Robinson assina ordem de serviço para início das obras do Teatro Alberto Maranhão

Robinson assina ordem de serviço para início das obras do Teatro Alberto Maranhão

Robinson assina ordem de serviço para início das obras do Teatro Alberto Maranhão

Rafael Nicácio junho 26, 2018 Natal

Três anos após o fechamento, o Teatro Alberto Maranhão terá as obras de reforma e restauração iniciadas com a assinatura da ordem de serviço, nesta terça-feira, 26, pelo governador Robinson Faria, às 16 horas, em frente ao teatro, localizado no bairro da Ribeira, em Natal.

Segundo o diretor-geral da Fundação José Augusto, o jornalista Amaury Júnior, o orçamento total será de R$ 7,632 milhões e as obras serão pagas pelo programa Governo Cidadão. “A reforma estava incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Cidades históricas), mas os recursos não chegaram e o governo teve que realizar o distrato (rescisão) do contrato com o Ministério da Cultura. Toda esta burocracia atropelou o projeto”, justifica Amaury Júnior.

Serão realizadas intervenções nas estruturas elétricas, hidráulicas e de acessibilidade do espaço. Também será feita a completa reestruturação do palco e camarins como também será instalado um novo sistema de ar-condicionado. Amaury Júnior destaca que o mais importe é que a caixa cênica (palco, camarins e ribalta) vai ganhar uma reforma. A expectativa é de que o teatro seja reaberto oficialmente em junho de 2019.

Uma decisão judicial embasada em laudo técnico do Corpo de Bombeiros determinou o fechamento do TAM em junho de 2015. A avaliação apontava para falhas nas instalações elétricas e hidráulicas e ainda a ausência de equipamentos de acessibilidade.

Além do Teatro Alberto Maranhão, a Escola de Dança-EdTam, que funciona em um prédio histórico na Ribeira, vai receber um investimento na ordem de R$ 2,278 milhões com a assinatura da ordem de serviço para o início das obras, também nesta terça-feira, 26.

Ainda na agenda do governador Robinson Faria, constam a assinatura do contrato da reforma do Palácio da Cultura (Pinacoteca) e a assinatura do decreto que vai liberar o restante dos 50% da concessão de incentivos fiscais destinados ao financiamento de projetos culturais. O governador também assina o decreto que altera o programa de incentivo estadual de apoio a cultura da Lei Câmara Cascudo, beneficiando a produção artística e cultural no Rio Grande do Norte.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos