Recurso de pagamentos e transferências por WhatsApp chega ao Brasil

junho 15, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Recurso de pagamentos e transferências por WhatsApp chega ao Brasil

Já imaginou enviar R$ 50 para amigos e familiares a qualquer hora por meio do WhatsApp usando apenas a sua lista de contatos e eles receberem a quantia em segundos? Ou comprar uma pizza pelo WhatsApp tão facilmente quanto encaminhar uma foto? A partir de hoje, dia 15 de junho, essas praticidades começam a fazer parte da rotina dos brasileiros graças ao trabalho conjunto do Facebook e da Cielo, empresa líder em pagamentos eletrônicos na América Latina.

O aplicativo apresentará, gradativamente, a opção “pagamentos” no menu. Por meio dela, é possível fazer transferências e realizar pagamentos 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano, além de acompanhar o histórico de transações.

Para fazer transferências de pessoa para pessoa é necessário cadastrar e validar o cartão de débito ou múltiplo no WhatsApp. Essas transações não serão possíveis na modalidade crédito. As pessoas poderão enviar no máximo R$ 1 mil por transação e receber até 20 transações por dia no limite de R$ 5 mil por mês.

Já o pagamento de pessoa para empresas que operam no app WhatsApp Business funcionará nas modalidades débito e crédito, sem limite de valor. Nas transações de débito, o comerciante receberá o valor da venda em um dia; e em dois dias nas transações de crédito. Será cobrada do comerciante uma taxa de 3,99% por transação tanto no crédito quanto no débito. Para realizar as vendas, os estabelecimentos comerciais devem se credenciar à Cielo por meio da plataforma do WhatsApp Business, de forma simples e integrada. O uso da ferramenta dispensa a compra ou aluguel de máquinas.

“Um dos pilares da criação do recurso de pagamentos é a segurança, e para evitar transações não autorizadas, será necessário informar um PIN de 6 dígitos ou usar a biometria do celular para autorizar cada transação. A princípio, nossos usuários poderão utilizar cartões de débito e crédito das bandeiras Visa e Mastercard emitidos pelo Banco do Brasil, Nubank e Sicredi. Porém, nosso modelo de programa é aberto e facilita a entrada de mais participantes no futuro”, diz em nota o WhatsApp.

No RN babá consegue comprovar vínculo empregatício com mensagens do WhatsApp
Imagem de antonbe por Pixabay

Todas as transações contam com a robusta estrutura de segurança da Cielo, que atende as rígidas normas de prevenção à fraude. O cartão também precisa ser validado pelos bancos antes de o usuário do WhatsApp poder utilizar a ferramenta, o que torna as transações ainda mais seguras.

“A Cielo está orgulhosa de participar desse projeto histórico, que vai simplificar a vida das pessoas e impulsionar negócios pelo WhatsApp, aplicativo presente em milhões de smartphones no país. A tecnologia vai ajudar a tirar empresas da informalidade e na inclusão financeira. O lançamento do serviço torna-se ainda mais importante para superarmos o momento delicado provocado pela pandemia”, afirma Paulo Caffarelli, presidente da Cielo. “Com a solução oferecida, a Cielo inaugura um novo momento no mercado de pagamentos, que vai muito além da maquininha, e prova que a inovação está no nosso DNA”, completa.

“Estamos muito animados por disponibilizar os pagamentos no WhatsApp aos nossos usuários em todo o Brasil. Facilitar o envio e o recebimento de dinheiro não poderia ser mais importante em um momento como esse”, disse Matt Idema, diretor de operações do WhatsApp. “Pequenas empresas são fundamentais para o país. A capacidade de realizar vendas com facilidade no WhatsApp ajudará os empresários a se adaptarem à economia digital, além de apoiar o crescimento e a recuperação financeira”.

O recurso de pagamentos no WhatsApp será disponibilizado gradualmente a partir de hoje, e futuramente todos os usuários no Brasil poderão aproveitar seus benefícios.