Sessão Azul: cinemas de Natal devem oferecer sessões adaptadas a pessoas com espectro autista

outubro 1, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Sessão Azul: cinemas de Natal devem oferecer sessões adaptadas a pessoas com espectro autista

A partir de agora os cinemas de Natal terão que oferecer ao menos uma sessão mensal adaptada a crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e suas famílias. A lei foi aprovada pela Câmara Municipal de Natal e sancionada pelo prefeito Álvaro Dias nesta quinta-feira (1º).

A sessão especial denominada ‘Sessão Azul’ deve ter iluminação reduzida e som mais baixo que o volume regular. Além disso, não será exibido trailer no início do filme.

A lei prevê que as pessoas com transtorno do espectro autista e seus familiares terão acesso irrestrito à sala de cinema, sendo a eles conferido o direito de entrar e sair, durante a exibição dos filmes, de acordo com a conveniência do autista.

Os cinemas deverão divulgar a “Sessão Azul” da mesma maneira que divulgam as outras sessões, por meio de cartazes, painel luminoso, site e durante as sessões normais como produto do cinema, para que o máximo de pessoas tomem conhecimento e a famílias de autistas possam ser informadas.

“É oferecer oportunidade às pessoas portadoras do espectro autista ao lazer por meio da sétima arte. Essas pessoas não possuem muitas alternativas quando se trata de distração, haja vista que para esse público é complexo encontrar lugares que disponibilizam aspectos relevantes quando tratamos de Transtorno do Espectro Autista –TEA, como segurança, acessibilidade e sobretudo boa vontade”, afirmou o autor do projeto na Câmara, Fúlvio Saulo (SD).