Destaques, Família

Ser pai nos torna mais conservadores?

Foto: Greyer Baby / PB

Segundo pesquisas recentes, a maioria dos pais se torna conservador quando tem filhos. Nesse sentido, muitas pesquisas sugerem que isso ocorre a fim de incutir cautela em crianças, na crença de que o mundo é um lugar perigoso.

Paternidade e valores sociais – Após algumas pesquisas, observou-se que as pessoas desenvolvem valores sociais e morais mais conservadores à medida que envelhecem. No entanto, não tem sido fácil correlacionar esse modo de ser com a idade; pelo contrário, de acordo com um estudo publicado no Science Direct (Investigando as relações entre paternidade, julgamento moral e conservadorismo social), a paternidade tem algo a ver com esse fenômeno.

Sob esta premissa, Nicholas Kerry, candidato ao doutorado na Faculdade de Ciências e Engenharia da Universidade de Tulane (EUA), projetou uma investigação para avaliar se a paternidade torna as pessoas mais conservadoras.

pai conservador

Foto: Tania Dimas / PB

Para este fim, 1.500 pessoas foram entrevistadas sobre suas atitudes em relação a questões políticas, especialmente em torno de questões que dividem os cidadãos entre liberais e conservadores.

Dessa forma, os pesquisadores encontraram diferenças significativas entre pessoas com filhos e aquelas que ainda não se tornaram pais em relação a suas atitudes conservadoras.

Especificamente, após o estudo, observou-se que os pais adotam atitudes mais conservadoras.

Além disso, os pesquisadores descobriram que as pessoas que relataram uma maior quantidade de afeto por crianças eram mais conservadoras sobre suas ideias sobre o mundo, a vida e a política.

Por que nos tornamos mais conservadores quando nos tornamos pais?

A esse respeito, os pesquisadores explicam que quando as pessoas têm filhos, elas mudam suas motivações e atitudes em relação ao mundo, o que pode favorecer o desenvolvimento de atitudes mais conservadoras. Assim, propõe-se que os valores sociais e morais conservadores surgem da percepção de ameaças e perigos.

Portanto, em um esforço para proteger as crianças dessas ameaças, os pais têm uma tendência maior a se tornarem mais conservadores.

No entanto, de acordo com os resultados obtidos, essas mudanças em suas atitudes influenciam especificamente seus hábitos parentais. A esse respeito, os pesquisadores argumentam que é improvável que a mudança para uma posição mais conservadora afete abruptamente suas opiniões e posições políticas e sociais.

Pelo contrário, é uma mudança progressiva e gradual que ocorre ao longo de vários anos.

Finalmente, os pesquisadores planejam continuar a linha de investigação, a fim de determinar a influência das crenças sobre o perigo que o mundo representa sobre as atitudes dos pais e seus estilos parentais.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.