DestaquesEconomia

Saiba como não cair no golpe do boleto falso

Banco Cetelem traz dicas e cuidados necessários para não se tornar mais uma vítima dessa fraude

Os golpes de engenharia social, nome dado à técnica utilizada por criminosos para induzir usuários a compartilhar dados confidenciais ou abrir links para sites infectados, têm se tornado cada vez mais frequentes e bem elaborados. Uma das fraudes que mais fez vítimas nos últimos dois anos é a do boleto falso.

De acordo com dados da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), entre 2020 e 2021 a prática cresceu 45% no país. Atentos às fraudes, especialistas do Banco Cetelem trazem informações de como evitar cair neste crime de estelionato.

Como os golpes acontecem

Os boletos são uma das formas mais comuns de pagamento, atualmente. Por isso, criminosos têm se utilizado de hacking e engenharia social para gerar um grande número de boletos com informações falsas para receberem pagamentos indevidos. Desta forma, as vítimas acabam por transferir as quantias para contas de fraudadores ao invés de pagarem a empresa correta. Os criminosos têm adicionado novas estratégias e cada vez mais sofisticado na aplicação deste golpe, estabelecendo até operações como call centers falsos.

Identifique boletos falsos

Os boletos falsos são muito parecidos com os verdadeiros e, justamente por isso, causam tanta confusão. Eles possuem a mesma aparência, logotipo da empresa e as informações pessoais dos clientes.

Neste caso, é fundamental checar o nome do beneficiário, ou seja, a empresa que deverá receber a quantia, bem como o CNPJ. Os primeiros dígitos do código de barras precisam ser os mesmos do código do banco.

O Banco Cetelem reforça a importância de que os clientes desconfiem sempre de boletos com valores promocionais ou super descontos. Esta é uma tática muito recorrente dos estelionatários, que podem apelar também para o senso de urgência e induzir os usuários a realizarem os pagamentos rapidamente para não perderem o falso desconto.

Na dúvida, o banco orienta sempre que os clientes entrem em contato com os canais oficiais de atendimento da instituição. Somente assim será possível ter certeza da procedência da cobrança.

Caiu na fraude? Veja o que fazer

Caso já tenha sido vítima deste golpe, o ideal é fazer um boletim de ocorrência para que o caso possa ser investigado pela polícia e, logo em seguida, notificar o banco ou a empresa que supostamente efetuou a cobrança. As instituições irão registrar o ocorrido e orientar como prosseguir em cada caso.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.