Secretaria de Saúde intensifica ações de controle à dengue e solicita participação da população

Secretaria de Saúde intensifica ações de controle à dengue e solicita participação da população

Secretaria de Saúde intensifica ações de controle à dengue e solicita participação da população

Romário Nicácio junho 11, 2015 Natal

Manter o controle do mosquito Aedes aegypti é o que a Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) vem adotando diariamente como prioridade, e desenvolvendo vigilância em todas as regiões dos cinco Distritos Sanitários da cidade. Mesmo Natal estando fora da epidemia de dengue, o Centro de Controle de Zoonoses continua intensificando as atividades de visitas dos agentes de endemias para inspeção dos imóveis, visando eliminar e tratar possíveis criadouros.

De acordo com os dados do CCZ, a situação epidemiológica da dengue no município de Natal, até a 22ª semana, aponta que foram notificados 5.939 casos de dengue. Quanto a situação da Febre Chikungunya, observa-se um total de 1.532 casos notificados, mas nenhuma ocorrência de casos confirmados. Quando observado o diagrama de controle, que define a situação epidemiológica em relação ao comportamento epidêmico, nota-se que desde da 16ª semana epidemiológica, a incidência de queda mantêm-se.

O chefe do Centro de Controle de Zoonoses, Alessandre Tavares, esclarece que a participação da população ainda é de fundamental importância para a manutenção do controle da dengue. “Solicitamos a participação da população para que Natal siga mantendo o controle na proliferação do mosquito transmissor da dengue, assumindo medidas simples de prevenção em sua casa evitando acúmulo de água”.

O Centro de Controle de Zoonoses continua intensificando as atividades de visitas dos agentes de endemias para inspeção dos imóveis, visando eliminar e tratar possíveis criadouros

O Centro de Controle de Zoonoses continua intensificando as atividades de visitas dos agentes de endemias para inspeção dos imóveis, visando eliminar e tratar possíveis criadouros

A SMS orienta os cuidados que a população deve adquirir para evitar doenças. Mantenha sempre muito bem tampados: caixas, tonéis e barris de água em sua casa; coloque todo o lixo sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada. Jamais deixe seu lixo com a tampa aberta ou ao relento; ao armazenar garrafas de vidro ou de plástico, é fundamental mantê-las sempre com a boca para baixo; Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje ou telhado. O acúmulo de água é a porta de entrada para os mosquitos; preencha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.

“Com essas medidas simples é possível Natal ficar livre de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegyti”, afirmou Alessandre Medeiros, chefe do Centro de Controle do Zoonoses.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos