jovem aprendiz da caixa 2018 em natal

Com o objetivo de garantir que jovens em situação de vulnerabilidade social participem da seleção do “Programa Aprendiz”, da Caixa Econômica Federal (CEF), a Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Semtas) está mobilizando as equipes dos Centros Públicos de Emprego, Trabalho e Renda e dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), nas quatro regiões de Natal, para identificar e encaminhar os adolescentes que tenham o perfil necessário para participar do programa.

O programa Jovem Aprendiz Caixa prioriza adolescentes de famílias em situação de vulnerabilidade social, com renda igual ou inferior a R$ 477,00; que esteja na faixa etária entre 15 anos à 16 anos e 06 meses (o limite de idade não se aplica aos aprendizes com deficiência, mas é obrigatório apresentação do laudo médico); que esteja cursando o 9º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio ou equivalente na Educação de Jovens e Adultos reconhecido pelo MEC, possua Carteira de Trabalho; esteja matriculado no turno matutino ou noturno e não tenha sido aprendiz da Caixa anteriormente.

Os selecionados irão receber o valor de R$ 954,00 mais auxílio-alimentação de R$110,00 por mês; além de Vale Transporte, FGTS e INSS.

“Através da parceria com as equipes dos Centros Públicos da Semtas e dos Cras, procuramos identificar o adolescente que esteja inserido no perfil que o programa exige para orientá-lo e ajudá-lo com a documentação necessária. Este programa Aprendiz da Caixa Econômica Federal é importante na medida em que busca inserir jovens no mercado de trabalho oportunizando o primeiro emprego e a inclusão social”, explica a Diretora do Departamento de Desenvolvimento e Qualificação Profissional, Margarete Pereira.

A seleção será feita através de análise documental. Os candidatos devem entregar a documentação na próxima sexta-feira, dia 11 de maio, das 15h às 16h, no Centro de Integração Empresa/Escola (CIEE), que fica na Avenida Prudente de Morais, 6055, Candelária.

Para participar da seleção é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • Cópia de CPF e identidade;
  • CPF e RG do pai/mãe ou responsável legal;
  • Carteira de trabalho;
  • Comprovante de residência (água, luz ou telefone);
  • Cartão do SUS;
  • Número de Inscrição Social – NIS;
  • Atestado de pobreza;
  • Cartão Bolsa Família;
  • Comprovante de renda de todos que trabalham na residência ou declaração de renda familiar (escrita do próprio punho e assinada por seu representante legal);
  • Declaração escolar atualizada e histórico escolar com notas e frequência de 2018.
Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.