Cantareira
Foto: Nacho Doce/Reuters

Com as chuvas que caíram no estado de São Paulo, o Sistema Cantareira, que destina água a 6,2 milhões de pessoas na Região Metropolitana de São Paulo, registrou a quarta alta significativa em seu volume. Neste sábado (7), o índice subiu de 5,4% para 5,6%, segundo boletim divulgado no site da Sabesp.

Além do Cantareira, os outros cinco sistemas que abastecem a Grande São Paulo tiveram seus índices elevados após receberem chuvas nessa semana. O sistema Alto Tietê, o segundo maior em volume, teve teve o nível elevado de 11,5% para 12,1%. O sistema Guarapiranga, localizado na Zona Sul de São Paulo, foi beneficiado e teve o maior ganho de volume, passando de 49,8% para 51,1%.

De acordo com a Sabesp, desde o dia 31 de janeiro chove na região onde as represas estão instaladas. Esse foi o motivo para o sistema Cantareira ter tido um aumento em seu volume.

Confira o níveis dos sistemas que atendem a Grande São Paulo:
Cantareira: subiu de 5,4% para 5,6%;
Alto Tietê: subiu de 11,5% para 12,1%;
Guarapiranga: subiu de 49,8% para 51,1%;
Alto Cotia: subiu de 30,6% para 32,2%;
Rio Grande: subiu de 76,4% para 78,2%;
Rio Claro: subiu de 30,4% para 30,9%.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.