Ciência

Stephen Hawking inicia projeto milionário para buscar vida extraterrestre

Stephen_Hawking_in_Cambridge
Foto: Doug Wheller / Wikimidia Commons CC BY 2.0

A incansável busca por vida fora da Terra segue trilhando caminhos interessantes. O professor Stephen Hawking, junto com outros cientistas, iniciou uma nova busca por vida extraterrestre inteligente usando dois dos telescópios mais poderosos do mundo.

O projeto Breaktrough Listen Iniative, lançado em um evento especial na Royal Society, em Londres, irá vasculhar um milhão das estrelas mais próximas à Terra buscando até os sinais mais fracos que sejam lançados para o espaço por uma vida inteligente fora do nosso mundo. Os cientistas que participam da iniciativa de US$ 100 milhões (aproximadamente R$ 316 milhões) também irão verificar o centro de nossa galáxia, juntamente com 100 das galáxias mais próximas do nosso planeta para rastrear transmissões de rádio de baixa potência.

A nova busca por vida inteligente, que promete cobrir uma área 10 vezes maior do que em tentativas anteriores, é apoiado pelo bilionário empresário russo Yuri Milner, que criou o Prêmio Revelação para esforços científicos.

Assim como a vida surgiu espontaneamente na Terra, Stephen Hawking acredita que ela possa ter surgido também em algum outro lugar no Universo. “Nós acreditamos que a vida surgiu espontaneamente na Terra. Assim, em um Universo infinito, deve haver outras ocorrências da vida. Em algum lugar no cosmos, talvez, a vida inteligente pode estar assistindo as luzes emitidas pela Terra, conscientes do que elas significam. De qualquer maneira, não há dúvida maior. É hora de se comprometer a encontrar a resposta – para procurar vida fora da Terra. As iniciativas inovadoras estão fazendo esse compromisso.”, disse Hawking.

Com informações do Daily Mail

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.