Servidores estaduais realizam protesto no dia da Independência

setembro 8, 2017 0 Por Rafael Nicácio
Servidores estaduais realizam protesto no dia da Independência

Servidores da área da saúde do Rio Grande do Norte e do município de Natal encerraram as comemorações da Semana da Pátria com um ato conjunto reivindicando os atrasos salariais, mais respeito e melhores condições de trabalho. A mobilização foi organizada pelo Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed/RN) e teve o apoio de outros sindicatos da saúde, além da Polícia Civil e dos auditores fiscais.

A concentração aconteceu na sede do Sinmed e o ato seguiu em caminhada até a Praça Pedro Velho, onde se encontravam as autoridades do governo e município. “Este ato é para reivindicar também por mais educação, segurança e respeito ao cidadão, porque saúde requer tudo isso” disse Lêda Pandolphi, diretora do Sinmed/RN.

Os atrasos no pagamento da folha do estado e do município tem se tornado frequente, sendo o Rio Grande do Norte o único estado do país com atrasos que ultrapassam 30 dias. Insatisfeitos com a situação, os médicos ligados a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vêm realizado assembleias semanais e paralisações programadas nos atendimentos. O ato do dia 7 de setembro foi mais uma tentativa de chamar atenção das autoridades locais.

Para Geraldo Ferreira, Presidente do Sinmed, a mobilização é uma forma de demonstrar o descontentamento com a má gestão e a deficiência com que são prestados os serviços públicos: “O Rio Grande do Norte e o Brasil vive um momento muito difícil, onde a corrupção campeia solta, onde há desonestidade. A insegurança que amedronta a população. A situação crítica da rede publica de assistência à saúde. A educação que começa a se deteriorar também, financiamento para cursos de níveis superior já não existem e isso tudo é muito crítico e nós não podemos silenciar” disse.

Participaram do ato o SINTTAR, SINDERN, SIPERN, SOERN, SINFARN, SINDFERN e SINPOL.