Saiba alguns dados curiosos sobre invenções

Saiba alguns dados curiosos sobre invenções

Saiba alguns dados curiosos sobre invenções

Romário Nicácio outubro 9, 2015 Curiosidades

Uma das primeiras grandes invenções da humanidade foi a roda, surgida provavelmente em 3 500 antes de Cristo.

O automóvel foi inventado na Alemanha em 1 885, por Otto Benz. Mas, acredite, antes dele já existiam semáforos nos Estados Unidos. O primeiro de que se tem notícias apareceu na cidade de Boston em 1 840.

Um dos maiores inventores de todos os tempos foi Leonardo Da Vinci. O italiano Da Vinci idealizou inventos que só se tornariam realidade séculos depois como o helicóptero, o tanque de guerra e o paraquedas.

Outro grande inventor foi o norte-americano Thomas Alva Edison. Entre os seus inventos estão o gramofone (avô dos atuais aparelhos de som) e a lâmpada elétrica. Ao longo da vida, Edison patenteou mais de mil invenções.

O norte-americano naturalizado (detalhe: ele nasceu na Escócia) Alexander Graham Bell ficou conhecido como o inventor do telefone. Mas, nos Estados Unidos, Bell é também conhecido como fundador da companhia telefônica Bell e um dos fundadores da prestigiada National Geographic Society.

O inventor da dinamite foi o sueco Alfred Nobel, o mesmo homem que criou o prestigiado prêmio Nobel. Para quem não sabe, o Nobel premia anualmente os homens que se destacaram em campos como economia, física, química, medicina, literatura e paz.

O senso comum argumenta que o inventor da imprensa foi o alemão Gutemberg. Muitos historiadores, porém, contestam essa versão. Segundo eles, os chineses já usavam técnicas de impressão cerca de 700 anos antes de Gutemberg. Eles costumavam imprimir calendários, livros sagrados e poesias.

Por falar em China, existem mais de 130 inventos que vieram de lá: a bússola, a tinta nanquim, o papel, a escova de dentes, o sismógrafo, o papel-moeda, a porcelana…

O primeiro voo de Santos Dumont, a bordo do 14-Bis durou apenas 21 segundos e ele voou somente 3 metros de altura, percorrendo uma distância de 60 metros. Aliás, você sabia que Dumont foi o criador do relógio de pulso?

O primeiro satélite artificial foi o Sputnik, lançado por cientistas russos em 1 957. Detalhe: na época, a Rússia fazia parte da União Soviética.

A ideia de montar uma rede de computadores foi desenvolvida por cientistas norte-americanos com objetivos militares na época da Guerra Fria. Chamada de arpanet, ela possibilitou o surgimento da internet.

Produtos criados para fins militares e que foram adaptados para o nosso dia-a-dia: forno de micro-ondas, panela de Teflon, computador, margarina, leite condensado e, acredite se quiser, chocolates M&M’s.

O primeiro computador totalmente eletrônico surgiu em 1 946. Ele fazia 5 mil cálculos por segundo e pesava 30 toneladas.

O primeiro vídeo game surgiu nos Estados Unidos em 1 972. Chamado de Odissey, ele fez um sucesso estrondoso entre a garotada do início dos anos 80.

Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi lançada em 1 958 com o nome da filha do casal norte-americano Ruth e Ellit Handler, donos da fabricante de brinquedos Mattel.

As calças do tipo bermuda receberam esse nome por que foram criados nas ilhas Bermudas, no Caribe.

A calça jeans foi inventada pelo imigrante Levy Strauss em 1 873 para atender os garimpeiros do estado norte-americano da Califórnia. Ela foi idealizada com a intenção de fornecer uma calça com tecido resistente e que tivesse muitos bolsos para os garimpeiros guardarem suas ferramentas.

A Coca-Cola foi criada pelo farmacêutico norte-americano John Styth Pemberton, no ano de 1 886. A fórmula original incluía folhas de coca, extrato de noz-de-cola, caramelo e água carbonatada (água com gás). O detalhe é que o xarope era misturado à água na hora de servir.

O primeiro anticoncepcional oral foi sintetizado em 1 951 pelo químico mexicano Luis E. Miramontes.

A penicilina foi descoberta pelo cientistas britânico Alexander Fleming, em 1 928. Fleming percebeu que uma colônica de bactérias em seu laboratório havia sido invadida pelo bolor e que, aor redor dele, todas as bactérias haviam desaparecido.

O inventor da máquina de escrever foi o padre brasileiro José Francisco de Azevedo. A patente, porém, foi registrada pelo norte-americano Christopher Sholes.

Outros artigos