Suspeito de matar jornalistas nos EUA se suicida durante perseguição

A polícia americana confirmou que o homem que matou dois jornalistas durante uma entrevista ao vivo na manhã desta terça-feira (26) morreu no hospital. O suspeito havia tentado suicídio enquanto era perseguido pela polícia em uma rodovia interestadual em Virgínia, nos Estados Unidos, e foi levado para a unidade de saúde, de acordo com a CNN. Morreu às 13h30, horário local (14h30 horário de Brasília). O atirador é um ex-funcionário da emissora de TV WDBJ, afiliada à rede norte-americana CBS.

Dois jornalistas são mortos durante transmissão ao vivo para TV nos EUA; veja o momento 

O suspeito foi identificado como Vester Lee Flanagan, de 41 anos. Ele trabalhou durante um ano na emissora e usava como nome profissional Bryce Williams, de acordo com o relato de um antigo funcionário da empresa à CNN. Autoridades já descartaram que o ataque tenha sido um ato de terrorismo, mas sim um caso criminal. O suspeito filmou a própria ação e publicou no Twitter. A conta foi removida em seguida.

jornalista

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato (contato.portaln10@gmail.com) para solicitar a matéria!