Serviços da Central do Cidadão do Alecrim são remanejados para outras unidades

Serviços da Central do Cidadão do Alecrim são remanejados para outras unidades

março 3, 2020 0 Por Rafael Nicácio

A Secretaria de Estado da Administração (Sead), que conduz o Programa das Centrais do Cidadão do Rio Grande do Norte, planeja transferir os serviços oferecidos na unidade do Alecrim, em Natal, para uma nova sede. O prédio onde estava funcionando a Central do Cidadão neste bairro está temporariamente inativado, em decorrência de pane elétrica, provocada pelas fortes chuvas dos últimos dias na cidade.

De acordo com o secretário adjunto de Administração da Sead, George Câmara, apesar da paralisação temporária, os serviços prestados no prédio do Alecrim estão sendo remanejados para outras unidades. “Os serviços não vão ficar parados. Estamos redirecionando os atendimentos para as outras Centrais do Cidadão em Natal, como também nas matrizes dos órgãos, como Caern, Detran e Itep”, afirma.

Ele destaca que a suspensão dos atendimentos na unidade do Alecrim foi motivada em favor da própria segurança aos usuários, bem como dos equipamentos, já que devido a pane elétrica existe uma possibilidade de ocorrer novos curtos-circuitos e princípios de incêndio.

As outras unidades da Central do Cidadão na capital estão localizadas no shopping Via Direta, na zona sul, e no shopping Estação, na zona norte. Em ambas, está sendo providenciada a ampliação dos atendimentos de alguns serviços como Sine e Itep, a fim de absorver o aumento da demanda nesses locais. A Sead orienta aos cidadãos que precisarem dos serviços para buscar atendimento nestas unidades ou diretamente nas sedes dos órgãos.

Segundo George Câmara, a Sead está trabalhando em três frentes para que os atendimentos na Central do Cidadão do Alecrim possam ser retomados em plenas condições e segurança para a população. A primeira é a garantia da continuidade dos atendimentos, sem prejuízo para os cidadãos; a viabilidade de condições seguras para o funcionamento do prédio atual, que depende de laudos técnicos emitidos pela Coordenadoria de Eletrificação da Secretaria Estadual de Infraestrutura e também pelo Corpo de Bombeiros; e, em paralelo, um estudo sobre a transferência dos serviços para uma nova sede no bairro, oferecendo mais conforto e dignidade aos usuários e funcionários. “O nosso objetivo é restabelecer os atendimentos da Central do Cidadão do Alecrim o mais rápido possível, com total segurança e qualidade para os usuários”, esclarece.