Ciência

Rússia projeta biossatélite capaz de voar a altitudes de até 200 mil quilômetros

Foto: © federalspace.ru

Os especialistas esperam poder colocar este super-satélite em orbita no ano de 2024, de acordo com Valeri Abrashkin, desenhista principal do projeto. As informações são do Actualidad RT.

“Temos a tarefa de desenvolver um veículo espacial capaz de voar por longos períodos de tempo em altitudes entre 2.000 e 200.000 quilômetros, e que também possa garantir o retorno de amostras biológicas para a Terra”, disse Valeri.

Este projeto é chamado de ‘Vozvrat-MKA’ segundo informou Abrashkin  na 15ª conferência sobre biologia espacial e medicina aeroespacial, em que foi apresentado os resultados da expedição do biossatélite Bion-M No. 1 ‘tripulado’ por ratos gerbilos, lagartos, peixes ciclídeos, microrganismos e plantas, que foi lançado em 2013 para orbitar a Terra a uma altitude de 575 km.

De acordo com o representante do “Progress”, o centro está atualmente conduzindo a investigação destinada a determinar “que forma terá o dispositivo e a composição do seu sistema”.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo