RN fechou mais de 13 mil vagas de trabalho em 4 meses
© Marcello Casal/Agência Brasil

RN fechou mais de 13 mil vagas de trabalho em 4 meses

maio 28, 2020 0 Por Rafael Nicácio

Mais de 13 mil postos de trabalho com carteira assinada foram fechados no Rio Grande do Norte entre janeiro e abril de 2020, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia. O saldo negativo é resultado de 53.151 demissões e 40.043 contratações.

Com isso, Estado acompanha a tendência nacional. Segundo o Caged, nos quatro primeiros meses do ano, o Brasil fechou 763 mil vagas de emprego formal. O mês de abril foi o pior até agora, com saldo negativo de 860 mil postos de trabalho. É a maior demissão registrada na série histórica, que começou em 1992.

No Rio Grande do Norte, o mês de abril também foi o pior. Somente no mês passado, foram fechados 8.303 postos de trabalho. Em março, haviam sido 1.874 empregos perdidos; em fevereiro, 2.639; e, em janeiro, 1.734. No total, com ajustes, foram 13.108 empregos com carteira assinada encerrados no Estado.

Para se ter uma ideia do tamanho da redução, em 2019, o Rio Grande do Norte encerrou o ano com um saldo positivo de 3.741 empregos: resultado de 149.222 contratações e 145.481 demissões.

Segundo o Ministério da Economia, o setor que mais demitiu no Rio Grande do Norte em abril foi o de serviços. Foram 3.742 postos de trabalho fechados. Em seguida, vem o comércio, com saldo negativo de 2.167. Na sequência, os que mais demitiram foram indústria (848), agropecuária (791) e construção civil (755). Nenhum setor teve saldo positivo.