Brasil, Destaques

Anvisa proíbe a comercialização de lotes de frango da Perdigão

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda e a distribuição, em todo o Brasil, de alguns lotes de derivados de frango in natura da marca Perdigão. O motivo é a suspeita de contaminação dos produtos por Salmonella enteritidis, bactéria que pode provocar infecção gastrointestinal, quadro que tem como principais sintomas dores abdominais, diarreia, febre e vômito. A bactéria é encontrada no sistema digestivo de animais e em vegetais plantados em solos contaminados.

Segundo o comunicado da BRF, conglomerado que detêm mais de 30 marcas, incluindo a Perdigão e a Sadia, o contágio pela bactéria pode ocorrer quando os alimentos não são completamente fritos, cozidos, assados ou manuseados conforme descrito nas embalagens.

A BRF anunciou o recolhimento de 164 toneladas de cortes e miúdos de frango in natura, como filezinho (Sassami), filé de peito e coração, suspeitos de contaminação. O volume representa 0,1% da produção mensal de frango da empresa no país.

Os itens recolhidos foram fabricados na unidade de Dourados (MS) e contêm o selo de Serviço de Inspeção Federal (SIF) 18 e datas específicas de validade. Eles foram comercializados nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

A instrução da empresa, indicada em site criado para noticiar o recall, é de que os consumidores que tiverem adquirido os produtos dos lotes citados entrem em contato pelo telefone 0800 031 1315 ou pelo e-mail recolhimento.sac@brf-br.com, para esclarecer dúvidas ou para solicitar troca ou devolução. Os lotes recolhidos serão avaliados pelas autoridades sanitárias, que determinarão o que será feito deles.

A BRF informou ainda que todos os demais lotes de produtos da fábrica de Dourados estão em conformidade com os padrões de qualidade requeridos pela legislação, não representando risco aos consumidores.

Read More...

Destaques, Direitos do Consumidor

Anvisa suspende 79 lotes da fralda Turma da Mônica

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta segunda-feira (18) a suspensão de 79 lotes de fraldas descartáveis Turma da Mônica Tripla Proteção, fabricados pela Kimberly-Clark Brasil. A lista completa dos produtos consta na Resolução RE 1.562, publicada no Diário Oficial da União.

Decisão decorre do fato de a fabricante não informar em que condições de umidade e temperatura o produto deve ser conservado e utilizado, o que pode ocasionar reações alérgicas. Diante do ocorrido, a Anvisa optou por retirar os produtos do mercado.

Além disso, a empresa descumpriu – de acordo com a Anvisa, uma série de testes de qualidade e ensaios pré-clínicos, que devem ser repetidos toda vez que a matéria-prima ou o processo de fabricação são alterados.

Kimberly-Clark Brasil

Também não foi apresentado o estudo de estabilidade para o material utilizado, o que é obrigatório. A publicação informa que “as matérias-primas das fraldas devem ser de natureza atóxica e que é necessário submeter os produtos aos testes de irritação cutânea primária, irritação cutânea cumulativa e sensibilização”.

A decisão, publicada no Diário Oficial da União, abrange os seguintes lotes:

SZ LOTE NA FAB: 01/06/2015 a SZ LOTE NC FAB: 30/06/2015

SZ LOTE OB FAB: 01/06/2015 a SZ LOTE OC FAB: 30/06/2015

SZ LOTE PA FAB: 15/06/2015 a SZ LOTE PC FAB: 30/06/2015

SZ LOTE QA FAB: 21/06/2015 a SZ LOTE QC FAB: 30/06/2015

SZ LOTE RA FAB: 09/06/2015 a SZ LOTE RC FAB: 30/06/2015

SZ LOTE SA FAB: 08/06/2015 a SZ LOTE SC FAB: 30/06/2015

SZ LOTE NA FAB: 01/07/2015 a SZ LOTE NC FAB: 31/07/2015

SZ LOTE OA FAB: 01/07/2015 a SZ LOTE OC FAB: 31/07/2015

SZ LOTE PA FAB: 01/07/2015 a SZ LOTE PC FAB: 11/07/2015

SZ LOTE PA FAB: 27/07/2015 a SZ LOTE PC FAB: 31/07/2015

SZ LOTE QA FAB: 01/07/2015 a SZ LOTE QC FAB: 07/07/2015

SZ LOTE QA FAB: 13/07/2015 a SZ LOTE QC FAB: 24/07/2015

SZ LOTE QA FAB: 27/07/2015 a SZ LOTE QC FAB: 27/07/2015

SZ LOTE RA FAB: 01/07/2015 a SZ LOTE RC FAB: 09/07/2015

SZ LOTE RA FAB: 12/07/2015 a SZ LOTE RC FAB: 23/07/2015

SZ LOTE RA FAB: 29/07/2015 a SZ LOTE RC FAB: 31/07/2015

SZ LOTE SA FAB: 01/07/2015 a SZ LOTE SC FAB: 06/07/2015

SZ LOTE SA FAB: 08/07/2015 a SZ LOTE SC FAB: 13/07/2015

SZ LOTE SA FAB: 25/07/2015 a SZ LOTE SC FAB: 31/07/2015

SZ LOTE NA FAB: 01/08/2015 a SZ LOTE NC FAB: 18/08/2015

SZ LOTE NA FAB: 25/08/2015

SZ LOTE OC FAB: 03/08/2015 a SZ LOTE OA FAB: 25/08/2015

SZ LOTE PA FAB: 01/08/2015 a SZ LOTE PC FAB: 05/08/2015

SZ LOTE PA FAB: 22/08/2015 a SZ LOTE PC FAB: 22/08/2015

SZ LOTE QA FAB: 07/08/2015 a SZ LOTE QC FAB: 10/08/2015

SZ LOTE QA FAB: 18/08/2015 a SZ LOTE QC FAB: 18/08/2015

SZ LOTE RA FAB: 01/08/2015 a SZ LOTE RC FAB: 06/08/2015

SZ LOTE RA FAB: 20/08/2015 a SZ LOTE RC FAB: 20/08/2015

SZ LOTE SA FAB: 01/08/2015 a SZ LOTE SC FAB: 04/08/2015

SZ LOTE SA FAB: 10/08/2015 a SZ LOTE SC FAB: 10/08/2015

SZ LOTE SA FAB: 17/08/2015 a SZ LOTE SC FAB: 24/08/2015

SZ LOTE SA FAB: 26/08/2015 a SZ LOTE SC FAB: 26/08/2015

SZ LOTE QA FAB: 03/09/2015 a SZ LOTE QC FAB: 03/09/2015

SZ LOTE RA FAB: 25/02/2016 a SZ LOTE RC FAB: 25/02/2016

CA LOTE AA 06:00 FAB 24/05/2014 EXP: 23/05/2017 a CA LOTE AC 22:00 FAB 02/09/2015 EXP: 01/09/2018

CA LOTE AA 06:00 FAB 08/10/2013 EXP: 07/10/2016 a CA LOTE AC 22:00 FAB 31/08/2015 EXP: 30/08/2018

CA LOTE AA 06:00 FAB 21/05/2014 EXP: 20/05/2017 a CA LOTE AC 22:00 FAB 26/08/2015 EXP: 25/08/2018

CA LOTE AA 06:00 FAB 08/10/2013 EXP: 07/10/2016 a CA LOTE AC 22:00 FAB 31/08/2015 EXP: 30/08/2018

CA LOTE AA 06:00 FAB 21/05/2014 EXP: 20/05/2017 a CA LOTE AC 22:00 FAB 26/08/2015 EXP: 25/08/2018

CA LOTE AA 06:00 FAB 24/05/2014 EXP: 23/05/2017 a CA LOTE AC 22:00 FAB 02/09/2015 EXP: 01/09/2018

O outro lado

Por meio de nota, a Kimberly-Clark Brasil informou que os produtos citados pela Anvisa não causam nenhum dano à saúde. “As fraldas que foram objeto de medida cautelar pela Anvisa podem apresentar escurecimento no produto, em decorrência da oxidação do polímero (gel superabsorvente)”, afirmou.

Segundo a empresa, os produtos suspensos têm validade até setembro de 2018. A Kimberly-Clark disse respeitar a decisão do órgão e já suspendeu a comercialização dos lotes afetados. “Porém, a empresa recorrerá da referida decisão por não concordar com seu teor. Nenhum outro produto da marca Huggies Turma da Mônica foi afetado”.

A empresa esclareceu que os clientes afetados podem entrar em contato por meio do SAC 0800 709 5599.

Read More...

Brasil, Destaques

Anvisa barra lote de peito de frango que pode causar meningite

Um lote de peito de frango foi proibido pela Anvisa devido a presença de uma bactéria que pode causar doenças em humanos, entre elas a meningite. O lote 0320 da marca D+ Alimentos teve a distribuição e comercialização do produto suspensa em todo o país.

O peito de frango em questão é o fabricado pela G L Faleiros Indústrias de Alimentos Eireli. Segundo a Anvisa, o comunicado de recolhimento do produto foi emitido pelo próprio fabricante.

Esse é o segundo caso de problemas relacionado à carne de aves em 2018 no Brasil. Na última semana a União Europeia embargou a importação de frango de 20 frigoríficos brasileiros, 12 deles da gigante do ramo, a BRF. A justificativa é que o produto brasileiro não se adequava às exigências sanitárias do bloco econômico.

A decisão da União Europeia foi tomada após a deflagração da terceira fase da operação Carne Fraca, realizada pela Polícia Federal, e batizada de “Trapaça”. Nela, a PF constatou que alguns frigoríficos brasileiros fraudavam os resultados de exames e testes para a presença da bactéria da salmonela, presente na flora intestinal do frango, e que, em alguns casos, pode causar a morte em humanos.

O ministro Blairo Maggi respondeu à decisão informando que o embargo não se baseava em questões sanitárias, mas sim uma medida protecionista por parte da UE. Em resposta, o ministro afirmou ainda que irá abrir um painel contra o bloco na Organização Mundial Comércio para reverter o panorama.

Read More...

Plantão Policial

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão em loja de suplementos

Agentes da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) deflagraram nesta sexta-feira (13) a Operação Oxigênio, cumprindo seis mandados de busca e apreensão em três lojas de Suplementos Alimentares da empresa Oxigênio, e em três imóveis ligados aos representantes e proprietários desses estabelecimentos, na grande Natal.

De acordo com o Denarc, objetivo da operação foi apreender substâncias vendidas sem o devido registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), assim como documentos com indícios de irregularidades, que possam configurar crimes tributários e fiscais.

O material apreendido foi encaminhado para a Vigilância Sanitária, onde será realizada uma análise, podendo os alvos da Operação, serem responsabilizados por crimes contra a saúde pública, de sonegação fiscal e de lavagem de capitais.

A operação contou com apoio da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR), da Delegacia Especializada em Proteção ao Idoso (DEPI), da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, do Laboratório de Lavagem de Dinheiro e da Receita Federal.

Em nota nas redes sociais, loja dá outra versão:

Read More...

Destaques, Saúde

Medicamento aprovado pela Anvisa promete tratar câncer de bexiga

Uma ótima notícia para pacientes que estão na luta contra o câncer de bexiga. É que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou um novo medicamento para tratamento da doença para as pessoas que estão sofrendo com a enfermidade no estágio já em avanço, e que procedimentos como a quimioterapia à base de platina, não dão resultados.

O remédio é o Keytruda, nome comercial do pembrolizumabe do laboratório norte-americano MDS e já foi autorizado para venda. A informação foi noticiada nesta segunda-feira (20), pelo Diário Oficial da União.

Para chegar ao resultado de que o remédio realmente funciona em pacientes com câncer de bexiga, estudos foram realizados com 542 pacientes submetidos ao tratamento com pembrolizumabe ou quimioterapia, durante aproximadamente 23 meses. Foi o chamado estudo fase III, Keynote-045. A conclusão foi de que o remédio apresentado tem uma eficácia de 30% a mais que procedimentos como a quimioterapia, além de diminuir os efeitos colaterais para quem precisar ingerir o medicamento.

O câncer de bexiga

Na maioria dos casos da doença, o  maior público atingido por ela é o homem, com idade próxima dos 65 anos e com o hábito de fumar. O câncer de bexiga é uma doença silenciosa, que na fase inicial evolui sem apresentar sinais e sintomas. Mas, com o passar do tempo e com a progressão do carcinoma, podem surgir sintomas, alguns deles são:

1 Sangue na urina

2 Urinar com frequência maior que a habitual.

3 Sensação de dor ou queimação ao urinar (Disúria).

4 Urgência em urinar, mesmo quando a bexiga não esteja cheia.

5 impossibilidade da pessoa urinar.

6 Dor lombar.

7 Perda de apetite e perda de peso.

8 Inchaço nos pés.

9 Dor óssea.

Read More...