RN Chega Junto: segunda fase entrega mais 30 mil cestas básicas

RN Chega Junto: segunda fase entrega mais 30 mil cestas básicas

RN Chega Junto: segunda fase entrega mais 30 mil cestas básicas

Rafael Nicácio novembro 26, 2020 RN

A segunda fase do programa RN Chega Junto, lançado nesta quarta-feira (25) pelo Governo do Estado, vai entregar mais 30 mil cestas básicas até o próximo dia 20 de dezembro. O programa atende as populações mais vulneráveis como povos de terreiros, pescadores artesanais, Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI’s), acampamentos urbanos, assentamentos rurais, comunidades indígenas, comunidades quilombolas, grupos LGBTQI+ e profissionais que perderam renda devido ao isolamento imposto pela pandemia da Covid-19. No período de 16 de setembro até este dia 24, durante sua primeira fase, o programa do Governo entregou outras 30 mil cestas.

No ato solene realizado no auditório da Governadoria, em Natal, também foi firmado acordo de cooperação com a Associação Potiguar de Off-Road (APO) e o grupo Comunitários contra Covid, que ajudarão na entrega das cestas básicas, junto com a Defesa Civil Estadual e a Cruz Vermelha. As cestas chegarão aos beneficiários pela intermediação de 177 instituições, em 65 municípios do estado. Com a segunda fase, o programa RN Chega Junto alcançará o total de 60 mil cestas entregues.

“Este programa executa uma política de governo que não é apenas uma doação, é uma ação de cidadania. Uma ação que enfrenta a desigualdade social que volta a crescer no país e é agravada pela pandemia, quando muitas famílias perderam ou tiveram dificultada as condições de renda. Daí o dever do Estado de chegar junto. São ações voltadas para populações em vulnerabilidade com investimento de R$ 9 milhões”, afirmou a governadora Fátima Bezerra.

A chefe do Executivo destacou a atenção aos idosos incluída no Chega Junto. “Temos que ter cada vez mais olhar de empatia com os idosos. Destinamos apoio financeiro a instituições que nunca tiveram, instituições que fazem o papel de proteção que devia ser do Estado”. Fátima ainda se referiu ao protagonismo da administração estadual no apoio à agricultura familiar. “Esta é uma cadeia produtiva que alimenta 70% da população brasileira. Aqui no RN criamos uma secretaria para cuidar deste setor, sancionamos a lei que define o mínimo de 30% das compras do estado à agricultura familiar, desenvolvemos programas de apoio de assistência técnica e financiamento”, registrou ela.

A valorização não só nutricional, mas também cultural promovida pelo modelo do RN Chega Junto foi destacada pela deputada estadual Isolda Dantas. “Essa ação é mais que saciar a fome, é valorização e reconhecimento às várias realidades culturais e diversidade de saberes e conhecimentos”, disse a parlamentar.

Texto: AssecomRN
Foto: Sandro Menezes/AssecomRN

Outros artigos