Brasil

‘Passar fome no Brasil é uma grande mentira’, diz Bolsonaro

(ANSA) – O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (19) que não há fome no Brasil. Em um café da manhã com jornalistas da imprensa internacional, em Brasília, o mandatário comentou que “não se vê gente” com “físico esquelético” pelas ruas.

“O Brasil é um país rico para praticamente qualquer plantio. Fora que passar fome no Brasil é uma grande mentira. Passa-se mal, não come bem, aí eu concordo. Agora, passar fome, não. Você não vê gente, mesmo pobre, pelas ruas, com físico esquelético como a gente vê em outros países pelo mundo”, afirmou o presidente, ao ser questionado por uma jornalista do “El Pais” sobre os planos do governo federal para combater o aumento da pobreza e da fome no Brasil.

Bolsonaro também criticou que governo anteriores tenham atrelado a distribuição de riquezas pelo Brasil à concessão de bolsas e auxílios financeiros. “Criaram um país das bolsas”, ironizou.

Ele ainda defendeu que apenas o “conhecimento” pode tirar alguém da miséria e lamentou que exista um “discurso populista” sobre o problema da fome. “Falar que se passa fome no Brasil é discurso populista, tentando ganhar simpatia popular, nada além disso”, afirmou. “O que nós temos que fazer, nós, poder Executivo e Legislativo, em grande parte um depende do outro, é facilitar a vida do empreendedor, de quem quer produzir”.

Read More...

Destaques, Política

‘Pretendo beneficiar filho meu, sim’, diz Bolsonaro

(ANSA) – O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a indicação de um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro, ao cargo de embaixador nos Estados Unidos e disse que pretendia “beneficiar o filho, sim”. “Pretendo beneficiar filho meu, sim. Se eu puder dar um filé mignon para o meu filho, eu dou, mas não tem nada a ver com o filé mignon essa história aí. É aprofundar o relacionamento com a maior potência do mundo”, alegou o mandatário, em sua tradicional transmissão ao vivo via Facebook, a qual faz toda quinta-feira à tarde.

Bolsonaro já anunciou que está decidido a endossar a indicação de Eduardo. A decisão, porém, tem dividido opiniões, pois o filho do presidente não tem formação na área nem experiência como diplomata. Além disso, a oposição aponta para um caso de nepotismo. “Você tem de ver o seguinte: é legal? É. Tem algum impedimento? Não tem impedimento. Atende ao interesse público, qual o grande papel do embaixador? Não é o bom relacionamento com o chefe de Estado daquele outro país? Atende isso? Atende. É simples o negócio”, disse Bolsonaro, ontem, ao deixar o Palácio da Alvorada.

+ Maia é ‘nosso general’ para aprovar reforma da Previdência, diz Bolsonaro

+ Datafolha mostra divisão do eleitorado sobre Bolsonaro

Para virar embaixador, Eduardo Bolsonaro precisaria ainda ser aprovado pelo Senado. Na Casa, os senadores se dividem quanto à ideia. Já nos Estados Unidos, o filho do presidente Donald Trump, Eric, negou que possa virar embaixador no Brasil, como um gesto de amizade entre os dois países e como o gabinete de Bolsonaro chegou a cogitar. “Eric dirige as Organizações Trump e está comprometido com o negócio. O Brasil é um país incrível, mas isso [ser embaixador] não passa de um rumor”, esclareceu a porta-voz de Eric, Kimberly Benza, consultada pelo jornal “O Globo”.

Read More...

Destaques, Negócios

Empresa planeja construir 10 “cidades inteligentes” no Brasil até 2022

De olho no Brasil como um mercado amplo para a implantação de cidades inteligentes sociais, a empresa ítalo-britânica Planet pretende construir 10 megaprojetos no Brasil até 2022.

O cenário no país proporciona espaço para isso: levantamento da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta 7,78 milhões de déficit em unidades habitacionais em 2017. Estamos entre os cinco países com maior déficit habitacional no planeta.

Com o conceito ‘Viver, além de morar’, a cidade é projetada e desenvolvida com o know-how desenvolvido pela Planet, que une soluções inteligentes em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

“O projeto oferece equilíbrio entre áreas verdes, núcleos residenciais, comerciais e empresariais e mobilidade inteligente. Nossas cidades são projetadas para serem inclusivas, autônomas e vibrantes, por isso implementamos uma série de atividades como biblioteca, cinema, cursos gratuitos e redes online, que incentivam a economia compartilhada e um novo jeito de viver em comunidade”, explica Susanna Marchionni, CEO da Planet no Brasil.

Natal/RN: Nova Smart City

A primeira cidade inteligente social do mundo foi inaugurada em janeiro, nas proximidades de Fortaleza (CE), e já conta com moradores.

Recentemente o Grupo Planet iniciou as obras para o segundo local, na cidade de São Gonçalo do Amarante (RN), próximo à Natal. O projeto recebe o nome de Smart City Natal e deverá abrigar 15 mil pessoas. Segundo Susanna Marchionni, co-fundadora da empresa, o objetivo é iniciar a construção de mais duas cidades inteligentes ainda em 2019.

A empresa projeta “um novo jeito de viver”: conectado, sustentável e colaborativo, com mais qualidade de vida aos seus moradores. 

Planejados de forma inteligente, os lotes da Smart City Natal variam de 200 a 755 metros quadrados. Ao todo, são 1074 lotes, divididos em 934 lotes residenciais e 140 lotes comerciais. A região da Smart City Natal também está situada em uma posição estratégica, sendo o ponto do Brasil mais próximo da Europa e um dos mais próximos da América do Norte. 

A Smart City Natal segue o sucesso de Smart City Laguna, que está sendo desenvolvida no Ceará e conquistou ampla cobertura de imprensa e vendas recordes. Com área total de 170 hectares, Natal iniciou a construção da primeira fase em março de 2019 e até o final do ano deverá receber os primeiros habitantes. Os lotes custam a partir de R$ 299 a parcela.

“Minha Casa, Minha Vida”: sustentabilidade acessível

Com planejamento cuidadoso, estratégias para sustentabilidade e tecnologia avançada, os projetos da empresa ítalo-britânica têm como um dos principais alvos o segmento da população no perfil do “Minha Casa, Minha Vida”. É o oposto das construções similares já realizadas no Brasil, que miram os mais ricos.

Investimento
Ao todo, serão investidos R$ 140 milhões. Para desenvolver a Smart City Natal, o Grupo Planet firmou parceria com a Habitax, empresa de urbanismo com forte presença no Nordeste do Brasil. 

Planet App
O Planet App é o painel de controle da Cidade Inteligente. Os moradores podem baixar gratuitamente o aplicativo nas versões Android ou iOS. Após o cadastro, os usuários têm acesso a todos os serviços da cidade, além de contato com outros moradores, participação em projetos e atividades sociais. 

Uma das funcionalidades-chave é o botão SOS que, quando clicado, aciona os números de emergência pré-definidos pelo morador (parentes ou amigos), permitindo o chamado de socorro imediato, por meio da geolocalização. O aplicativo também mostra, em tempo real, o andamento das obras e o videomonitoramento das áreas comuns da Cidade Inteligente.

O que é uma cidade inteligente social? 
A cidade inteligente social é um conceito desenvolvido pela Planet Smart City que une soluções inteligentes e inovadoras em quatro pilares: Pessoas, Planejamento Urbano e Arquitetura, Tecnologia e Meio Ambiente para fazer da cidade um local que oferece qualidade de vida superior aos seus moradores. 

Ela é social porque tem foco no bem-estar das pessoas e no desenvolvimento de um ambiente inclusivo, harmonioso e colaborativo. A cidade inteligente social é desenvolvida de forma otimizada e, graças à tecnologia desenvolvida pela Planet, pode oferecer preços acessíveis. 

O Hub de Inovação é o coração social da cidade e oferece um local no qual os moradores e a comunidade do entorno têm acesso à biblioteca, cinema, cursos gratuitos e outras atividades sociais. O intuito é que a cidade seja vista como um parque tecnológico que atraia investimentos e gere retornos econômicos para moradores e investidores.

Sobre a PLANET Smart City 
O Grupo PLANET é formado por empresas italianas, britânicas e brasileiras e inovou criando o conceito de cidade inteligente social e que desenvolve soluções tecnológicas para o crescimento econômico e sustentável das cidades inteligentes. Responsável por idealizar o projeto piloto Smart City Laguna, a primeira Cidade Inteligente Social do Mundo, que está sendo construída no município de São Gonçalo do Amarante, no Ceará/Brasil. Seus fundadores possuem 25 anos de experiência no mercado imobiliário e na construção civil, nacional e internacional.

Read More...

Futebol

França x Brasil ao vivo pela Copa do Mundo Feminina: onde assistir e mais

França e Brasil se enfrentam neste domingo, às 16h (horário de Brasília) pela Copa do Mundo Feminina. O jogo vale vaga nas quartas de final do Mundial e será disputado em Le Havre.

O Brasil teve uma primeira fase irregular, com vitória tranquila sobre a Jamaica por 3 a 0, derrota amarga para a Austrália por 3 a 2, depois de ter aberto dois gols de vantagem, e a classificação suada ao bater a Itália por 1 a 0. As brasileiras ficaram atrás das italianas por causa do saldo de gols e das australianas por conta dos gols pró.

A França, por sua vez, chega invicta ao mata-mata. As donas da casa sofreram apenas um gol na primeira fase – contra, marcado pela zagueira Renard. Nos últimos 17 jogos, as adversárias da Seleção só perderam uma vez.

Escalações

Provável escalação do Brasil: Barbara, Leticia, Kathellen, Mônica, Tamires; Formiga, Thaisa, Marta; Ludmila, Debinha e Cristiane.

Onde assistir?

A partida será transmitida ao vivo pelos canais abertos Globo e Bandeirantes. Também será possível assistir através da TV por assinatura, pelo canal SporTV 2.

Read More...

Copa do Mundo, Destaques

Marta ficará de fora da estreia do Brasil na Copa do Mundo

(ANSA) – O técnico da seleção brasileira feminina, Vadão, confirmou neste sábado (8) que a atacante Marta ficará de fora da estreia do Brasil na Copa do Mundo, neste domingo (9), diante da Jamaica. A camisa 10 não conseguiu se recuperar a tempo da lesão que sofreu na coxa esquerda.

Sem a sua principal jogadora, Vadão revelou que o ataque do Brasil no primeiro duelo do Mundial será composto por Cristiane, do São Paulo, e Bia Zaneratto, do Hyundai Red Angels.

“Ela teve uma evolução muito grande, até acima do que a gente esperava, mas não reúne condições para o primeiro jogo. Pode até ficar conosco torcendo, mas não tem possibilidades de entrar, deixo isso bem claro. A nossa programação é ela não participar desse jogo”, afirmou o treinador de 62 anos.

A jogadora do Orlando Pride, dos Estados Unidos, ainda não participou de nenhum treinamento com o elenco da seleção brasileira. Durante a preparação para a Copa, Marta realizou apenas atividades físicas.

A esperança é que Marta esteja já recuperada para a segundada rodada do Mundial, diante da Austrália, que ao lado do Brasil, é uma das favoritas a passar da fase de grupos.

Outra baixa para Vadão foi a zagueira Erika, do Corinthians, que sofreu uma nova lesão na perna esquerda e foi cortada da seleção brasileira. O treinador do Brasil confirmou que Kathellen entrará como titular na defesa.

Além de Erika e Marta, o Brasil também já perdeu a atacante Adriana, que rompeu os ligamentos do joelho, e a lateral-direita Fabi Simões, que por conta de uma lesão na coxa direita foi desconvocada da seleção.

A estreia da seleção brasileira será diante da Jamaica, que está em sua primeira Copa do Mundo feminina. As Reggae Girlz mostraram nas Eliminatórias ter uma equipe veloz e sólida defesa, já que anotou 53 gols e sofreu apenas 14.

Read More...