RN tem 63 municípios na “zona de perigo da Covid-19”

agosto 4, 2020 0 Por Rafael Nicácio
RN tem 63 municípios na “zona de perigo da Covid-19”

A taxa de transmissibilidade (RT) da pandemia de Covid-19 continua variando no Rio Grande do Norte. A média geral é de 0,98, no entanto, 63 municípios estão na zona de perigo (RT acima de 2); outras 78 cidades estão na zona de risco (taxa entre 1,03 e 2); há 2 municípios na zona neutra (entre 1 e 1.03) e apenas 24 municípios estão registrados na zona segura (RT menor que 1).

Na região metropolitana de Natal, por exemplo, tem município com taxa em 5. Estamos falando de São Gonçalo do Amarante, onde um infectado tem potencial para transmitir o vírus para 5 pessoas. No dia 20 de julho a taxa era de 0.78. O ideal, segundo a Sesap, é que fique abaixo de 1.

A taxa é um dos principais indicadores para medir a evolução de uma doença endêmica como a provocada pelo novo coronavírus.

A coordenadora e articuladora de redes de atenção à saúde da Sesap, Samara Dantas, apresentou as informações em entrevista coletiva para atualização de dados e prestação de contas das ações do Governo do RN no enfrentamento à pandemia. “É preciso que a população continue com as medidas de prevenção, distanciamento social e uso correto da máscara para conseguir manter o cenário controlado e evitar que esta taxa aumente e mais pessoas sejam contaminadas”, destacou a coordenadora.

Os números epidemiológicos da Sesap mostram que nesta terça-feira, dia 04 de agosto, há 436 pessoas internadas, sendo 219 em leitos críticos e 217 em leitos clínicos. A fila de regulação tem 3 pacientes para leitos críticos, 6 para leitos clínicos e 18 aguardando transporte sanitário. O isolamento social caiu para 37%.

A taxa geral de ocupação de leitos é de 60,7%. As maiores concentrações são registradas nas regiões Seridó (86%) e Oeste (83%) e caem nas regiões Metropolitana de Natal (54,6%) e Pau dos Ferros (22%). Nas regiões do Mato Grande e Agreste esse percentual é de 0%. As ocorrências de Covid-19 somam 52.566 casos confirmados, 63.245 suspeitos, 83.615 descartados, 1.926 óbitos (2 nas últimas 24 horas) e há 208 óbitos em investigação.