Destaques, Dicas de Saúde

Sushi, vinho e outras coisas que você não precisa desistir durante a gravidez

Se você está grávida, parabéns! Se não, mas está pensando em tentar, talvez você já esteja antecipando tudo o que  terá que abandonar durante a gravidez.

Porém, temos boas notícias: existem recomendações populares sobre isso que foram levadas ao pé da letra por anos, mas nem todas estão corretas. Aqui nós lhe daremos seis coisas que, de acordo com a ciência, você não precisa abandonar durante a gravidez.

1 – Exercício

Exercitar-se durante a gravidez pode ajudar seu corpo a se preparar para receber seu filho e fazer com que o seu corpo retorne ao normal após o parto. De acordo com um estudo publicado no American Journal of Obstetrics and Gynecology, é necessário que você mantena uma rotina constante, uma com a qual você esteja confortável. Porém, deve verificar com o seu médico a melhor e mais indicada atividade física para você.

2 – Sanduíche de atum

Você pode até precisar abandonar carnes gordurosas, mas se você gosta de um sanduíche de atum e algumas batatas, vá em frente. Você pode comer alimentos com alto teor de mercúrio pelo menos uma vez por semana. Um estudo recente publicado na Oxford Academics explica que comer peixe até três vezes por semana pode beneficiar o cérebro do feto.

3 – Cafeína

A American Pregnancy Association garante que durante a gravidez você não pode consumir mais de 200 miligramas de cafeína por dia, uma vez que o feto não consegue digerir. Quanto ao café descafeinado, você teria que beber cerca de 14 xícaras por dia para realmente causar algum dano na gravidez, então você está segura com isso também.

4 – Sushi

sushi na gravidez

Foto: Rawpixel / Pixabay

A maioria das mulheres grávidas ou que desejam engravidar tem ouvido as advertências sobre comer sushi. Existem riscos para as mulheres grávidas devido a certas bactérias e aumento da exposição ao mercúrio. Mas, as mulheres também precisam lembrar que nem todos os sushi estão crus, e a maioria dos peixes contém nutrientes essenciais e vitaminas necessárias para o crescimento e desenvolvimento do bebê.

Comer peixe cozido pode ajudar a reduzir o risco de exposição a certas bactérias. Comer peixe que não esteja na lista de mercúrio “alta” também é uma maneira de comer peixes com segurança.

A Natural Resources Defense Council (NRDC) compilou uma lista de peixes utilizados em sushi e onde eles classificam em seus níveis de mercúrio. Muitos dos principais peixes tipo sushi contêm altos níveis de mercúrio e devem ser completamente evitados ou comidos raramente.

Sushi com níveis mais altos de mercúrio

Evite os seguintes sushis durante a gravidez:

  • Ahi (atum albacora)
  • Aji (cavala)
  • Buri (rabo amarelo adulto)
  • Hamachi (jovem rabo amarelo)
  • Inada (muito jovem rabo amarelo)
  • Kanpachi (muito jovem de rabo amarelo)
  • Katsuo (bonito)
  • Kajiki (peixe-espada)
  • Maguro (patudo, atum rabilho ou albacora)
  • Makjiki (marlin azul)
  • Meji (juvenil patudo, atum rabilho ou atum albacora)
  • Saba (cavala)
  • Sawara (mackerel espanhol)
  • Shiro (atum albacora)
  • Seiko
  • Suzuki (Sea Bass)
  • Toro (atum patudo, atum rabilho ou albacora)

Porém, você pode comer outros tipos de sushi, como o teriyaki de salmão, por exemplo. Se você tiver mais perguntas sobre sushi, você deve conversar com seu médico para obter suas recomendações.

5 – Pintar seu cabelo

Especialistas da American Pregnancy Association aprovam o peróxido para pintar o cabelo, mas em pequenas quantidades. Apenas pequenas quantidades de corante podem ser absorvidas através da pele, portanto, há poucas chances de que o peróxido alcance o feto.

6 – Um copo de vinho, de vez em quando

Foto: Steve / Pixabay

A American Pregnancy Association e a American Academy of Pediatrics dizem que beber vinho deve ser evitado durante a gravidez. No entanto, de acordo com um estudo da Universidade da Dinamarca, há evidências de que beber até 5 taças de vinho por mÊs não tem impacto no crescimento do feto.


É sempre bom lembrar: mesmo os estudos comprovando esses fatos, é necessário que você consulte o seu médico de confiança.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.