deve ser feita periodicamente a retirada desses resíduos, e depositados no lixo de coleta específico. Em caso de entupimento, é aconselhado que não sejam usados produtos químicos, pois eles são corrosivos e podem danificar a rede.

Read More...

Destaques, Natal

Furto de cabos afeta abastecimento da Caern na zona Norte

Equipes da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) estão trabalhando desde o domingo (10) na substituição de cabos do sistema de abastecimento da zona Norte de Natal. Os cabos do baixo recalque da captação da Lagoa de Extremoz foram furtados durante a madrugada.

Em decorrência do furto, o sistema ficou desligado afetando o fornecimento de água para os seguintes bairros: Amarante, Igapó, Jardim Lola, Nossa Senhora da Apresentação, Parque dos Coqueiros, Vale Dourado e adjacências. Contudo, a situação pode provocar redução no abastecimento de toda a região.

A previsão da Caern é que a distribuição de água esteja normalizada em 72h (ou seja, até a próxima quarta-feira dia 13). A recomendação é que a população utilize a água disponível de forma racional.

Read More...

Destaques, RN

Em seis meses, Caern corta quase 4 mil ligações clandestinas no RN

De julho a dezembro de 2018, quase quatro mil cortes de ligações clandestinas de água em todo o Estado contabilizaram um retorno financeiro de R$ 915 mil à Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). O resultado é fruto de um trabalho do Grupo de Elite de Fiscalização, criado em 2018 e coordenado pela Unidade de Arrecadação e Cobrança (UCAF) e pela Gerência Comercial de Natal (GCN), como ação emergencial para combater fraudes de clientes da Caern em Natal e no interior. Além do retorno financeiro, é verificado também uma melhora no abastecimento da população.

No total, foram executadas 3.335 ordens de serviço de corte (imóveis em débito) e supressão (ligações clandestinas), um impacto positivo na diminuição de perdas da empresa, tendo em vista que as estatísticas de perdas consideram as perdas físicas (vazamentos, etc.) e as aparentes (perdas comerciais, o que deixa de ser faturado). Segundo a Chefe da UCAF, Ana Karine Brito, ao todo foram realizados cinco ciclos de fiscalizações coordenados em campo pelo Chefe do Núcleo de Fiscalização da Natal Sul, José Xavier Filho. Diante do resultado, este será um trabalho que terá continuidade em 2019.

As cidades foram escolhidas com o apoio dos Coordenadores Comerciais de cada Regional, que fizeram o levantamento daquelas com maior necessidade e demanda de trabalho. O grupo realizou inspeções ainda em Natal, Parnamirim, Macau, Caicó, Jardim de Piranhas, Tibau e Parelhas.

NEGOCIAÇÃO DE DÉBITOS

As ligações irregulares de água, conhecidas como “gatos”, afetam toda a coletividade. Além de ser crime, a água que não é faturada entra nas estatísticas de perdas e interfere na regularidade do abastecimento de uma região, tendo em vista que é uma água que está sendo desviada do real consumidor, ocasionando falta d`água a este e desperdícios por parte de quem está consumindo sem pagar a conta.

“A Caern trabalha na perspectiva de regularizar todas as ligações irregulares ou suprimidas (cortadas) por falta de pagamento. O cliente pode procurar qualquer unidade de atendimento da Companhia para negociar a quitação de seus débitos e garantir o fornecimento em seu imóvel de maneira regular.”

Read More...